quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Surubim alcança triste marca de 50 pessoas mortas em decorrência da Covid-19

Surubim alcançou a triste marca de 50 (cinquenta) pessoas mortas em decorrência da pandemia do novo corona vírus, de acordo com boletim divulgado pela prefeitura, com os números até esta quarta-feira(24).

O número não choca porque as mortes ocorrem es dias alternados, em diversas localidades. Mas, lamentavelmente, meia centena de vidas já foram perdidas para Covid-19 em Surubim. Externamos nossos sentimentos e solidariedade aos familiares e amigos de cada uma das vítimas.

Ainda de acordo com o boletim oficial, Surubim tem 1.759 casos confirmados da covid-19.  Atualmente, 23 moradores, mais dois profissionais de saúde, estão em isolamento e fazendo tratamento. 

Outras 1.684 pessoas contraíram covid-19, mas já receberam alta médica. Mais 69 casos estão sendo investigados, aguardando resultado do exame. Os dados oficiais mostram ainda que 2.332 pessoas testaram negativo para o novo corona vírus no município. 




Arte: Divulgação/ Prefeitura
Foto: Reprodução/Facebook.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Pernambuco recebe novo lote com 48 mil vacinas e termina o dia com mais 130 mil doses contra a Covid-19


Pernambuco recebeu, na noite desta quarta-feira (24.02), mais 48 mil unidades da vacina Sinovac/Butantan, o que possibilitará avançar na proteção dos trabalhadores de saúde em ambas as doses, beneficiando todo o território pernambucano. Com os imunizantes que chegaram ao Aeroporto Internacional dos Guararapes às 20h, Pernambuco finalizou o dia com mais 130 mil doses de vacinas contra a Covid-19. Pela manhã, já haviam chegado 82 mil unidades da farmacêutica AstraZeneca/Universidade de Oxford, desenvolvidas em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e produzidas pelo Instituto Serum, na Índia, que garantirão a primeira dose para idosos entre 80 e 84 anos de idade, em todos os municípios.

“Seguimos trabalhando firmes na distribuição. Nosso sistema de logística é extremamente rápido, possibilitando que as remessas das doses cheguem a todas as regiões e todas as cidades do Estado. Isso vai permitir a vacinação dos grupos prioritários com agilidade e eficiência”, destacou o governador Paulo Câmara.

O secretário de Saúde do Estado, André Longo, reforçou a importância de dar prosseguimento à imunização dos trabalhadores de saúde. “As doses da AstraZeneca seguiram para todas as Gerências Regionais de Saúde nesta quarta-feira. Já o quantitativo do Butantan será encaminhado a partir da manhã desta quinta-feira. Importante lembrar que o lote do Butantan é para ambas as doses, e os municípios receberão as duas já nessa entrega”, explicou.

Nas remessas anteriores, o estado recebeu do Ministério da Saúde mais de 593 mil unidades de vacinas contra a Covid-19, sendo 427.560 unidades da Sinovac/Butantan, utilizadas para ministrar as duas doses, e 166 mil da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, apenas para a primeira dose. O Ministério informou que encaminhará a segunda dose posteriormente.

Pernambuco recebeu, na noite desta quarta-feira (24.02), mais 48 mil unidades da vacina Sinovac/Butantan, o que possibilitará avançar na proteção dos trabalhadores de saúde em ambas as doses, beneficiando todo o território pernambucano. Com os imunizantes que chegaram ao Aeroporto Internacional dos Guararapes às 20h, Pernambuco finalizou o dia com mais 130 mil doses de vacinas contra a Covid-19. Pela manhã, já haviam chegado 82 mil unidades da farmacêutica AstraZeneca/Universidade de Oxford, desenvolvidas em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e produzidas pelo Instituto Serum, na Índia, que garantirão a primeira dose para idosos entre 80 e 84 anos de idade, em todos os municípios.


“Seguimos trabalhando firmes na distribuição. Nosso sistema de logística é extremamente rápido, possibilitando que as remessas das doses cheguem a todas as regiões e todas as cidades do Estado. Isso vai permitir a vacinação dos grupos prioritários com agilidade e eficiência”, destacou o governador Paulo Câmara.



O secretário de Saúde, André Longo, reforçou a importância de dar prosseguimento à imunização dos trabalhadores de saúde. “As doses da AstraZeneca seguiram para todas as Gerências Regionais de Saúde nesta quarta-feira. Já o quantitativo do Butantan será encaminhado a partir da manhã desta quinta-feira. Importante lembrar que o lote do Butantan é para ambas as doses, e os municípios receberão as duas já nessa entrega”, explicou.


Nas remessas anteriores, o estado recebeu do Ministério da Saúde mais de 593 mil unidades de vacinas contra a Covid-19, sendo 427.560 unidades da Sinovac/Butantan, utilizadas para ministrar as duas doses, e 166 mil da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, apenas para a primeira dose. O Ministério informou que encaminhará a segunda dose posteriormente.




Fotos: Hélia Scheppa/SEI.


Deputado Fernando Rodolfo (PL-PE) é relator do processo contra Daniel Silveira na Comissão de Ética da Câmara

O presidente do Conselho de Ética da Câmara, Juscelino Filho (DEM-MA), anunciou os nomes dos relatores dos processos contra os deputados federais Daniel Silveira e Flordelis. O pernambucano Fernando Rodolfo (PL-PE) será o responsável por relatar o caso do deputado federal bolsonarista. Nos bastidores, ele já era apontado como o favorito da lista tríplice para ocupar o posto. 

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados instaurou ontem processo disciplinar contra os parlamentares por quebra de decoro parlamentar. Os procedimentos podem levar os parlamentares a perder o mandato.

A representação contra o deputado Daniel Silveira foi formulada pela Mesa Diretora da Câmara. Também apresentaram um documento pedindo a cassação do deputado seis partidos. Silveira responderá ao processo em razão de um vídeo onde agride verbalmente e incita violência contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

O deputado também exaltou o Ato Institucional (AI-5), instrumento de repressão usado durante a ditadura militar, que fechou o Congresso e cassou mandatos de juízes e parlamentares.

Fonte: Folha de Pernambuco.

Municípios pernambucanos realizam adesão ao Cidade Pacífica, do MPPE


O Cidade Pacífica, projeto do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) que incentiva municípios pernambucanos a desenvolverem ações concretas de promoção da sensação de segurança, iniciou tratativas com o Consórcio Intermunicipal de Segurança Pública e Defesa Social de Pernambuco (Conseg/PE), que hoje é integrado por 11 municípios e prevê a adesão de vários outros. Com a ação, as cidades que ainda não tenham aderido ao projeto passarão a desenvolver ações integradas de combate à violência.

“O Cidade Pacífica é ação do planejamento estratégico do MPPE, introduzindo novas medidas e indicadores, como o ranking periódico dos municípios que aderiram ao projeto e reduziram a criminalidade. A segurança começa pelo município. Se ele não se preocupar, o estado não consegue absorver essa demanda toda. Na esfera estadual, contamos com o Pacto pela Vida, que tem foco maior na repressão, cabendo aos municípios a colaboração nesse processo por meio da adoção de medidas preventivas. O MPPE entende essa importância dos gestores municipais no processo de construção da cultura de paz e mantém diálogo constante com os prefeitos para propor atitudes simples e de baixo custo, mas que podem modificar a vida da população. Essa é a base do projeto Cidade Pacífica”, disse o coordenador do projeto, o assessor técnico da Procuradoria-Geral de Justiça de Pernambuco, Luis Sávio Loureiro
 
“Pela primeira vez um grupo de cidades, já consorciadas e de diversas regiões do Estado, poderão adotar ações conjuntas e otimizadas, criando mais uma força para o enfrentamento à violência urbana e rural. Isso irá facilitar o compartilhamento das medidas, estimulando uma participação mais efetiva dos municípios na resolução dos problemas que lhes são comuns”, concluiu Loureiro. O Conseg/PE, hoje, é integrado pelas cidades de Agrestina, Altinho, Jurema, Lajedo e Toritama, no Agreste; Catende, Cupira, Maraial e Palmares, na Zona da Mata; além de Betânia, no Sertão, e Moreno, na Região Metropolitana do Recife. 
 
Com o Cidade Pacífica, as cidades que integram o Conseg/PE estarão comprometidas em apresentar medidas distribuídas em eixos temáticos: Guarda municipal pacificadora; Segurança nos estabelecimentos comerciais/bancários; Esporte pacificador/Cultura/Lazer; Mesa municipal de segurança; Proteção integrada pacificando escolas; Empresas solidárias; Transporte pacificador; Iluminação pacificadora; Pacificando Bares e similares (operação Bar Seguro); e Juntos pela segurança na saúde / Covid-19, dentre outras.

Fonte: Assessoria de Comunicação MPPE.
 

Oposição pede devolução de MP da Eletrobras

Os líderes da oposição solicitaram, nesta quarta-feira (24), a devolução imediata da medida provisória 1.031/2021, que trata sobre a privatização da Eletrobras. Em ofício enviado ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (), os parlamentares afirmam que o texto entregue pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional na noite de ontem (23) não atende ao requisito da urgência necessário para a publicação de qualquer MP e também por ser inconstitucional. 

“Sempre que o governo provoca uma crise que abala a confiança do mercado financeiro, como ocorreu com a troca de comando da Petrobras, usa mão da proposta de privatização da Eletrobras. O governo não pode se desfazer de uma empresa lucrativa e um patrimônio estratégico para os interesses e a soberania nacional, especialmente no momento de crise que estamos vivendo e sem a ampla discussão com a sociedade”, criticou Danilo Cabral, líder do PSB na Câmara dos Deputados e um dos signatários do documento. 

Segundo os líderes da oposição, a MP não dispõe de qualquer sinalização que justifique o cumprimento real do requisito da relevância e, mais especialmente, do requisito da urgência. O conteúdo é praticamente idêntico ao texto do projeto de lei 5.877, enviado pelo mesmo governo ao Congresso Nacional em 2019. E também similar à proposta (PL 9463/18) enviada pelo Governo Michel Temer ao Parlamento. “Portanto, temos que pelo próprio entendimento do governo tal conteúdo não contém a relevância ou urgência que enseje a edição de medida provisória. Principalmente no contexto pandêmico da atualidade, que exige medidas efetivas e atenção integral do Governo e do Congresso Nacional”, diz trecho do ofício. 

A MP busca acelerar a privatização da Eletrobrás, permitindo que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) inicie os estudos para que a União, hoje detentora de 60% das ações da empresa, abra o capital. O texto prevê também que o governo mantenha poder de veto sobre decisões da estatal por meio de ações preferenciais, as chamadas golden shares. 

Além de violar a Constituição pela ausência do requisito de urgência e relevância, os líderes da oposição alegam que a MP, que traz a força de lei de cumprimento vigente imediato, gera profunda insegurança jurídica, em razão da permitir a formalização de contratos antes do crivo do Congresso Nacional a respeito do tema, colocando em risco o patrimônio público e atentando contra o Estado Democrático de Direito, na medida em que usurpa competência do Congresso Nacional.

“Esse é um assunto, diante de sua complexidade, precisa ser discutido no Parlamento sem açodamento. A venda de uma estatal não deve ser viabilizada apenas para gerar caixa ao governo em meio a uma crise econômica. Há outras formas de aumentar a arrecadação, como, por exemplo, promovendo um ajuste fiscal”, encerra Danilo Cabral. 

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Fonte: Assessoria de Comunicação.

Secretário Rodrigo Novaes visita São Benedito do Sul e inaugura CAT


Nesta terça-feira (23), o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes, realizou visita técnica no município de São Benedito do Sul, na Zona da Mata Sul. Na ocasião, foi inaugurado o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) da cidade.

“Nossa equipe esteve no município na semana passada para observar e mapear as necessidades e potencialidades do destino. Hoje, vim pessoalmente para conhecer as belezas de São Benedito e inaugurar o Centro de Atendimento ao Turista do município, juntamente com o prefeito Juninho Amorim e o secretário de Turismo, Rafael Souza. Agora, São Benedito também distribui o  Passaporte Pernambuco”, comentou Rodrigo Novaes. 

O Centro de Atendimento ao Turista de São Benedito do Sul fica localizado na Rua Dom Moura S/N, Centro. O espaço recebeu toda folheteria promocional da Empetur, além do Passaporte Pernambuco.


Fotos: Francisco Andrade

Fonte: Assessoria de Imprensa.

Mais 82 mil doses de vacina chegam a Pernambuco e serão destinadas aos idosos

Mais 82 mil doses de vacinas contra a Covid-19 chegaram a Pernambuco na manhã desta quarta-feira (24.02). O imunizante é da farmacêutica AstraZeneca e da Universidade de Oxford, desenvolvido em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e produzido pelo Instituto Serum, na Índia. Com isso, sobe para 593.560 o número de doses já recebidas pelo Programa Estadual de Imunização (PNI-PE) desde o dia 18 de janeiro. O novo lote vai ampliar a vacinação, garantindo a primeira dose da vacina para idosos entre 80 e 84 anos de todos os municípios do estado.

O governador Paulo Câmara ressaltou a importância desse novo lote, sobretudo diante da curva de aceleração da doença no Brasil. “Para se ter uma ideia da importância de vacinarmos todos os idosos com mais de 80 anos, 20% dos nossos leitos de UTI estão ocupados por pessoas dessa faixa etária. Nosso esquema de logística já está em ação e, a partir de amanhã, todos os 184 municípios já poderão vacinar esse novo grupo”, afirmou Paulo Câmara, acrescentando que a velocidade da vacinação no País ainda está muito aquém do necessário. “Mas estamos redobrando nossos esforços de distribuição e ajustando a divisão por cidade, para ampliar ao máximo o número de beneficiados”, completou.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, a destinação desse lote do imunizante ao grupo de idosos já estava pactuada na Comissão Intergestores Bipartite (CIB) desde a última semana. “Alguns municípios já iniciaram as ações nessa faixa etária e poderão concluir. Ou, se já tiverem finalizado, podem ampliar para outras faixas etárias de idosos, seguindo a ordem de prioridades repassada pelo Ministério da Saúde”, detalhou Longo.

Nas quatro entregas anteriores, o estado recebeu do ministério da Saúde mais de 511 mil unidades de vacinas contra a Covid-19, sendo 427.560 unidades da Sinovac/Butantan, utilizadas para as duas doses, e 84 mil da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, apenas para a primeira dose, e o órgão federal informou que encaminhará a segunda dose posteriormente. Com as unidades recebidas, já é possível atender 60% dos trabalhadores de saúde e 100% dos idosos em instituições de longa permanência, pessoas com deficiência que vivem em abrigos e população indígena em ambas as doses, além de 100% dos idosos a partir dos 85 anos com a primeira dose.

“Os municípios pernambucanos têm avançado em suas ações de acordo com a disponibilidade de doses que estão chegando do Ministério da Saúde. Nas nossas reuniões da CIB, temos destacado sempre a importância do planejamento das atividades para otimizar o uso da vacina e evitar perdas, podendo beneficiar todos os que estão inclusos nos grupos prioritários que já estão sendo atendidos na campanha”, frisou André Longo. Segundo o secretário, há a previsão de chegada, em breve, de mais uma remessa de doses da Sinovac/Butantan, e o Governo do Estado espera que o Ministério da Saúde envie um cronograma com mais datas de entrega, para que sejam planejadas as próximas ações junto com os gestores municipais.

DOSES APLICADAS – De acordo com o balanço epidemiológico divulgado nesta terça-feira (23.02), Pernambuco já aplicou 354.132 doses da vacina contra a Covid-19, das quais 268.846 foram primeiras doses. Ao todo, a primeira dose foi aplicada em 145.116 trabalhadores de saúde; 23.841 indígenas aldeados; 5.587 idosos em Instituições de Longa Permanência; 19.884 idosos entre 80 e 84 anos; 73.682 idosos a partir dos 85 anos, além de 736 pessoas com deficiência abrigadas em instituições. Em relação à segunda dose, já foram beneficiados 60.703 trabalhadores de saúde; 21.007 povos indígenas aldeados; 3.452 idosos em instituições e 124 pessoas com deficiência em abrigos, totalizando 85.286 pessoas que finalizaram o esquema de vacinação.

 

Fotos: Aluísio Moreira/SEI.

'Doença da urina preta': irmãs são internadas em hospital no Recife depois de comer peixe, diz família

Flávia Andrade, de 36 anos, está internada em um quarto no Hospital Português, no Recife — Foto: Reprodução/WhatsApp

Duas irmãs foram internadas em um hospital particular no Recife ao se sentir mal e apresentar dores, após comer peixe da espécie arabaiana. Segundo a família delas, os médicos confirmaram o diagnóstico de Síndrome de Haff, conhecida como "doença da urina preta"O governo de Pernambuco informou que investiga cinco casos dessa doença rara.

A empresária Flávia Andrade, de 36 anos, e a irmã dela, a médica veterinária Pryscila Andrade, de 31 anos, chegaram ao Hospital Português, no bairro do Paissandu, na área central da capital pernambucana, no dia 16 de fevereiro.

A internação ocorreu horas após almoço, que tinha no cardápio o peixe arabaiana, também conhecido como "olho de boi", de acordo com a mãe das pacientes, a empresária Betânia Andrade. O alimento foi comprado no bairro do Pina, na Zona Sul da capital.

"Flávia fez um almoço na última quinta-feira e convidou eu e Pryscila. Além de nós, tinha o filho de Flávia, de 4 anos, e duas secretárias. Os cinco comeram o peixe, menos eu. Quatro horas depois, Pryscila enrijeceu toda, teve cãibra dos pés até a cabeça e não conseguia andar. Meu neto, de madrugada, teve dores abdominais e diarreia, e as duas secretarias sentiram dores nas costas", disse. 

Irmã das duas pacientes, a enfermeira e estudante de medicina Aline Andrade gravou um vídeo falando sobre o caso. "As minhas irmãs comeram esse peixe e ele está aparentemente associado a uma toxina que leva à Síndrome de Haff. Elas consumiram esse peixe e, quatro horas após, apresentaram os sintomas. É um período muito curto, é uma doença rara. A minha irmã [Pryscila] teve um quadro de dor muito grande, ficou rígida, caiu dura no chão", contou Aline Andrade, irmã das pacientes. 

Ainda de acordo com a mãe delas, o diagnóstico da doença de Haff foi informado pelo hospital no sábado (20), 48 horas após as duas filhas dela darem entrada na unidade.

"Flávia foi visitar Pryscila na UTI [Unidade de Terapia Intensiva] e escutou o médico conversando com outra pessoa sobre uma doença associada ao consumo de arabaiana. Ela interrompeu a conversa e contou que tinha comido, com a irmã, esse peixe. Foi quando ele diagnosticou a síndrome de Haff em Pryscila e encaminhou Flávia para fazer exames, sendo internada no quarto, pois ela não aceitou ir para a UTI", disse. 

A mãe também contou que, nesta terça-feira (23), Flávia continua no quarto e Pryscila e permanece na UTI. 

"Flávia está no apartamento, pois baixaram as taxas dela, como de leucócitos. Já as taxas de Pryscila continuam altas, pois ela comeu uma porção maior do peixe e está com o fígado comprometido, os rins paralisados e com água no pulmão", afirmou Betânia. 

Procurado pela reportagem, o Hospital Português afirmou que não tem "autorização da família para envio de boletim médico" sobre o estado de saúde das duas irmãs. 

A mãe das duas pacientes fez um apelo para que informações sobre a doença sejam mais divulgadas para a população com o objetivo de evitar que casos assim voltem a acontecer. 

“Essa é uma síndrome pouco conhecida, inclusive nos hospitais, é uma raridade. A fiscalização tem que bater em cima, pois estamos na Quaresma, quando se come muitos peixes e crustáceos. A população precisa fica ciente que pode haver uma infecção”, relatou Betânia.

Casos da doença em Pernambuco 

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que, no fim da tarde da segunda-feira (22), "foi notificada, pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) do Recife, de cinco casos de mialgia aguda, suspeitos para doença de Haff". 

A pasta explicou que dá apoio técnico para a investigação epidemiológica conduzida pela secretaria municipal de Saúde do Recife. 

"Após a notificação, a SES orientou sobre a investigação epidemiológica de todos aqueles que consumiram o alimento, assim como a coleta do referido insumo para encaminhamento ao Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE) para que sejam providenciadas as análises laboratoriais. A doença de Haff é caracterizada pela presença de toxina biológica presente em pescados", disse. 

Ainda segundo a secretaria, Pernambuco registrou, entre 2017 e 2021, 15 casos da doença, sendo dez confirmados (quatro em 2017 e seis em 2020) e cinco em investigação (em 2021). 

"Por meio da Rede de Centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Rede Cievs), acompanha e mantém toda rede de serviços de atenção e vigilância do Estado alerta para a notificação de casos suspeitos da doença", afirmou. 

Também por meio de nota, a Secretaria de Saúde do Recife disse que "os casos estão sendo investigados pela Vigilância Epidemiológica do município".

LEIA AINDA sobre "O que se sabe sobre a doença"  e "Orientações gerais para a população e aos profissionais de saúde", na matéria completa do G1-PE.

Fonte: G1-PE.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Governo proíbe atividades econômicas em 63 cidades, entre 20h e 5h, a partir desta sexta-feira, por causa da Covid-19

SURUBIM está entre as cidades atingidas pelas restrições impostas pela 'segunda onda' da pandemia

O Governo de Pernambuco determinou – após análise do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 – que a partir da próxima sexta-feira (26.02), até o dia 10 de março, todas as atividades econômicas e sociais estarão proibidas, entre 20h e 5h, nos 63 municípios das II, IV e IX Gerências Regionais de Saúde (Geres), com sedes em Limoeiro, Caruaru e Ouricuri, respectivamente. Nos próximos dois finais de semana, as atividades estarão proibidas entre 17h e 5h, quando apenas serviços essenciais poderão continuar funcionando.

O anúncio foi feito pelo governador Paulo Câmara, em pronunciamento nesta terça-feira (23.02). Os números crescentes da pandemia e a lotação acima de 90% dos leitos nessas três Geres justificaram a medida restritiva. “A nova aceleração da doença tem superlotado os sistemas de saúde, e vem repetindo o mesmo caminho de 2020, começando pelos estados do Norte e, agora, chegando com força ao Nordeste”, afirmou Paulo Câmara.

Além disso, também foi anunciada a prorrogação da proibição de eventos por mais 15 dias, valendo para todo o estado. Da mesma forma, o retorno às aulas nas escolas públicas municipais permanece suspenso até o dia 12 de março.

O governador reforçou que o estado segue monitorando diariamente os números da Covid-19. “Caso o índice de ocupação de leitos de UTI permaneça subindo, teremos que tomar medidas ainda mais duras nos próximos dias”, advertiu. Segundo Paulo Câmara, durante os 11 meses de luta contra o novo coronavírus, Pernambuco montou a segunda maior rede de UTIs do País, com leitos no Recife e em mais 15 cidades, do litoral ao Sertão.

II GERES

Municípios (20): Bom Jardim, Buenos Aires, Carpina, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, João Alfredo, Lagoa de Itaenga, Lagoa do Carro, Limoeiro, Machados, Nazaré da Mata, Orobó, Passira, Paudalho, Salgadinho, Surubim, Tracunhaém, Vertente do Lério, Vicência.

IV GERES

Municípios (32): Agrestina, Alagoinha, Altinho, Barra de Guabiraba, Belo Jardim , Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Camocim de São Felix, Caruaru, Cupira, Frei Miguelinho, Gravatá, Ibirajuba, Jataúba, Jurema, Panelas, Pesqueira, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Uma, São Caetano, São Joaquim do Monte, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Toritama, Vertentes.

IX GERES

Municípios (11): Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena, Trindade. 

Fonte: SEI - Secretaria Estadual de Imprensa.

:

Reeleita, prefeita de Surubim, Ana Célia Farias(PSB), não recontrata funcionários demitidos da primeira gestão

Ao contrário da prefeita reeleita de Surubim Ana Célia Farias(PSB), que iniciou o ano com emprego certo até 2024 e salário garantido na conta bancária pelos próximos 48 meses, os funcionários contratados pela prefeitura começaram 2021 desempregados. 

Com o término da primeira gestão, em dezembro de 2020, todos foram automaticamente exonerados. De acordo com apuração da nossa reportagem, que ouviu alguns dos afetados pela medida, "em reserva", ''havia a promessa de que os funcionários que 'chegaram junto' da prefeita durante a campanha, deveriam aguardar em casa que seriam reconvocados por meio de um telefonema".  

Passados quase dois meses do segundo governo, "só que as pessoas continuaram aguardando, e até hoje, algumas ainda aguardam, com a expectativa de voltar porque fizeram parte do grupo político, fez parte da campanha, trabalharam os quatro anos da gestão, mas até agora não foram colocados novamente".

Os cortes de funcionários teriam afetado sobretudo as pastas da Ação Social, Educação e Saúde. Não se tem dados oficiais, mas estima-se que o número de atingidos pelo desemprego gire na casa das centenas. 

"Só os funcionários essenciais para manter a máquina pública funcionando e de setores estratégicos ficaram trabalhando direto de uma gestão para outra. Passaram quase um mês trabalhando de maneira informal, mas já tiveram a situação regularizada". 

"Mas muito contratado ainda está de fora, muito mesmo, não são poucos não. Um ou outro, voltou a trabalhar. Assistência Social, quase todos ainda estão de fora. Saúde, funciona o essencial. Só estão chamando o que está precisando mesmo, de extrema necessidade." 

"Alguns professores contratados vão ficar de fora, porque os professores efetivos, que estavam à disposição, em outros municípios, mas o prefeito perdeu, vão voltar para a rede municipal de Surubim". 

"Mas soube que vão começar a chamar mais alguns agora no final de fevereiro, começo de março". 

O desemprego e a expectativa por uma possível volta ao batente tem causado aflição. Com quase dois meses sem renda, o bolso aperta e a preocupação toma conta.

"As pessoas estão com medo de entrar em depressão, estão ansiosas, esperando o celular chamar, e nada".

"Tem muita gente que balançou a bandeira e não foi chamada. Estava trabalhando, acabou o contrato e não foi renovado".

"Estão sentindo falta do salário, a situação vai apertando, as contas vão atrasando, o armário fica vazio... as pessoas que não votaram ficam decepcionadas". 

Como alternativa para tentar voltar, muitos estão pedindo apoio aos vereadores da base para intercederem. Outros, fazem peregrinação na casa da prefeita ou no gabinete, na tentativa de tentar pedir o emprego de volta.

Ainda nos bastidores, afirma-se que o número de contratados deve sofrer ajustes e ser reduzido nesta segunda gestão. Além de excluir "os contra" deve-se considerar que a máquina da primeira gestão estaria inchada, sobretudo no último ano. 

"Havia, por exemplo setores com seis digitadores. Hoje, o mesmo trabalho vai ser feito por, no máximo três pessoas." 

"Eu recebi o telefonema, graças a Deus voltei a trabalhar". Mas o que seria motivo de alívio, para alguns, estaria vindo acompanhado de assédio moral.

Diante do quadro óbvio de poucos recontratados, os que conseguem o emprego de volta estariam "sendo constrangidos, com ameaça de demissão".

OUTRO LADO - nossa reportagem entrou em contato com a prefeitura de Surubim, por meio da Assessoria de Imprensa, por diversas vezes, mas não recebemos respostas dos questionamentos enviados. 


Foto: Arquivo / Divulgação Prefeitura

Da Redação, Alberico Cassiano. 

Após mais de três décadas, prefeito de Bom Jardim prestigia abertura do ano Legislativo

 

A Câmara de Vereadores de Bom Jardim realizou a abertura do ano Legislativo, nesta segunda-feira (23). Comandada pelo presidente da Casa, Lenilson do Posto (PSC), a sessão contou com a presença de todos os vereadores e, após mais de três décadas, foi prestigiada pelo prefeito.

O último chefe do Executivo que havia comparecido a esta cerimônia foi o então prefeito Sebastião Rufino, há 32 anos. Hoje, o professor Janjão (PL), aos 34 anos de idade, resgatou a cordialidade entre os poderes, acompanhado do secretariado, destacou a importância e pregou união com o Legislativo, e externou a disposição de governar em parceria com os integrantes da Câmara.

“Esta distinta Casa, ao longo de décadas, tem sido palco das mais importantes decisões no âmbito democrático do nosso município, com um relevante trabalho junto à sociedade bom-jardinense. Desejo a todos vocês, um excelente trabalho, para que esse povo possa se sentir orgulhoso do trabalho de cada um, ao longo dessa Legislatura. É compromisso da gestão e de cada secretário fazer o melhor. Eu quero que essa Câmara, quem se elegeu no palanque do ex-gestor, ou no meu palanque, se integre, e faça uma Câmara de união, de parceria, porque o bem maior de todos nós aqui, é o povo de Bom Jardim. Eu tenho certeza, que a união de todos fará com que Bom jardim cresça, sem distinção partidária”, destacou o prefeito, saudando cada um dos parlamentares.

Professor Janjão também aproveitou a oportunidade para destacar as ações que a gestão está promovendo, em menos de dois meses desde a posse, a exemplo investimentos em Saúde, implantação de novo modelo de coleta de lixo e ações de combate aos efeitos da seca, com reforço emergencial no abastecimento d’água. O prefeito Janjão esteve acompanhado com os secretários de Administração e Gestão, Josevaldo Santana, Desenvolvimento Econômico, Célio Borges, Governo, Miguel Barbosa, Controlador Interno, José Isaque, e o Procurador Jurídico, Guilherme Adrião.

O presidente da Câmara, vereador Lenilson do Posto, frisou a importância dos vereadores atuarem “com o hino do município no coração” e lembrou que as pessoas de bem e que acreditam no futuro melhor, tornou um sonho realidade.     

“Nosso hino diz, ‘Bom Jardim, ei de te amar’. E quando a gente ama, uma pessoa, uma coisa, a gente defende com unhas e dentes e procura fazer o melhor por ele. Guardemos essa estrofe em nossos corações. Então, desejo que a gente possa fazer nesse mandato um Bom Jardim diferente, muito melhor para toda população. A gente travou uma luta contra a corrupção, contra tudo de ruim. Pessoas torcendo contra, sempre vai haver, é normal na política. A gente formou nosso time, com poucas pessoas, mas com cidadãos de bem, que acreditavam num futuro melhor. Antes era um sonho, hoje é realidade, você está na posição de prefeito”, afirmou.

Além do presidente da Câmara, estiveram presente na sessão os vereadores Adeildo do Toyota (PSD), Ana Nery de João Pretinho (PP), Bia da Toyota (PT), Irmão da Bia Moto (PSD), Genir Barrão (Podemos), Jêssica (PSC), Júnior de Cuxilio (Podemos), Jurandir de Bizarra(PL), Mudin de Bento (PL), Ninha de Tuquinha (PP), Misso do Posto (PP) e Valéria Lira (PSD).

Fotos: Ênio Andrade.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Danilo Cabral critica fim de piso de gastos para saúde e educação


A divulgação do relatório da PEC Emergencial, nesta segunda-feira (22), causou reação dos parlamentares. Líder do PSB na Câmara dos Deputados, Danilo Cabral afirmou que a proposta de extinguir o piso para gastos de saúde e educação vai provocar o subfinanciamento destas áreas. O parlamentar defende que o pagamento do auxílio emergencial não pode estar condicionado a cortes em áreas essenciais para a população. Segundo ele, a saúde, a educação e a proteção social são três pilares necessários ao país, especialmente por causa da pandemia, que, "na verdade, deveriam passar por ampliação de gastos e não o contrário". 

"Desde que chegou ao governo, o ministro Paulo Guedes tenta emplacar a desvinculação do orçamento da Educação e Saúde. Tentou-se unificar os dois pisos em 2019 e, dessa vez, a proposta aparece no texto da PEC Emergencial como condicionante para a renovação do auxílio emergencial. A matéria não busca espaço fiscal para o pagamento do benefício, mas promove o desmonte de políticas públicas essenciais”, criticou Danilo Cabral. Ele é a favor da renovação do estado de calamidade para o pagamento do benefício no valor de R$ 600 neste primeiro semestre. 

A Constituição, atualmente, determina que a União deve destinar 15% de seus recursos para a saúde e 18% para a educação. Já os estados e municípios devem destinar 12% e 25%, respectivamente.  Os valores são corrigidos anualmente com base na inflação do ano anterior, como ficou estabelecido com a regra do teto dos gastos. 

“Somos contra a qualquer proposta de retirada de recursos de áreas que deveriam ser prioritárias no governo. Em meio à pandemia, desvincular recursos da saúde pode gerar um caos ainda maior do que estamos vivenciando no país”, avaliou Danilo Cabral. Segundo estudo do Conselho Federal de Medicina (CFM), o valor per capita para cobrir as despesas com saúde no Brasil é de R$ 3,83 por dia, considerando os três níveis de gestão, federal, estadual e municipal. É um dos menores do mundo. 

Danilo Cabral também ressaltou os dados divulgados hoje sobre a execução orçamentária do Ministério da Educação. Na educação básica, o governo federal fez o menor investimento da década. “Essa é uma área que, além de falar para o futuro do país, foi uma das mais atingidas na pandemia, com milhares de crianças fora da escola e sem acesso ao conteúdo, mesmo à distância, por causa de desigualdades sociais. O governo federal, mais uma vez, vai na contramão dos outros países: ao invés de ampliar os investimentos do Estado, pretende reduzi-los”, declarou Danilo Cabral. 

O deputado reforça que o ajuste fiscal não pode ser feito promovendo o subfinanciamento da saúde, educação e proteção social. “Nós, do PSB, temos uma proposta clara para a criação de uma alternativa para o financiamento do auxílio emergencial: a taxação de grandes fortunas e de lucros e dividendos, conforme defendido pelo FMI (Fundo Monetário Internacional). Falta ao governo vontade política para fazer as escolhas. Temos visto que a prioridade é sacrificar ainda mais os vulneráveis”, completou. 

O texto do senador Márcio Bittar (MDB-AC) só chegará à Câmara dos Deputados após a análise da proposta pelo Senado. A expectativa é de que ele seja votado na próxima quinta-feira (25). 


Foto: Chico Ferreira

Fonte: Assessoria de Comunicação.

Compesa conclui intervenções na barragem Morojozinho e divulga esquema de abastecimento para Nazeré da Mata


Desde o anúncio da Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) sobre o período de baixas precipitações também para a Mata Norte do Estado, o Governo de Pernambuco está empenhado na questão do abastecimento de água para a população. A Compesa planejou uma série de investimentos para ampliar a oferta de água na região e vem intensificado o monitoramento do volume dos mananciais. Como anunciado na semana passada pela presidente da Companhia, Manuela Marinho, em agenda com as prefeituras da região, foram realizadas intervenções para a melhoria da captação de água da Barragem Morojozinho, localizada no município de Buenos Aires, dando mais confiabilidade para o cumprimento do novo regime de distribuição de água da cidade de 3 dias com água para 10 dias sem.

Os serviços executados pela Compesa, em parceria com a prefeitura municipal, foram para remoção de um maciço de terra que impedia que a água disponível no manancial chegasse ao ponto de captação, conforme explica o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Mozart Alencar. “Como o nível da barragem baixou consideravelmente, percebemos que existia uma irregularidade no relevo que impedia que a água da bacia de acumulação chegasse ao ponto de captação de água. A partir daí, planejamos essa intervenção para que a água disponível voltasse a atender Nazaré da Mata. Foram horas intensas de trabalho, mas a equipe de campo conseguiu remover o maciço de terra e a água chegou da forma esperada ao ponto”, explicou Mozart.

Além desta intervenção, a Compesa deu início ao processo de reativação do Sistema de Abastecimento Usina Barra, outro projeto que vai contribuir para o aumento da oferta de água. A expectativa é que o sistema volte a operar em março, quando a Estação Elevatória de Água Bruta do Riacho Teitanduba, um afluente do Rio Siriji, ofertará 20 litros de água por segundo, ou seja, 25% da produção necessária para atender os moradores. Para reativação da unidade, novos equipamentos estão sendo adquiridos e um levantamento da estrutura da adutora também está sendo feito pelos técnicos da Companhia.

De acordo com a presidente da Compesa, Manuela Marinho, as ações propostas para o município vão ajudar a população a atravessar o período de escassez de chuvas com mais segurança hídrica. “Com esses investimentos para melhorar a oferta de água no município teremos condições de atender melhor os moradores até a próxima quadra chuvosa, prevista para iniciar em abril. Vale frisar que Morojozinho opera com apenas 11% da sua capacidade total de acumulação, no entanto, a Compesa desenvolveu soluções responsáveis para aplacar os impactos do período de escassez para a população preservando o manancial”, ponderou.

Da Assessoria de Imprensa.

Eduardo da Fonte solicita construção de ciclovia para beneficiar trabalhadores de Ipojuca


O deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) solicitou à prefeita de Ipojuca, Célia Sales, a construção de uma ciclovia ao longo da rodovia Frederico Loyo e da PE-09 para permitir o deslocamento em segurança de funcionários da rede hoteleira e turismo da região. A solicitação prevê ainda a ligação cicloviária entre a Estrada de Acesso para a Praia de Muro Alto e Camboa à PE-09.

O pedido é uma demanda de várias pessoas que trabalham na região e chegou ao parlamentar e ao presidente do Partido Progressistas no Recife, Luiz Eduardo da Fonte, através de um dos trabalhadores, Carlos Alberto dos Santos. A solicitação também foi encaminhada para a Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco.

“A região tem grande movimentação de funcionários do setor hoteleiro e de turismo, que é um importante setor da economia da cidade e do nosso estado. A construção da ciclovia trará mais segurança para que essas pessoas possam se deslocar e seguirá a tendência do mundo inteiro que é de um meio de transporte mais sustentável e menos poluente”, explicou Eduardo da Fonte.


Fonte: Assessoria de Imprensa

Prefeitura de Surubim fará empréstimo de R$ 1,9 milhão no Banco do Brasil

A prefeita de Surubim, Ana Célia Farias(PSB), vai fazer empréstimo de R$1,9 (um milhão e novecentos mil reais) para comprar 'máquinas pesadas' para o município. 

A transação financeira foi autorizada pela Câmara de Vereadores.

De acordo com o texto do Projeto de Lei 002/2021, a 'Chefe do Poder Executivo fica autorizada a abrir créditos adicionais' para pagar a 'operação de crédito ora autorizada'.

Ainda de acordo com o texto o "pagamento do principal, juros bancários e demais encargos financeiros e despesas da operação", "fica o Banco do Brasil autorizado a debitar na conta-corrente do Município, mantida na agência".

Aprovado pela Câmara, o Projeto-Lei que autoriza o Município a contrair débito de R$1,9 milhão no Banco do Brasil para comprar máquinas pesadas foi assinado no dia 10 de fevereiro, pela prefeita Ana Célia Farias(PSB).     


Da Redação.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

Paulo Câmara coordena reunião de monitoramento das obras de infraestrutura no estado


O governador Paulo Câmara comandou, na manhã desta sexta-feira (19.02), reunião de monitoramento das metas pactuadas para requalificação da malha rodoviária estadual. No encontro, realizado na sede da Secretaria de Planejamento e Gestão do estado (Seplag), foram analisados os avanços dos investimentos, com as obras concluídas e em andamento, além das ações rotineiras de manutenção. 

“Com planejamento e execução da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, vamos investir na continuidade de obras importantes da malha rodoviária pernambucana. Isso é fundamental para garantir o desenvolvimento econômico de todo estado”, afirmou Paulo Câmara. 

Estão em andamento os serviços de implantação e pavimentação da VPE-674, que compreende o acesso a Lagoa do Barro, em Araripina; da PE-166, na segunda etapa, que vai de Serra dos Ventos, em Belo Jardim, até o distrito de Barra de Farias, em Brejo da Madre de Deus); e da PE-88, com o acesso a João Alfredo e sua interligação com o município de Salgadinho

Já as ações de reconstrução estão em andamento na PE-193 (Capoeiras/Caetés); PE-265 (entrada da BR-232 até Sertânia); PE-635 (Afrânio/Dormentes); PE-275 (Sertânia/Brejinho); além do acesso a Machados. As ações voltadas para a melhoria da mobilidade dos pernambucanos também incluem a recuperação estrutural de pontes, a cargo do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PE), que está executando obras nas pontes de Itamaracá, Santa Cruz do Capibaribe, Natuba (Vitória de Santo Antão) e Caxito (Ipojuca). 

De acordo com a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, além das ações em andamento em todas as regiões do Estado, outras estão previstas para começar no primeiro semestre de 2021. “Todas as ações, sejam da parte logística ou as que trazem impacto na mobilidade, no escoamento de produção e no potencial turístico das regiões, estão sendo acompanhadas pelo governador”, enfatizou. 

Participaram da reunião de monitoramento os secretários estaduais Alexandre Rebelo (Planejamento e Gestão), Décio Padilha (Fazenda), Geraldo Júlio (Desenvolvimento Econômico), José Neto (Casa Civil), além do procurador-geral do Estado, Ernani Medicis, e do diretor-presidente do DER-PE, Maurício Canuto. 

ENTREGAS Este ano, foi concluído o serviço de reconstrução da via de acesso a Cumaru, no Agreste. Em 2020, o Governo de Pernambuco finalizou as obras de recuperação da Ponte de Bodocó; da PE-460, no acesso a Conceição das Crioulas, em Salgueiro; a primeira etapa da implantação do pavimento da VPE-119, em Sapucarana; a primeira fase da reconstrução da PE-166, em Belo Jardim; a implantação e pavimentação da VPE 240, em Rainha Isabel; e o acesso a São Benedito do Sul. As ações contaram com um investimento de aproximadamente R$ 59 milhões, para a recuperação de 64,4 quilômetros de rodovias, contribuindo para o fortalecimento da economia e para a melhoria da vida das pessoas.


Fotos: Douglas Fagner/Seplag

Poeta Klébson Oliveira, de Casinhas, é atração da Feira Nacional de Poesia Popular


O poeta declamador e cordelista Klébson Oliveira, do município de Casinhas,  será uma das atrações da Fenapop 2021 - Feira Nacional de Poesia Popular, que costuma reunir alguns dos maiores nomes da mais autêntica poesia popular. 

A nova edição do evento acontece no próximo dia 03 de março, no Teatro do Bonsucesso, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Este ano, em virtude da pandemia, o evento será restrito ao grande público, mas contará com transmissão ao vivo, a partir das 14h, pelas redes sociais.

Klébson Oliveira participa do evento a convite de Ivanildo Vila Nova, uma das maiores referências do repente brasileiro.

Na programação, cantadores, violeiros, poetas, emboladores e repentistas do Nordeste, a exemplo de Raimundo Caetano, Felipe Pereira, Zé Cardoso, Curió Bela Rosa, Barra Mansa e do próprio Ivanildo Vila Nova.

FENAPOP 2021:

REPENTISTAS:
Ivanildo Vila Nova (PE)
Raimundo Caetano (PB)
Felipe Pereira (RN)
Zé Cardoso (CE)

EMBOLADORES:
Curió Bela Rosa
Barra Mansa

DECLAMADORES
Iponax Vila Nova (PB)
Klébson Oliveira (PE)

APRESENTAÇÃO:
Felizardo Moura

ORGANIZAÇÃO: Ângelo Filizola.

Fonte: Blog Mais Casinhas, de Charles Nascimento.

Celpe inicia entrega de refrigeradores para vacinas em Pernambuco

A Celpe iniciou, nesta sexta-feira (19), a doação dos 155 refrigeradores científicos destinados aos municípios pernambucanos para armazenar as vacinas contra a Covid-19. A primeira remessa desses equipamentos já se encontra no Recife e será entregue às unidades de saúde da Capital.

A distribuição será gradativa e a previsão é que as demais cidades contempladas com a doação devam receber as câmaras de refrigeração nas próximas semanas. Nos próximos 15 dias, mais 80 equipamentos chegarão ao Estado e serão enviados aos respectivos destinos. A iniciativa levou em consideração as cidades com os menores Índices de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) e faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) regulado pela Agência Nacional de Eficiência Energética (Aneel).

A doação desses equipamentos totaliza aproximadamente R$ 1,5 milhão, que se somam às outras ações já realizadas pela empresa voltadas ao combate da pandemia como a compra de testes em parceria com a Fiocruz e doação de respiradores, num montante que já alcança R$ 20 milhões nas distribuidoras da Neoenergia: Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP/MS).

“O nosso foco, desde o início da pandemia, é contribuir com o poder público na intenção de dar todo o apoio possível de concessão que necessitam dos refrigeradores adequados para o armazenamento da vacina. A iniciativa reafirma o compromisso social da Companhia com os pernambucanos no combate à covid-19, por isso estamos apoiando os municípios da nossa área”, afirma o presidente da Celpe, Saulo Cabral.

Os novos refrigeradores serão destinados aos municípios atendidos pela Celpe que possuem IDHM até 0,61. A instalação de cada refrigerador científico deve injetar no sistema elétrico uma carga de 89 kW e consumo anual de 781 MWh, que será compensado com o recolhimento, em cada município, de dois equipamentos de refrigeração antigos e doação de lâmpadas eficientes para postos de saúde, hospitais e para consumidores residenciais baixa renda.

Os refrigeradores científicos têm temperatura programável e constante entre 2°C e 8°C, além de alarmes para avisar em caso de interrupção de energia e baterias recarregáveis para suprir o frio em caso de eventual intercorrência, com autonomia de até 12 horas. Os equipamentos também possuem sensores e um sistema de alarme remoto à distância, que realiza chamadas telefônicas se houver uma queda de temperatura ou a bateria estiver em um nível baixo.

As câmaras de conservação são de fabricação nacional e têm capacidade de 280 litros, suficientes para armazenar cerca de 18 mil doses de 0,5 ml.

Sustentabilidade - Para receber os novos equipamentos, os governos municipais e estaduais devem entregar refrigeradores e freezers antigos para a Celpe. A companhia irá retirar substâncias como os gases CFC (clorofluorocarboneto), que podem contribuir com o efeito estufa, e fazer o descarte correto dos equipamentos. 

“Ao utilizar como estratégia o recebimento dos equipamentos de refrigeração antigos e não adequados para conservação das vacinas, estamos compensando o acréscimo de carga de 89 kW. A iniciativa da Celpe é de extrema importância social para as regiões onde atuamos e está alinhada aos compromissos do grupo de combate às mudanças climáticas e ao desperdício de energia”, enfatiza Ana Christina Mascarenhas, gerente de Eficiência Energética da Coelba. 

Troca de lâmpadas - Os municípios que vão receber os novos refrigeradores para vacinas contarão também com ações de trocas de lâmpadas por modelos de LED, mais eficientes. Ao longo de um ano e meio, serão substituídas cerca de 50 mil lâmpadas de postos e unidades de saúde e mais 15 mil diretamente para a população de baixa renda. Com isso, tanto as prefeituras quanto os moradores dessas cidades poderão economizar na conta de energia e adotar hábitos mais sustentáveis.

Da Assessoria de Imprensa.

Danilo Cabral diz que confirmação da prisão é garantir ordem democrática no país

A Câmara dos Deputados decidiu hoje manter a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), determinada pelo STF (Supremo Tribunal Federal). Em sessão semipresencial no plenário da Câmara, 364 deputados foram a favor da manutenção da prisão, 130 foram contra e 3 se abstiveram. 

Agora, além de processo no Conselho de Ética da Câmara que pode levar à cassação de seu mandato, Silveira ainda deverá ter de responder a uma ação no PSL que pode expulsá-lo do partido. O deputado também foi denunciado pela PGR (Procuradoria-Geral da República) e é alvo de dois inquéritos no Supremo — um por atos antidemocráticos e outro por fake news.

A bancada do PSB na Câmara Federal votou a favor da ratificação da prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ). “Não podemos assistir inertes à gestação de uma ruptura da ordem democrática no Brasil. A prisão do parlamentar representa um basta ao extremismo e ao autoritarismo”, afirmou Danilo Cabral, líder da bancada na Casa durante a votação nesta sexta-feira (19). A prisão foi confirmada pela maioria dos deputados, com 364 votos. 

Para Danilo Cabral, a decisão de hoje não se restringe à análise jurídica sobre os fundamentos que embasaram a prisão de Silveira. Também deve-se considerar as repercussões dessa deliberação sobre o funcionamento das instituições e a defesa da democracia. "A imunidade é uma garantia constitucional fundamental à independência do Parlamento, mas isso não significa que os parlamentares têm carta branca para atacar a tudo e a todos. São inconstitucionais as condutas e manifestações que atentem para destruir o regime democrático e suas instituições republicanas, pregando a violência e o arbítrio”, discursou. 



O líder do PSB destacou que o país precisa de estabilidade para superar as crises sanitária, social e econômica. “O Brasil precisa de diálogo e harmonia entre os poderes. Precisa das instituições funcionando plenamente. O extremismo e a polarização estão drenando nossas energias, quando o povo mais precisa de nós. Precisamos superar isso”, afirmou Danilo Cabral. 


A Constituição estabelece que deputados e senadores são invioláveis, civil e penalmente, por opiniões, palavras e votos e não poderão ser presos, salvo em flagrante de crime inafiançável. Nesse caso, os autos serão remetidos à Casa respectiva, para que a maioria absoluta decida, em voto aberto, sobre a prisão. Daniel Silveira foi preso em flagrante, na última terça-feira (16), pela Polícia Federal no âmbito de inquérito no Supremo Tribunal Federal que investiga notícias falsas. Ele gravou e divulgou vídeo em que faz críticas aos ministros do STF e defende o Ato Institucional nº 5 (AI-5), considerado um fato gravíssimo e para qual ser “imprescindíveis medidas enérgicas para impedir a perpetuação da atuação criminosa de parlamentar visando lesar ou expor . 


Foto: Reprodução da internet

Do Uol / Agência Câmara de Notícias / Assessoria de Imprensa.