terça-feira, 31 de janeiro de 2017

CARUARU : Prefeita Raquel Lyra cobra ao Governo do estado reforço urgente na segurança do Município


A prefeita de Caruaru Raquel Lyra foi ao Recife, na manhã desta terça-feira (31), para apresentar ao secretário estadual de Defesa Social, Ângelo Gioia oito itens que podem melhorar a situação da segurança na Capital do Agreste. Entre as demandas, a necessidade do 4º Batalhão exclusivo para o município e a extensão das atividades da Delegacia da Mulher para 24 horas diárias e nos finais de semana. A prefeita, que foi acompanhada do secretário municipal de Ordem Pública, Coronel Luís Aureliano, explicou ao secretário estadual o objetivo do plano municipal “Juntos pela Segurança”.  
“A atual gestão, que está à frente do executivo municipal há um mês, assumiu o papel que cabe ao município, não fugindo ao debate nem a adoção de medidas sob sua responsabilidade. Por isso, demos início a elaboração de um plano municipal, o “Juntos pela Segurança” que é um plano de participação popular que consolidará uma política pública voltada para a definição do papel do município na contribuição da tarefa da preservação da ordem pública, além de procurar desenvolver a responsabilidade cidadã da comunidade, bem como assumir compromissos com os órgãos responsáveis constitucionalmente pela segurança pública”, detalhou a prefeita.

O secretário Ângelo Gioia se colocou à disposição e apontou que Caruaru merece uma atenção especial pela sua importância na região. “Independente da sigla e do partido, todos terão nosso apoio e respeito. Eu me comprometo em dar uma resposta rápida e vamos discutir com o governador Paulo Câmara para avançar nessas demandas de importância para Caruaru. Serei o interlocutor para avançar nessas solicitações”, ressaltou.

A final da conversa, também ficou combinada, entre a prefeita e o secretário Ângelo Gioia, a participação do secretário municipal Coronel Luís Aureliano nas reuniões do Pacto pela Vida no que diz respeito aos interesses da região Agreste e a realização de um encontro do Pacto na cidade de Caruaru.



Fotos: Roberto Pereira Jr.
Fonte: Assessoria de Imprensa.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Fim de semana violento em Pernambuco: 53 homicídios em todo estado e 41 assaltos a ônibus no Grande Recife


Contra números não há argumentos, A violência em Pernambuco está cada vez maior. Nas últimas 72 horas, foram registrados 41 assaltos a ônibus e 53 homicídios, incluindo um duplo e um triplo homicídio.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 20 homicídios em todo estado. Foram 10 no interior e 10 no Grande Recife. Nas últimas 72 horas, foram 53 homicídios em todo estado, sendo 29 no interior e 24 na região metropolitana.

No bairro de Dois Unidos, quatro pessoas foram metralhadas foram metralhadas, quando voltavam de uma festa. Um casal morreu, e dois rapazes foram socorridas para o Hospital da Restauração.

Em Araçoiaba, seis homens com os rostos cobertos por camisetas, cercaram uma casa onde estavam três casais. Liberaram as três mulheres e mataram Genilson Cândido de Oliveira, 18 anos, Danilo José Silva de França, 20 anos, e Josafá Justino da Silva, de 17 anos, mortos a tiros, facadas e pauladas. Eles estariam envolvidos com roubo e desmanche de motos. A polícia encontrou peças de motos no local.


Os coletivos foram assaltados na Região Metropolitana do Recife. Só em Olinda, foram sete. Em janeiro, já são 313 ônibus assaltados,  contra 175 de janeiro do ano passado. Em dezembro de 2016, o mês que mais houve assalto nos ônibus, foram 217 registros.

Da Redação, com informações da Rádio Jornal.

domingo, 29 de janeiro de 2017

SURUBIM: Nova Avenida, comunidade carente 'no quintal da Prefeitura', aguarda visita da prefeita e equipe de secretários


Não é nada fácil a vida nas comunidades carentes das cidades do interior. Em Surubim, no Agreste Setentrional pernambucano, pessoas desassistidas padecem pelo descaso do poder público, clamam por condições mínimas de qualidade de vida e sonham com a oportunidade de ter um emprego para garantir o sustento da família com dignidade.

Esta é a síntese da vida de centenas de pessoas simples que moram nos bairros da periferia. Recentemente, a prefeita Ana Célia Cabral (PSB) esteve no Loteamento Baraúnas e comunidades vizinhas, acompanhadas por secretários, para mostrar de perto aos auxiliares, a realidade do quotidiano sofrido vivenciado pelos moradores.

"Com certeza, vou a todas as comunidades de Surubim. Não pretendo governar apenas dentro do gabinete, pois se não estivermos ouvindo e sentindo o sofrimento do povo, com certeza não iremos acertar", afirmou a prefeita à nossa reportagem. 


NOVA AVENIDA - a comunidade da Nova Avenida tem uma característica que a diferencia das demais: a localização. Fica praticamente no quintal da Prefeitura de Surubim, a cerca de 500 metros da sede do Poder Executivo local. Os moradores aguardam ansiosos a visita da prefeita e da equipe de secretários.


A necessidade de melhoria nos serviços públicos fica evidente. Logo em um dos acessos, o lixo se amontoa em uma esquina. Os moradores também sofrem com a falta d'água e destacam que o local carece de investimentos em infraestrutura, com obras de saneamento e calçamento de ruas.

As pessoas frisam ainda que o posto de saúde precisa de funcionar melhor e lembram que a maioria precisa do amparo dos programas sociais do governo, e, sobretudo, de emprego.


O servente João Leandro, enfrenta as dificuldades provocadas pelo desemprego. Sobrevive fazendo bicos e sonha conseguir um emprego para garantir o sustento da família. Ele e a companheira, Laís de Souza, tem uma responsabilidade recém chegada: a pequena Letícia Sofia.

"É difícil demais conseguir emprego, a situação da gente não é nada fácil. Gostaria muito de poder trabalhar como gari, já tentei algumas vezes nos últimos dois anos, mas não consegui. Agora, vou tentar novamente e desse vez espero consegui para a gente dá uma vida melhor para ela", afirma.


A dona de casa Suzane Andrade Silva, 40 anos, diz que o abastecimento d'água dificulta muito a vida dos moradores. "Antes da eleição, chegou água duas vezes na semana. Depois, passa mais de mês para pingar na torneira e tem casa que não chega já há dois meses", reclama.

A vizinha dela, Camila Barbosa, 28 anos, nasceu na Nova Avenida. Acha complicado conviver com o Matadouro Público na localidade. "Deveriam tirar o matadouro daqui, afinal é dentro da cidade. O mau cheiro é terrível, a sujeira que faz, a fumaça, tudo isso prejudica a gente demais", diz.



A moradora Odete Ricardo, ou 'irmã Neta', como é conhecida na comunidade, destaca que as pessoas precisam de oportunidade e que a prioridade da localidade é calçamento. "Aqui é muita gente que precisa de emprego. Gostaria que viessem calçar a rua, pois no papel já foi calçada, mas na prática nada foi feito", lamenta.


Na rua Antônio de Souza Leal, por exemplo, quando chove, fica intransitável. "No dia que chove, as pessoas simplesmente não conseguem passar. Fica impossível atravessar para levar as crianças para escola por aqui, porque a lama e o esgoto invadem tudo", conta a moradora Maria Dolores de Lima, mãe de três filhos.


O funcionário público municipal José Fernandes Barbosa, mora há mais de três décadas na Nova Avenida, lembra que o posto de Saúde que atende a localidade não funciona plenamente. "A verdade é que a gente se sente desprezado. O posto de saúde nem sempre tem médico, e quando tem, falta o remédio. Aí fica difícil, poque aqui o povo é carente mesmo e não pode comprar", afirma.


Também moradora há mais de trinta anos da comunidade, a dona de casa Estelita Cesária ainda cultiva o hábito de varrer a rua na frente da casa. Acha que o lugar pode ser mais limpo e diz que a realidade das pessoas, normalmente, é de dificuldade e sofrimento. "Meu marido mesmo está desempregado. Aqui, é muito sofrimento e muita gente em trabalhar, muita mãe de família que precisa de ajuda, de um Bolsa Família, para dá comida aos filhos, e simplesmente não tem. É difícil", desabafa.

Embora tenha anunciado que vai visitar todas os bairros carentes com a equipe, a prefeita de Surubim, ainda não anunciou quando as outras visitas vão acontecer , nem se vai visitar a comunidade carente mais próxima da Prefeitura. Os 'vizinhos' aguardam ansiosos.






  Da Redação.  

Casal é achado em carro trancado e dois homens são presos sob suspeita de sequestro no Recife


Dois homens foram presos após sequestrar um casal. O crime aconteceu na noite da última sexta-feira (27), mas os detalhes só foram divulgados na manhã deste domingo (29). 

Segundo policiais militares do 12º Batalhão, Bruce Wayne Ferreira Bezerra da Silva, de 27 anos, e Laércio Alves de Albuquerque, de 26 anos, foram detidos no bairro do Bongi, na Zona Oeste do Recife.

Os dois estavam ao lado de um carro quando se assustaram com o policiamento e fugiram. Ao revistar o veículo, os policiais encontraram as vítimas trancadas. 

Com a dupla, foram apreendidos uma espingarda calibre 12 e cartuchos, além de algemas e celulares. A PM acredita que a arma foi usada para realizar o sequestro.

Os dois suspeitos chegaram a correr da polícia, mas foram pegos logo em seguida. Com um deles, foi achada a chave do carro. Eles foram encaminhados para a Central de Plantões, onde foram autuados por extorsão mediante sequestro.

Fonte: Folha de PE / G1.

Doença desconhecida causa morte de gado no Agreste e preocupa criadores


Uma doença desconhecida tem causado a morte de bois, vacas e bezerros no município de Ibirajuba, no Agreste de pernambuco. O fato tem deixado os criadores de animais da região preocupados, já que a causa do enfraquecimento do gado ainda é desconhecida.

Há aproximadamente uma semana, os animais de André Simplício, por exemplo, começaram a ficar fracos e pouco tempo depois já estavam mortos.

"Está acontecendo uma doença aí... que de um dia para o outro o gado está morrendo. A gente tentou vacinar", disse emocionado.

O produtor rural sofre com a morte do gado e fica ainda mais preocupado porque investiu R$ 25 mil para ampliar a produção de leite. O criador viu esta produção reduzir quase pela metade desde que os animais começaram a adoecer. De acordo com André, antes eram produzidos 280 litros de leite por dia - agora são 110.
Os criadores estão buscando possíveis respostas que justifiquem o que está causando a doença no gado. Como nenhum veterinário foi realizar exames, os donos dos animais levaram um bezerro com os sintomas da doença desconhecida para ser avaliado na Universidade Federal Rural de Pernambuco em Garanhuns, também no Agreste.

Até a publicação desta matéria, não foram informados os resultados dos exames que devem ser feitos na instituição de ensino.
Fonte: G1 - Caruaru.

sábado, 28 de janeiro de 2017

A violência em Pernambuco está insustentável, alerta senador Humberto Costa


O crescente índice de violência em Pernambuco está sendo motivo de grande preocupação por parte do líder do PT no Senado, Humberto Costa. Para o senador, “o estado está vivendo um dos seus momentos mais violentos e com maior nível de insegurança" por parte de sua população. "As autoridades precisam urgentemente tomar providências”, cobrou o petista.

Os homicídios cresceram 44% nos últimos três anos, número considerável insustentável pelo senador. “Pernambuco perdeu completamente o rumo e está sem política nenhuma na área da segurança pública. O que vemos são as pessoas com medo de sair de casa porque se sentem inseguras nas ruas. Isso sem falar nos diversos casos de estupros e de violência contra as mulheres ”, disse.

Em 2016, o número de mortes cresceu 15,17%, em relação ao ano anterior. Pernambuco voltou a figurar entre os 10 estados mais violentos do País, já em 2015, ocupando a sétima posição. Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, o número de homicídios por 100 mil habitantes ficou em 42. Os dados de 2016 ainda não estão disponíveis, mas a expectativa é de que tenha se aproximado de 50, quase o dobro da média nacional que é de 27 para 100 mil pessoas.

O atual governo vem culpando a crise, mas, para Humberto, essa curva ascendente da violência já vem desde o final de 2013. “A verdade é que não se investiu em políticas públicas para a segurança. Não conseguiram que as polícias e os serviços de inteligência trabalhassem integradamente. E hoje estamos vivendo um grande caos com essa quebra de braço entre a polícia militar e o governo de Pernambuco, onde quem perde é a população que fica completamente desprotegida”, criticou o senador Humberto.

Além disso, o Brasil vive uma crise no sistema prisional que o Governo Federal também não está sabendo enfrentar. O sistema de Pernambuco também está na lista dos presídios que encarceram um número bem maior do que a capacidade permite. Hoje (25), houve um princípio de tumulto na Penitenciária Agroindustrial São José (PAI), localizada em Itamaracá, por causa da morte de um detento. Os presos fizeram um protesto para reclamar das condições precárias em que estão encarcerados.

“Um lugar onde a capacidade é de 700 presos e deixam lá 2.600 é uma bomba prestes a explodir. O caos é iminente em Pernambuco e, se o Estado não entrar fortemente e com uma política organizada para a Segurança, passaremos, infelizmente, por momentos terríveis e o número de homicídios vai aumentar ainda mais”, lamentou Humberto Costa.

Fonte: Assessoria de Imprensa.

"O problema do Pacto é a ausência do governador na gestão da segurança", afirma senador Armando Monteiro


Ao analisar recentes declarações do sociólogo José Luiz Ratton sobre a derrocada do programa estadual Pacto Pela Vida, o senador Armando Monteiro (PTB) aponta que o principal problema do programa é a ausência do governador na gestão da segurança pública. O líder petebista destaca que a avaliação de Ratton ratifica com o sentimento da população pernambucana, que, nos últimos anos, vem sentindo cada vez mais a insegurança bater à porta e teme sair às ruas, devido ao recrudescimento dos índices de homicídios em todas as regiões do Estado.
 
“Um dos principais idealizadores do Pacto pela Vida, José Luiz Ratton, confirma o que todo pernambucano já vem sentindo há muito tempo. O desmonte do programa Pacto Pela Vida não é causado pela crise econômica, como afirma o Governo de Pernambuco: o principal problema é a ausência do governador na gestão da segurança pública", afirma Armando Monteiro, fazendo referência a declarações concedidas por Luiz Ratton ao jornal Valor Econômico desta quarta-feira (25).

Ao Valor, o sociólogo afirma que o problema do Pacto Pela Vida "é anterior à crise econômica" que abateu Pernambuco, conforme alega o Governo do Estado, ao justificar a derrocada do programa de segurança pública. Ratton foi um dos idealizadores do Pacto e foi assessor especial de segurança durante os anos de 2007 a 2012.

Segundo o senador, ao se analisar o balanço da criminalidade em Pernambuco nos últimos três anos, fica claro o completo retrocesso do programa de segurança pública, com aumento de 44% no número de homicídios e a volta aos patamares do ano de 2007, quando o programa foi implantado. "No Nordeste, estados como Alagoas, Ceará, Sergipe e Rio Grande do Norte tiveram melhor desempenho em 2015. A derrocada do Pacto pela Vida chama a atenção do Brasil. O que seria esperança em termos de modelo se transforma numa desilusão”, lamenta Armando Monteiro.
 
O senador critica ainda o fato de o investimento em segurança este ano, considerando a inflação, ser proporcionalmente menor do que o ano passado. “Em Pernambuco, o ajuste fiscal tem sido feito com corte em áreas essenciais, e com sacrifício da população”, conclui.

Fonte: Assessoria de Imprensa.

Caruaru lança a campanha “Cidade Limpa” na próxima quarta


A Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria de Gestão de Serviços Públicos, lança, na próxima semana, a campanha “Cidade Limpa”. A ação educativa tem como objetivo conscientizar a população para manter a cidade limpa e organizada, e evitar, assim, alguns transtornos aos próprios moradores. “Esperamos que a campanha conscientize a população de que é fundamental deixar a cidade limpa. Esse é um compromisso também do cidadão”, ressaltou o secretário de Gestão de Serviços Públicos, Humberto Correia.

A partir do dia 1º de fevereiro, a equipe do ‘Ecoatitude’ dará início a campanha educativa “Cidade Limpa”, com visitas às obras da cidade, tanto as de grande como as de pequeno porte, além de construtoras, informando o que deve ser feito com as metralhas e entulhos, para que tenha o encaminhamento correto e não sujem as ruas.  Esta ação informativa terá o prazo de duração de um mês e meio, aproximadamente.



As informações aos responsáveis pelas obras baseiam-se no uso devido das caçambas, para acondicionar os entulhos das obras e evitar as interdições de calçadas e outros transtornos ocasionados pelos restos de obras deixados por alguns populares. Após a campanha informativa, quem insistir em jogar metralhas e entulhos nas ruas e calçadas será notificado, autuado e multado pelo ato infrator.
  
Cadastros de Caçambas - Para que a campanha “Cidade Limpa” tenha mais eficácia, a Secretaria de Gestão de Serviços Públicos solicita aos responsáveis pelas empresas que alugam caçambas que compareçam à sede da Secretaria, no Bloco C, das 7h às 13h, para realizarem seus cadastros, sem custo algum. Todas as caçambas deverão ser registradas pela SGSP, para evitar que sejam multados os devidos responsáveis.

A Secretaria de Gestão de Serviços Públicos fica na rua Dr. José Rafael Calvacante, N° 100,  Pinheirópolis,  Fone: 3701.1455.

Fonte: Assessoria de Imprensa.

Cachorro "reclama" e consegue acompanhar dono em ambulância do Samu


Uma imagem feita por um socorrista do Samu mostra um cachorro ao lado do dono na ambulância enquanto era atendido após uma crise convulsiva. O homem de cerca de 60 anos passou mal na Avenida Silva Monteiro dos Santos, em Poços de Caldas (MG), neste sábado (28).
O socorrista que fez a imagem, Anderson Salatiel, contou que, quando o homem foi colocado na maca para ser transportado até o hospital, o cachorro rosnou e se mostrou agressivo diante da situação dos socorristas de se aproximar do dono e entrou na ambulância. Como o animal não oferecia risco para a saúde da vítima, os socorristas optaram por levar o cachorro junto no veículo.
O homem foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Poços de Caldas e ficou em observação.
Fonte: G1 Sul de Minas.

Polêmica cirurgia de Romário rende processos a médico, mas não é ilegal


A cirurgia para controle de diabetes, pela qual passou o senador Romário (PSB-RJ), gerou muito debate depois que o ex-atacante postou uma foto na praia, visivelmente mais magro e abatido, no início de ano. Além de gerar polêmica entre os especialistas, interposição ileal é alvo de processos na Justiça e questionamento de órgãos representativos. 

O responsável pelo procedimento é o médico Áureo Ludovico de Paula. Familiares de sete pacientes de Ludovico alegam que os parentes morreram em decorrência de complicações da cirurgia, e outras sete declaram ter ficado com sequelas graves. O MPF (Ministério Público Federal) e o CFM (Conselho Federal de Medicina) receberam as reclamações e pedem que a técnica seja proibida até que estudos científicos comprovem a eficácia e segurança do procedimento.

Apesar desses questionamentos, o médico pode realizar normalmente o procedimento, pois tem amparo judicial para isso. Em sua defesa, Áureo Ludovico de Paula afirma que "centenas e centenas de pessoas foram beneficiadas pelo procedimento", sem citar um número preciso. Entenda a polêmica:
REPERCUSSÃO COMEÇOU COM CIRURGIA EM FAUSTÃO - Áureo ficou nacionalmente famoso depois que a revista Veja publicou uma reportagem de capa com o médico, em 2007, em que afirmava que uma cirurgia experimental desenvolvida por ele poderia ser uma revolução no tratamento do diabetes tipo 2. Em 2009, ele ganhou novamente visibilidade depois de realizar uma outra cirurgia: a de redução de estômago no apresentador Fausto Silva, da Rede Globo. No caso do apresentador, o objetivo da operação era a perda de peso.

Em 2010, MPF e CFM entraram com uma Ação Civil Pública na Justiça Federal em Goiás (o médico atua em Goiânia) para proibir de Paula de fazer a interposição ileal. O procedimento assemelha-se a uma cirurgia bariátrica convencional. A diferença da técnica está na recolocação do íleo (fim do intestino delgado) entre o duodeno e o jejuno, o que aumentaria a produção de hormônios da saciedade e melhoraria o diabetes.
Para o médico, o motivo da técnica ser tão procurada é sua taxa de sucesso. “Existe um problema: diabetes. Você pode ir no melhor clínico do mundo. Ele vai dar remédios para controle, mas você terá zero por cento de cura. Aí você vai ao meu consultório e a cirurgia que eu faço dá de 85% a 90% de cura. É claro que o paciente vai tender para cá. Claro que o risco com a cirurgia é maior do que com o remédio. Afinal, não tem procedimento cirúrgico sem risco algum. Mas a pessoa que sofre da doença consegue balancear os prós e contras e acaba optando pela cirurgia, pois a chance de se curar e resolver o problema é maior”, explica.
POR QUE MPF E CFM QUEREM BARRAR A CIRURGIA ? De acordo com a ação movida pelo MPF, o procedimento nunca passou pelos protocolos de aprovação necessários no país, não é reconhecido pelo CFM e pelo CNS (Conselho Nacional de Saúde) e deveria ser classificado e feito de forma experimental --o que submeteria o trabalho a uma série de regras de controle e análise de resultados antes de ser aprovado e oferecido sem controvérsias. Mais do que isso, considerada experimental, a cirurgia deveria ser oferecida gratuitamente (com o paciente também sem receber nada). Ainda em 2010, a Justiça concedeu uma liminar proibindo Áureo de realizar o procedimento, sob pena de multa de R$ 1 milhão por cada operação ilegal.
Em entrevista, de Paula afirma que a cirurgia sempre foi legal e nunca experimental. “Até porque a cirurgia de interposição ileal foi descrita e publicada na revista “Annals of Surgery”, em 1928. A interposição ileal, como tratamento para obesidade, foi realizada inicialmente em 1985. Então esse termo experimental sofreu um alargamento impreciso, talvez tenha sido utilizado para chocar: ‘Fulano fez algo experimental em pleno século 21”, diz.
O CFM explicou, em nota à reportagem, como configura como experimental a cirurgia. "Essa técnica, que pode ser empregada no tratamento de casos de obesidade mórbida, no entanto, não é reconhecida pelo CFM para tratamento de doenças metabólicas. Com essa finalidade, ela pode ser realizada apenas em caráter experimental", afirma a posição do conselho. 
No entanto, o médico não vê a atitude do CFM como algo negativo. “Prefiro acreditar que foi uma avaliação conservadora do assunto, não quero ficar vendo coisas ocultas negativas. Já o MPF comprou essa ideia do experimental que veio do conselho, por isso, entraram com essa ação contra. Os médicos da câmara técnica do CFM viraram peritos judiciais e embasaram a decisão dos juízes federais dizendo que não era experimental”, explica.
PROIBIÇÃO CAIU EM 2014 - Em 2014, no julgamento do mérito da questão, o juiz substituto da 8ª Vara Federal, Felipe Andrade Gouvêa, suspendeu a proibição e deu ganho de causa ao médico e ao CRM-GO (Conselho Regional de Medicina de Goiás), que também era alvo da ação por permitir o trabalho experimental do cirurgião sem restrições. Em sua sentença, o juiz alega que um comitê de especialistas chegou à conclusão que a cirurgia não é experimental, pois combina várias técnicas já aprovadas, e que Áureo é reconhecido com citações em mais de 400 publicações científicas internacionais. O MPF e CFM recorreram, pois o procedimento não passou pelo protocolo de aprovação, e ainda não há nova sentença. O conselho federal segue recusando-se a reconhecer a cirurgia.
“A Câmara Técnica de Cirurgia Bariátrica, criada pelo CFM especialmente para analisar os trabalhos desenvolvidos na área, continuará ativa”, diz nota divulgada pela entidade na época. “O grupo avaliará estudos e pesquisas, sendo que se os resultados indicarem eficácia e segurança de técnicas analisadas, o debate poderá ser reaberto de forma a oferecer ao brasileiro novas opções terapêuticas.”
Após a repercussão da cirurgia feita por Áureo no senador Romário, a SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia) divulgou nota endossando a posição do CFM: “É importante deixar claro à população que o procedimento pelo qual Romário passou, que foi a cirurgia de interposição ileal, ainda está em fase experimental no Brasil e não deve ser indicada fora de um protocolo de estudo aprovado pelo Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP).”
PROCESSO CONTRA O MÉDICO - De acordo com o advogado Marcelo de Resende, o doutor Áureo não explica aos pacientes que sua técnica cirúrgica é experimental e, portanto, dos riscos adicionais envolvidos no procedimento. “Ele realiza essas cirurgias sem nunca ter submetido o procedimento aos órgãos de regulamentação e o pior, sem explicar isso para os pacientes”, diz o advogado. “São dezenas de vidas destruídas. Tem muito mais vítimas que estas do processo do MPF e do CFM. Semana passada mesmo eu fiquei sabendo que morreu mais um”, afirma Resende.
Em um dos casos denunciados pelo advogado e familiares ao CRM-GO e ao MPF, uma paciente de 54 anos que sofria de diabetes viu uma entrevista do médico na TV e resolveu tentar. Ela teve uma perfuração de divertículo, passou por outras três cirurgias, mas morreu em 2006. Em outro caso, um paciente fez o procedimento com o médico em 2009. Após complicações na operação, ficou em estado vegetativo até o ano passado, quando morreu.
Segundo o advogado, quando a Justiça liberou o procedimento em 2014, o CRM-GO encerrou todas as investigações que estavam em curso no órgão depois de denúncias de supostas vítimas ou familiares. “Hoje, defendo dois clientes na Justiça Civil de Goiás. Em um processo, onde o operado ficou inválido, ganhamos uma indenização de R$ 50 mil e estamos recorrendo. No outro não há sentença até hoje.”
A reportagem não conseguiu contato com a assessoria de imprensa do CRM-GO para comentar a polêmica e explicar os procedimentos a respeito do doutor Áureo.
Em sua defesa, de Paula destaca que foi absolvido de todos os processos relacionados à técnica. “Eles já foram julgados e fui absolvido por unanimidade. Os riscos são inerentes ao procedimento. Não há nenhuma chance de um procedimento médico ser sem risco algum. E os pacientes diabéticos, por si só, já são pacientes de risco. Os problemas com as operações foram expostos, julgados e absolvidos. O procedimento é eficaz, mas tem um risco a ser considerado”, explica.

E ROMÁRIO ESTÁ BEM ? O  ex-jogador chegou a colocar algumas fotos mais magro em seu Instagram, mas depois as retirou. De acordo com sua assessoria de imprensa, o senador Romário “está ótimo” depois de passar pelo procedimento cirúrgico e se sente muito bem.
De Paula afirma que segue acompanhando o senador rotineiramente e que ele encontra-se bem, “curado ou em remissão do diabetes, colesterol elevado e outros problemas”. Segundo o médico, o ex-jogador está com peso ideal para sua altura e tem jogado futebol desde o 12º dia após a cirurgia por via laparoscópica.
Fonte: UOL.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

CULTURA: A presença de Capiba em Surubim


por Fátima Almeida *


Algum tempo depois do falecimento do saudoso compositor surubinense Lourenço da Fonseca Barbosa, Capiba, o Sr. Antônio Barros, ex-prefeito da cidade, conversou algumas vezes com a viúva Sra. Zezita Barbosa sobre o trabalho do artista e seu importante acervo. Mas foi durante um evento natalino que aconteceu no Palácio do Governo, que Dona Zezita expressou a S. Antonio Barros o desejo de morar em Surubim e para lá levar toda essa história.

Na ocasião, Jarbas Vasconcelos era o governador de Pernambuco e o evento que estava acontecendo fazia homenagem ás pessoas que realizaram importantes trabalhos para a cultura no estado. Dona Zezita foi receber a homenagem destinada a Capiba. Ficou combinada ali a sua vinda para Surubim.

Pessoas ligadas á cultura na cidade a receberam com muito entusiasmo. Algum tempo depois foi formada a Associação Cultural Capiba, que vem trabalhando com o intuito de preservar acervo que é composto por partituras, livros, recortes de jornais, fotografias, pinturas, manuscritos etc.

Na presidência da Associação está Dona Zezita Barbosa, na vice-presidência o Sr. Antonio Barros, Secretário Fernando Guerra, entre outros membros componentes.

A escritora Fátima Almeida, junto a Associação Cultural solicitou a Fundarpe no ano 2012, que fosse elaborado um diagnóstico de todo referido acervo. A Fundarpe atendeu a solicitação e na ocasião foi entregue uma cópia do relatório do diagnóstico a Associação Cultural e outra a prefeitura municipal.  

Com o objetivo de formar novos músicos, a diretoria da Associação Cultural fundou a Escola de Música Capiba que atualmente tem a direção do professor Mac Sedícias. No início a escola contou com o apoio do Conservatório Pernambucano de Música, e de outros músicos da cidade. 

Os professores tem se empenhado para ensinar e aperfeiçoar a criatividade musical dos alunos, ao mesmo tempo em que descobrem novos talentos. A sede da entidade fica na rua major Prisciliano, no bairro de São José, e as aulas acontecem nas quartas e quintas feiras.

Atualmente o nome do filho ilustre de Surubim muito representa para a cultura local e regional, tendo sido formado o Grupo Musical Capiba, composto de ex-alunos da Escola de Música, o qual faz apresentações em eventos da cidade.

Compõem o Grupo Musical Capiba: Mac Sedícias – maestro. No trompete - Lula, e Dioclécio. No Trombone – Moisés. No clareinete – Castro, César e Patrício.  No contra-baixo – Dr. Joaquim. No violão – Biuzinho. Na bateria – Wellington. No cavaquinho – Daniel. Sax-tenor – Felipe, Carlos e Adriano. Sax alto – Beto França e Pepi França.

No ano de 2016 a Associação Cultural Capiba recebeu da Prefeitura Municipal de Surubim, um terreno próximo a OAB da cidade, destinado a construção do Museu Capiba, local que será destinado exposição de todo seu acervo entre outros movimentos culturais. Espera-se um efetivo apoio do poder público municipal para que esse intento torne-se realidade.


* Fátima Almeida é escritora, membro da UBE - União Brasileira de Escritores e da SOBRAMES – Sociedade Brasileira de Médicos Escritores.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

SURUBIM: "Há pessoas bem fora do perfil, recebendo Bolsa Família", diz secretária. Mas Município ainda não tem números das irregularidades


A Prefeitura de Surubim ainda não tem um diagnóstico da situação do Cadastro do Programa Bolsa Família no Município. Embora a nova gestão já tenha identificado 'muitos beneficiários fora do perfil recebendo', ainda não há números sobre possíveis irregularidades;

"Estamos fazendo um levantamento, mas ainda não temos dados concretos. A situação do Bolsa Família é um pouco delicada, mas vamos tratar tudo com muita transparência. A população mais vulnerável precisa ser priorizada. É coisa séria, pessoas bem fora do perfil recebendo, inclusive funcionários, outros com cadastros incompletos, por exemplo", afirma a secretária de Assistência Social, Penélope Andrade.

De acordo com a secretária, muitas pessoas omitem informações ao realizarem o Cadastro Único para terem acesso ao programa. "Há pessoas que omitem a existência de membros da família ou quem não informam a renda do marido, por exemplo, para se encaixar no perfil e poder receber o benefício", constata.

A secretária esclarece que os benefícios são pagos às famílias abaixo da linha de pobreza, e cada município recebe uma cota do Ministério do Desenvolvimento Social, que pode ser variar a cada mês, até porque pessoas entram ou saem do programa. "Em Surubim temos mais de 100% da nossa 'cota', ou seja, mais famílias recebendo do que indicam os dados do MDS para famílias pobres", aponta.

Com menos de um mês no cargo, a equipe começou a analisar detalhadamente o cadastro dos beneficiários, mas ainda não tem data prevista para concluir este trabalho. "Estamos em período de pagamento de benefícios, então o volume aumenta consideravelmente. recebemos, periodicamente, uma listagem para averiguação cadastral, do governo Federal, então vamos verificando um a um, mas ainda não temos previsão de quando vamos concluir, porque nossa equipe é reduzida e o atendimento no Bolsa Família não para", completa.


Hoje, Surubim recebe 9.148 benefícios do Bolsa Família, que juntos, injetam quase R$ 2 milhões na economia do Município.

É uma vergonha que, em uma cidade pobre, a exemplo de Surubim, o Bolsa Família, um importante amparo social para pessoas mais carentes, financiado pelo dinheiro de todo cidadão, tenha falhas e deixe de atender, de fato, a quem mais precisa. É inadmissível. Permitir qualquer irregularidade é trair a solidariedade fiscal do cidadão que paga imposto, e fica satisfeito ao ver parte desse dinheiro socorrer quem não tem amparo social do Estado.

Já passou do programa ter uma gestão de fato transparente, com envolvimento direto da sociedade civil organizada, a exemplo das pastorais, igrejas, centros espíritas, OAB e Sindicato dos Trabalhadores Rurais, por exemplo.    

BOA NOTÍCIA - a Secretaria de Assistência Social está ampliando o número de famílias atendidas pelo programa Leite de Todos de 137 para 300. O cadastramento começa na próxima semana. Ainda de acordo com a secretária Penélope Andrade, os detalhes serão divulgados em breve.

Da Redação.

SURUBIM: Farmácia 'Pague Menos' é assaltada


A farmácia Pague Menos de Surubim, foi assaltada, na manhã desta quinta-feira (26), por dois elementos armados.

De acordo com funcionários que conversaram rapidamente com nossa reportagem, os dois ladrões chegaram em uma moto, entraram na loja usando capacete, cada um apontou uma arma e anunciaram o assalto.

Os funcionários não sabem precisar quanto os bandidos conseguiram levar da loja, e afirmaram ainda que alguns clientes que estavam na farmácia, também foram roubados, mas não souberam dizer  quantos estavam nem o que levaram deles.

A loja não tem câmeras de segurança. Esta é a segunda vez que a Farmácia Pague Menos de Surubim é vítima de assalto. A primeira, foi no ano passado.

A ocorrência foi registrada na Polícia e deve ter os detalhes divulgados.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

SURUBIM: Funcionários terceirizados da Saúde, demitidos do Hospital do Coqueiro, cobram salários de dezembro


Funcionários terceirizados da secretaria Municipal de Saúde, recém demitidos, estão mobilizados em busca de receber o pagamento do mês de dezembro e os direitos trabalhistas pela rescisão do contrato de trabalho.

De acordo com um grupo de funcionários, que procurou nossa reportagem, só do hospital do Coqueiro foram dispensados mais de vinte profissionais, a exemplo de enfermeiros, técnicos de enfermagem, recepcionistas e técnicos de raio-X, entre outros.

"Normalmente, a gente recebia o dinheiro do mês, no dia 15 do mês seguinte. Fomos demitidos sem nem aviso prévio, e ainda estamos sem receber dezembro. Não sabemos por qual motivo a secretaria de Saúde não repassou o dinheiro dos nossos salários para que a empresa pudesse nos pagar. É muita gente preocupada, prejudicada, precisando do dinheiro para pagar as contas. A 'Coniape' pediu até o final desse mês para nos dizer como nossas contas trabalhistas serão resolvidas. Mas nesse, momento, nos interessa mesmo é que o Município resolva dezembro, de tão complicada que está nossa situação", contou uma técnica de enfermagem demitida.

A postagem será atualizada com informações sobre as demissões e possíveis pagamentos.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

SURUBIM: Assaltante rouba duas lojas. "Ele estava muito alterado e ameaçava atirar", diz funcionário.


Mal começou a semana e a bandidagem já começou a atuar no comércio de Surubim. A ação dessa vez foi ainda mia ousada.

Quase sempre, os assaltos são praticados da mesma forma: dois elementos chegam em uma moto, um desce, aponta uma arma para funcionários, faz ameaça, pega vários celulares e foge com o comparsa, que ficara dando cobertura.

No começo do mês de dezembro, as duas lojas foram assaltadas por uma dupla, numa ação desse tipo.


Hoje, apenas um elemento praticou dois assaltos. Primeiro, ele roubou a loja Credimóveis, e, logo em seguida, a Millena Móveis, que fica a pouco metros.

'Ocorreu o de praxe. Só que dessa vez era só um indivíduo, em uma moto. Ele estava muito alterado, ameaçando atirar o tempo todo. Levou o que pode do balcão de celular, e depois desceu para a Millena. A funcionária do balcão ficou muito abalada, teve que ir para casa descansar', conta um funcionário da Credimóvies.


Ainda não se sabe a quantidade de aparelhos roubados em cada uma das lojas. Os detalhes da ocorrência serão divulgados pela polícia.

Da Redação.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

SURUBIM: Aves silvestres são comercializadas livremente na 'feira do troca'


O comércio de aves silvestres funciona livremente no local conhecido como a 'feira do troca' de Surubim, logo nas primeiras horas da manhã de sábado.

Embora seja o dia da maior feira, bem ampla e diversificada, o comércio dos animais não passa desapercebido.

Ao longe, é possível identificar o espaço específico, pela quantidade de gaiolas expostas à venda.

Por conta da movimentação intensa, o local ganhou até nome próprio, e é conhecido como 'a feira de passarinhos'.

Por lá, não e difícil encontrar pássaros característicos da Caatinga, a exemplo de galos de campina e canários. Alguns espremidos e com sinais de maus tratos.

De acordo com frequentadores, também é possível encontrar, 'dependendo do sábado', azulão, bigode, sabiá, patativa, pintassilgo, entre outros.

Além de provocar o sofrimento nos animais, a comercialização deles causa desequilíbrio ecológico e coloca as espécies em ameaça de extinção.












Da Redação.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Acidente entre dois caminhões de Surubim, ocorrido nas proximidades de Jataúba, provoca duas mortes


Um acidente envolvendo dois caminhões de Surubim, ocorrido na tarde desta quinta feira (19), na rodovia PE 160, entre os municípios de Santa Cruz do Capibaribe e Jataúba, no Agreste, teve duas vítimas fatais.

Um dos caminhoneiros, Jefferson Vinícius Ramos dos Santos, 21 anos, que dirigia o veículo branco, morreu na hora.

A esposa do motorista do outro caminhão, Liliane Santos, idade não informada, foi socorrida para o Hospital de Santa Cruz do Capibaribe, mas faleceu no início da noite.

Os dois caminhões pipa saíram de Surubim para pegar água em Jatúba, e, de acordo com áudio que circula nas mídias sociais, teriam se envolvido no acidente após uma ' manobra de trânsito ' ter dado errado.

Conhecida como ' quebra asa ', ' a brincadeira'1 é feita quando o motorista passa pelo outro, e joga o veículo de maneira brusca; e, ao fazer a ultrapassagem, dá um tranco forte, ao assumir a frente. Mas foi fatal.


Os dois motoristas eram amigos.

Jefferson Vinícius viajava acompanhado do irmão, Manoel José dos Santos Neto, de 12 anos.

De acordo com informações do Hospital de Jataúba, apuradas por nossa reportagem, ele foi socorrido para o hospital de local e transferido para o hospital da Restauração, no Recife, com fratura no fémur e abdômen estendido (inchado), possivelmente por hemorragia interna.

O outro caminhoneiro (veículo amarelo), Leandro Santos da Silva, 24 anos, levado para a unidade, e também foi transferido para o HR, com fratura de fêmur, escoriações, abalamento de crânio e suspeita de TCE - traumatismo craniano encefálico.

O corpo do caminhoneiro foi encaminhado ao IML do Recife. A família está providenciando a liberação do corpo da esposa do segundo caminhoneiro envolvido no acidente. Os sepultamentos devem ocorrer amanhã à tarde, em Surubim.







Fotos: Whatsapp
Da Redação.