sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Surubim e cidades da região entre 73 municípios atingidos com recomendações do MPPE para cumprir plano Nacional de Vacinação contra Covid-19

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) vem expedindo recomendações a prefeitos e secretários de Saúde de diversos municípios para que cumpram rigorosamente o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19, a Portaria GM/MS nº 69/2021 e demais atos normativos e/ou legislativos pertinentes, em especial, pactuações estaduais relacionadas à vacinação contra o novo coronavírus. 

O ato das Promotorias de Justiça locais segue a Recomendação PGJ nº 01/2021, a qual orienta os promotores de Justiça de todo o estado de Pernambuco, com atribuição na defesa da saúde e na área criminal, para que adotem as providências e acompanhem de perto a execução das ações de vacinação contra a Covid-19 por parte dos municípios pernambucanos.

As recomendações do MPPE para cumprir o plano de vacinação já atingem 73 municípios. Nesta quinta-feira (28), o MPPE expediu recomendações a 25 cidades

Camocim do São Felix, São Bento do Una, Abreu e Lima, Petrolina (Recomendação Conjunta com a Procuradoria da República em Pernambuco), Cabo de Santo Agostinho, Granito, Moreno, Garanhuns, Angelim, Trindade, Cupira, Pedra, São Caetano, Sertânia, Igarassu, Olinda, Camutanga, Ferreiros, Salgueiro, Vitória de Santo Antão, Pombos, Gravatá, Chã Grande, São Joaquim do Monte e Bonito (esses seis últimos por meio de Recomendação Conjunta da 12ª Circunscrição, que inclui Glória de Goitá e Chã de Alegria, municípios que já receberam recomendações do tipo).

Na quarta-feira (27), o MPPE expediu recomendações a mais oito, totalizando 48 municípios, atingidos com recomendações para cumprir o plano de vacinação. Na ocasião, foram: 

Água Preta, Buíque, Tupanatinga, Araçoiaba, Floresta, Palmares, Tamandaré e Belém de Maria.

SURUBIM E REGIÃOO MPPE expediu recomendações, na segunda-feira (25), a mais 22 cidades, totalizando 40 municípios com recomendações para cumprir o plano de vacinação. Dessa vez, vários municípios da região do Agreste Setentrional foram notificados: 

Santa Maria do Cambucá, Frei Miguelinho, Cumaru, Arcoverde, Serra Talhada, Surubim, Casinhas, Vertente do Lério, Santa Filomena, Lagoa dos Gatos, João Alfredo, Salgadinho, Limoeiro, Lajedo, Petrolândia, Jatobá, Jurema, Calçado, Santa Maria da Boa Vista, Itapissuma, Itacuruba e Santa Cruz do Capibaribe.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio das Promotorias de Justiça locais, recomendou aos prefeitos e secretários de Saúde de 13 municípios,  que obedeçam o plano de vacinação contra Covid-19, já na sexta-feira(22):

São Lourenço da Mata, Chã de Alegria, Glória do Goitá, Macaparana, Maraial, Terra Nova, Passira, Jaqueira, Ibirajuba, Cabrobó, Custódia, Afrânio e Dormentes 

Pernambuco suspende ponto facultativo de servidores no período de Carnaval

O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Pernambuco anunciou, em coletiva online na tarde desta quinta-feira (28.01), que não haverá ponto facultativo para os servidores públicos nos dias em previstos para acontecer o Carnaval de 2021 – entre 13 e 17 de fevereiro. A decisão foi tomada para frear as aglomerações naquele período, um dos mais importantes do calendário estadual, evitando a ampliação do contágio pela Covid-19 e o consequente aumento de casos da doença no Estado. As festividades deste ano já haviam sido canceladas desde dezembro passado, com base no atual momento epidemiológico em Pernambuco.

“A segunda e a terça-feira, que sempre foram ponto facultativo, não serão este ano. Os servidores públicos vão trabalhar normalmente. Na próxima semana, iremos anunciar um projeto de lei com auxílio financeiro para os artistas, que não poderão realizar suas atividades no período carnavalesco”, enfatizou o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes, durante a coletiva.

Logo após a decisão ser divulgada, o secretário estadual de Saúde, André Longo, detalhou os indicadores da doença nas últimas semanas epidemiológicas, alertando que não há, atualmente, indicativo de redução do contágio. “Neste momento, não temos um cenário de aceleração da pandemia, mas tampouco temos queda sustentada da transmissão. Além disso, os números são preocupantes, e ainda há transmissão ativa do vírus em Pernambuco, o que reforça a necessidade dos cuidados”, ressaltou.

Em relação aos casos graves, suspeitos para a Covid-19, Pernambuco registrou, na semana passada (SE 03), uma redução de 8,5% em relação à semana anterior (SE 02) e de 11% em 15 dias de comparação. Já em relação às solicitações de leitos na Central Estadual de Regulação, o Estado registrou, entre as semanas epidemiológicas 03 e 02, redução de 5% nos pedidos de vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Em contrapartida, houve um aumento de 15% nos pedidos de internação nas enfermarias voltadas para casos suspeitos do novo coronavírus.

A secretária executiva de Desenvolvimento Econômico do estado, Ana Paula Vilaça, reforçou o apelo à população para que continue respeitando os protocolos sanitários. “A gente precisa conter o avanço da pandemia no Estado, para que novas medidas restritivas não sejam tomadas. Nosso objetivo é manter a saúde da população, sem esquecer dos impactos econômicos que essas restrições geram”, destacou.

FISCALIZAÇÃO – O secretário de saúde André Longo também frisou ter reiterado aos prefeitos dos municípios pernambucanos, durante congresso da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), o pedido de reforço nas fiscalizações. “Em relação aos espaços de convívio social, o comitê continua observando uma melhora nas praias. Já nos parques, é fato a atuação das prefeituras. Mas, infelizmente, ainda existe por parte de alguns uma resistência ao uso de máscara, numa clara negação à gravidade do vírus”, observou. Na semana passada, o Governo do Estado reforçou que, caso não haja um cumprimento mais rigoroso das regras a nos parques públicos, o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Pernambuco atuará para coibir o descumprimento às medidas, não descartando o fechamento.

VACINAÇÃO – Até agora, 75.552 pessoas que fazem parte do público prioritário da primeira fase da campanha no Estado já foram imunizadas. Desse total, 54.390 são trabalhadores da saúde (sendo 11.518 profissionais que atuam nos hospitais do Governo de Pernambuco); 13.309 indígenas aldeados; 3.896 idosos que vivem em abrigos; 3.770 idosos acima de 85 anos; e 187 pertencem ao grupo de pessoas com deficiência que vivem em instituições.

O secretário de Saúde concluiu reforçando a prioridade de vacinar o quanto antes os trabalhadores pernambucanos da saúde que atuam na linha de frente da pandemia. “Iremos completar, ao longo das próximas semanas, a vacinação de todos os trabalhadores da saúde. É preciso ficar claro que só iremos avançar para uma segunda fase depois de vacinar todo o primeiro grupo”, ressaltou.

Foto: Heudes Regis/SEI

quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Prefeitura de Surubim diz que não há "fura-fila" na vacinação contra Covid-19


Os possíveis casos de 'fura-fila' na vacina contra a Covid-19 foram rechaçados pela prefeitura de Surubim. Após trabalhadores que sem formação específica em Saúde, mas atuam na secretaria, postarem fotos redes sociais sendo vacinados, as imagens passaram a ser compartilhadas, com questionamentos sobre a possibilidade deles não estarem respeitando a fila dos prioritários, normatizada pelo ministério da Saúde. Nossa reportagem recebeu diversas dessas fotos e buscou explicações.  

A prefeitura afirmou que as imagens, ao contrário do que se comenta nas redes, são de profissionais que tem direito ao imunizante nesta etapa. De acordo com a coordenadora de Vigilância em Saúde do município, Marília Gino, os trabalhadores estão na linha de frente da pandemia. 

"São atendentes, que também fazem ações externas de combate ao Covid-19, no Centro da cidade, com o pessoal da Vigilância Sanitária. Funcionários que fazem o primeiro atendimento, acolhimento de quem procura a Saúde para uma consulta, marcação ou entrega de exames, ou até mesmo uma simples orientação. Tem motoristas da Saúde, que transportam roupas dos pacientes [com Covid-19], os swabs (cotonetes) para os laboratórios, levam os funcionários... Não deixam de ser trabalhadores da saúde, estamos completamente acobertados. Estamos vacinando conforme orientação do Ministério, nunca na minha vida eu vacinar alguém sem está dentro do preconizado. Os cadastros são realizados pelo CPF da pessoa, e pedimos função, antes de iniciar  já temos  a planilha de cada estabelecimento de saúde", esclarece a coordenadora.

De acordo com a coordenadora "todos os profissionais da policlínica Estefânia Farias já estão imunizados, todos do Samu, da Upa do Coqueiro, todos os funcionários da urgência do hospital São Luís, médicos dos ambulatórios e parte da clínica médica. Nos "PSFs foram vacinados os "técnicos de enfermagem, auxiliares de saúde bucal, enfermeiros, dentistas e médicos. Na secretaria, os que fazem atendimento ao público - regulação, farmácia e vigilância.. Também foram vacinados todos os idosos e funcionário do Lar Amélia França. Vamos iniciar a vacinar os agentes de saúde, há mais de 100 na ativa, alguns afastados por conta da pandemia", completa. 

A primeira dose da vacina foi aplicada na quarta(20). A campanha segue normas do ministério da Saúde e decisões pactuadas entre o governo do estado e os municípios. 

Na primeira etapa foram estão sendo vacinados os trabalhadores de saúde, em especial os da linha de frente da pandemia, indígenas que vivam em aldeias, idosos e pessoas com deficiência que também residam em instituições. A partir desta terça(26), os idosos a partir de 85 anos começaram a ser vacinados.

Inacreditavelmente, começaram a surgir denúncias de pessoas não inseridas nos grupos prioritários, furando a fila da vacina, em várias pontos do país.

Recentemente, o Ministério Público recomendou cuidado com 'fura-fila' na vacinação contra Covid-19 em Vertentes, Ipojuca, Cachoeirinha e Bodocó

Esta semana, o procurador-geral de Justiça de Pernambuco (PGJ-PE), Paulo Augusto Freitas, emitiu a recomendação PGJ n.º 02/2021, na qual intensifica o processo de fiscalização da vacinação em todo o estado. No texto, ele orienta os promotores de Justiça pernambucanos a atuarem junto às prefeituras para que tornem público o acesso à lista de pessoas que estão sendo vacinadas, bem como o atendimento aos critérios do Plano Nacional de Imunização. 


Fotos: Reprodução / Redes Sociais
Da Redação, Alberico Cassiano.

OROBÓ: Aos 101 anos, 'Tia Zefa' é primeira idosa acima dos 85 anos a ser vacinada contra Covid-19


A primeira idosa imunizada contra o corona vírus em Orobó foi a dona Josefa Souza da Silva, ou "Tia Zefa', como é conhecida, de 101 anos de idade. Ela demonstrou alegria e satisfação em receber a equipe do PSF em casa para tomar a primeira dose da vacina. A secretaria municipal de Saúde começou a vacinar os idosos a partir dos 85 anos, na tarde desta quarta-feira(27). Os idosos serão vacinados em casa.

De acordo com a coordenadora de Imunização, Daiane Silva, "as doses da vacina AstraZeneca/Oxford serão administradas nos idosos da faixa etária de 85 anos ou mais, e que a segunda dose é agendada para 90 dias após a primeira dose". 

Já secretária de Saúde, Fátima Oliveira, destaca "que todos os idosos deverão aguardar as vacinas nas suas próprias casas, não precisando se deslocar até a unidade de saúde".


Fotos: Divulgação
Do Blog Mais Casinhas, de Charles Nascimento.

SURUBIM: "Quando fui vacinada agradeci muito a Deus em pensamento e fiquei muito feliz", comemora dona Zefinha, 94 anos


Dona Zefinha Alexandre é plena lucidez e elegância. Aos 94 anos, ela acordou cedo nesta quinta-feira(28) para se vacinar contra Covid19, no "drive thru" instalado pela prefeitura para imunizar idosos a partir dos 85 anos. 

Logo após às 7h30, estava pronta e com o riso aberto, para ir com a neta, enfermeira Kássia Gomes, ser imunizada. "Na verdade, eu dormi pouco esta noite, ansiosa porque estava esperando muito este momento. Quando fui vacinada agradeci muito a Deus, em pensamento e fiquei muito feliz, emocionada", comemorou. 

Mesmo vacinada, ela destaca que vai manter todos os cuidados recomendados pelas autoridades de saúde. "Temos que manter os cuidados. Gosto muito de conversar, mas temos que continuar a usar máscara. Todo mundo tem que se cuidar direitinho, até todo mundo ser vacinado, com fé em Deus", destacou, contando que tirou a máscara apenas para a neta fazer o registro.

Os idosos acima de 85 anos podem se vacinar no drive thru, sem agendar. Basta passar de carro para a rua Antônio Medeiros Sobrinho, número 195, no bairro da Cabaceira, na mesma da secretaria de Saúde. Inicialmente, vai funcionar das 8h da manhã ao meio dia. A prefeitura já estuda ampliar esse horário.

Quem preferir, pode agendar a vacinação pelo Disk Covid, pelo número (81) 98751 - 0385. O idoso pode ser imunizado na secretaria de Saúde, ou na própria residência. 


Fotos: Divulgação.

Da Redação.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Surubim começa a vacinar idosos a partir dos 85 anos

Dona "Zefinha do PT", de 85 anos, foi a primeira idosa a ser vacinada em Surubim, na tarde desta quarta-feira(27), na etapa que prevê a imunização de idosos a partir dos 85 anos. Ela foi vacinada pela enfermeira Jucedir. A prefeita Ana Célia Farias, o vice, professor Edigar Barbosa, e o secretário municipal de Saúde, Thyago Pedrosa, acompanharam o momento.    

A partir desta quinta(28), a prefeitura de Surubim começa a fazer a vacinação dessa faixa etária, no sistema "Drive-Thru", sem necessidade de agendamento. Basta passar de carro para a rua Antônio Medeiros Sobrinho, número 195, no bairro da Cabaceira, na mesma da secretaria de Saúde. Inicialmente, vai funcionar das 8h da manhã ao meio dia. A prefeitura já estuda ampliar esse horário.

Quem preferir, pode agendar a vacinação pelo Disk Covid, pelo número (81) 98751 - 0385. O idoso pode ser imunizado na secretaria de Saúde, ou na própria residência.

A prefeitura pede que as pessoas não procurem os postos de saúde para se vacinar.   

"Pedimos que a população não procure as Unidades Básicas de Saúde e nem hospitais para tomar a vacina. Estaremos divulgando a vacinação de cada fase, de acordo com a população alvo, conforme especifica o Plano de Imunização de Surubim e de acordo com a chegada das doses enviadas pelo Ministério da Saúde", comunica a prefeitura.


SERVIÇO: Vacinação contra Covid-19

PÚBLICO: Pessoas partir dos 85 anos

DRIVE THRU (no carro, sem agendar) 

LOCAL: rua Antônio Medeiros Sobrinho, 195, Cabaceira - Centro (rua da secretaria de Saúde)

HORÁRIO: 8h às 12h. 

PARA AGENDAR: DISK COVID(81) 98751 - 0385

O idoso pode ser imunizado na secretaria de Saúde, ou na própria residência.


Fotos / Arte: Divulgação Prefeitura de Surubim.

Da Redação.

Boulos conversa com Luciana Santos no Recife


De passagem pelo Recife, o ex-candidato à presidência da República e à prefeitura de São Paulo,
Guilherme Boulos (PSol), esteve no gabinete da vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos(PCdoB), para uma visita de cortesia.

Na pauta da conversa, nesta quarta-feira (27), os desafios da atual conjuntura no país.

Luciana Santos é presidente nacional do PCdoB e defende a ampla união de partidos em torno do nome do deputado federal Baleia Rossi(MDB) para presidência da Câmara, para derrotar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Arthur Lira (PP-AL). 

O PSol (Partido Socialismo e Liberdade) decidiu lançar candidatura própria para presidência da Câmara, com a deputada Luíza Erundina. A expectativa é que a maioria dos parlamentares dos dois partidos defendam a mesma candidatura num eventual segundo turno, para derrotar o candidato do Palácio do Planalto.

Fotos: Divulgação.

Da Redação.

Prefeitos terão que tornar pública lista com nomes dos vacinados, afirma Procuradoria-geral

O procurador-geral de Justiça de Pernambuco (PGJ-PE), Paulo Augusto Freitas, emitiu a recomendação PGJ n.º 02/2021, na qual intensifica o processo de fiscalização da vacinação em todo o estado. No texto, ele orienta os promotores de Justiça pernambucanos a atuarem junto às prefeituras para que tornem público o acesso à lista de pessoas que estão sendo vacinadas, bem como o atendimento aos critérios do Plano Nacional de Imunização. 

Segundo o documento, divulgado nesta terça(26), foi recomendado aos membros, respeitada a independência funcional, exigirem aos prefeitos e secretários de Saúde dos municípios assegurarem a disponibilização em site específico, ou mesmo em aba do site oficial do município, as informações sobre os vacinados, de forma clara e objetiva, para compreensão da população. A Recomendação é destinada aos promotores de Justiça com atuação na Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa, sem caráter vinculativo.
 
"Estamos vivenciando um caso de emergência em saúde pública em todo solo nacional e é inadmissível que, considerando o quantitativo de vacinas recebidas pelo Estado de Pernambuco, haja qualquer descumprimento das normas estabelecidas pelo Plano Nacional de Imunização, bem como pactuações locais. Estamos formatando uma recomendação que irá orientar os membros de todo o Estado nesse processo de fiscalização", disse o procurador-geral de Justiça, Paulo Augusto Freitas. O PGJ também, por meio de nota técnica do Caop Criminal, já orientou os colegas acerca de 14 tipos penais que podem ser enquadrados nas diversas situações dos que furarem fila.
 
Os prefeitos devem disponibilizar informações como o nome e grupo prioritário a que pertencem, nomes das pessoas já vacinadas, data da vacinação, número de lote da vacina aplicada e nome do responsável pela aplicação da vacina, com alimentação diária das informações. "Precisamos dar acesso amplo e contínuo à sociedade, com informações em  tempo real, para que a população, a imprensa e os órgãos de controle possam fiscalizar e realizar o controle social", reforçou.
 
Ainda segundo Freitas, imunizar pessoas que não se enquadram "nos parâmetros estabelecidos pelas autoridades sanitárias constitui grave irregularidade, ensejando responsabilização por meio de procedimentos administrativos disciplinares, processos de improbidade administrativa e até mesmo persecução em processos criminais, podendo resultar em aplicação de multas e penas privativas de liberdade", comentou o procurador-geral.
 
A Recomendação tem como base, por exemplo, a decisão proferida nos autos Ação Civil Pública  ajuizada pelos Ministérios Públicos Federal, do Trabalho, do Estado do Amazonas, Ministério Público de Contas, Defensorias Públicas da União e do Estado do Amazonas (Processo nº 1000984-67.2021.4.01.3200 - 1ª Vara  Federal Cível da SJAM), com a concessão da tutela de urgência no sentido de determinar que o município de Manaus efetive a disponibilização em sítio na internet da relação das pessoas vacinadas até às 19h do dia respectivo, com identificação de nome, CPF, local onde foi feita a imunização, função exercida e local onde a exerce, sob pena de aplicação de multa diária e pessoal ao gestor municipal.

Foto: Reprodução / Google.
Fonte: Assessoria de Imprensa MPPE

Mourão diz sentir falta de diálogo com Bolsonaro e critica briga com Doria

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou hoje que sente falta de ter mais diálogo com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em entrevista à CNN, Mourão também criticou a disputa política entre o governo federal e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB): "fugiu à boa política". 

"Não há conversas seguidas entre nós. As conversas são bem esporádicas", disse o vice-presidente, sobre a relação com Bolsonaro. "Faz falta até para eu entender em determinados momentos o que eu preciso fazer", completou.

Mourão afirmou ainda que considera "difícil" ser convidado para ser candidato a vice novamente em 2022. Segundo ele, mesmo que seja convidado, a resposta não seria imediata. "Teríamos de ter uma conversa", falou. O general, no entanto, afastou a possibilidade de se candidatar contra Bolsonaro. 

Disputa política com Doria Na mesma entrevista à CNN, o vice-presidente falou sobre a disputa política entre o governo federal e o governador de São Paulo, João Doria, acirrada em torno da vacina contra a covid-19. Mourão acredita que os dois lados cometeram erros. 

"Vejo que isso aí foi algo que, vamos dizer assim, fugiu à boa política", opinou o general. "Um chama de mentiroso, outro chama de não sei o quê. Isso não é a política", explicou. 

Mesmo com esse posicionamento, o vice-presidente defendeu Bolsonaro, ressaltando que a retórica do presidente difere de suas atitudes. "A retórica do presidente é uma, mas o modo de agir é outro. Essa dicotomia pode ser alvo das críticas que tiverem que ser feitas, mas preste atenção nas ações", disse.

Fonte: Uol.

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Governo Bolsonaro gastou R$ 15 mi com leite condensado em 2020. Confira gastos pagos pelo contribuinte

O gasto com leite condensado está entre os principais do Executivo federal, sob o comando do presidente Jair Bolsonaro , em 2020. De acordo com um levantamento do (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles, com base no Painel de Compras atualizado pelo Ministério da Economia, o gasto com o produto, que o presidente gosta de comer com pão, ultrapassou os R$ 15 milhões.

Em todo o ano, os órgãos do Executivo gastaram mais de R$ 1,8 bilhão em alimentos, um aumento de 20% em relação a 2019. Os itens do "carrinho" do Executivo chamam a atenção.

Só de chiclete , mais de R$ 2,2 milhões foram gastos. Já as compras com molhos (somando shoyo, inglês e de pimenta) representam mais de R$ 14 milhões do total. Pizza e refrigerante , juntos, totalizam R$ 32,7 milhões. 

Além das  junk foods , o Executivo também gastou com alimentos mais refinados. Só em frutos do mar foram mais de R$ 6 milhões, além dos R$ 7 milhões em bacon defumado e os mais de R$ 123 milhões em sobremesas diversas. 

GASTOU MAISDe acordo com o levantamento, o órgão que mais gastou foi o Ministério da Defesa , que totalizou mais de R$ 632 milhões em gastos alimentares. Só de vinho, a pasta ultrapassou os R$ 2,5 milhões. 

O segundo maior pagante do Executivo foi o Ministério da Educação , com R$ 60 milhões. Em terceiro lugar, ficou o Ministério da Justiça , com despesas que superam os R$ 2 milhões.

Ao Metrópoles, o Ministério da Economia justificou que a maior parte do gasto com alimentação é do Ministério da Defesa "porque se refere à alimentação das tropas das forças armadas em serviço". A pasta ainda acrescentou que "toda despesa efetuada pela Administração Pública Federal está dentro do orçamento".

Confira a lista de supermercado do Planalto:

PRODUTO - VALOR

ABÓBORA IN NATURAL - R$ 6.810.263,16

ACELGA IN NATURA - R$ 2.332.776,50

ACHOCOLATADO - R$ 14.248.351,17

AÇÚCAR - R$ 15.937.612,64

ADOÇANTE  -  R$ 12.006.603,45

ÁGUA COCO  -   R$ 4.554.463,67

ÁGUA MINERAL NATURAL  -  R$ 27.562.716,96

AIPIM IN NATURA  -  R$ 8.601.350,02

ALFAFA  -  R$ 1.042.974,22 

ALHO PORÓ IN NATURA  -  R$ 1.829.259,98


AMENDOIM TORRADO  -  R$ 4.445.479,04

AMIDO  - R$ 5.196.544,72

ARROZ  -  R$ 7.699.410,50

AVEIA  -  R$ 5.581.691,40

AZEITE OLIVA  -  R$ 3.244,25

AZEITONA  -  R$ 12.692.355,14

BACON DEFUMADO  -  R$ 7.189.504,72

BARRA CEREAL   -    R$ 13.445.118,52

BATATA FRITA EMBALADA  -  R$ 16.582.463,23

BEBIDA LÁCTEA  -  R$ 8.957.431,60 

BEBIDAS NÃO ALCOÓLICAS -  R$ 2.673.755,99
BERTALHA IN NATURA  -  R$ 1.280.282,70
BISCOITO  -  R$ 50.149.168,18
BOLO ALIMENTÍCIO  -   R$ 18.130.975,94
BOMBOM - R$ 8.866.958,69
CAFÉ - R$ 14.598.225,37
CALDA DOCE PARA RECHEIO/COBERTURA - R$ 3.262.405,02
CANJICA - R$ 3.842.863,38
CARNE BOVINA IN NATURA - R$ 89.636.543,25
CARNE DE AVE IN NATURA  -  R$ 51.517.015,80
CARNE DEFUMADA  -  R$ 17.330.868,79
CARNE PROCESSADA  -  R$ 22.835.204,29
CARNE SALGADA  -  R$ 22.105.954,93
CARNE SUÍNA IN NATURA  -  R$ 35.070.615,65
CASTANHA PARA ALIMENTAÇÃO - R$ 6.195.120,90
CEBOLA IN NATURA - R$ 17.993.117,80
CEREAL NATURAL - R$ 1.115.788,19
CHÁ ALIMENTAÇÃO - R$ 10.085.835,95
CHANTILLY  -  R$ 1.770.951,32
CHEIRO VERDE IN NATURA   -  R$ 5.804.574,40
CHICLETE  -  R$ 2.203.681,89
CHOCOLATE - R$ 16.171.487,31
CHOCOLATE GRANULADO - R$ 4.018.767,28
CHOCOLATE PÓ  -  R$ 4.030.834,43
CHUCHU IN NATURA  -  R$ 6.754.123,64
COALHADA  -  R$ 1.527.647,88
CÔCO RALADO -  R$ 5.376.911,56
COGUMELO EM CONSERVA  -  R$ 10.875.477,61
CONDIMENTO  -  R$ 49.995.971,45
COUVE IN – NATURA  -  R$ 1.478.470,75
CRAVO  -  R$ 1.350.137,47
CREME DE LEITE  -  R$ 17.816.209,12
DOCE CO       R$ 5.453.527,24
DOCE EM TABLETE  -  R$ 20.495.017,69
DOCE FRUTA  -  R$ 16.988.662,31
DOCE LEITE  -  R$ 8.918.442,46
DOCE MASSA  -  R$ 15.219.669,91
EMBUTIDO  -  R$ 45.212.960,20
ERVILHA EM CONSERVA  -  R$ 12.429.681,98
FARELO  -   R$ 3.897.145,01
FARINHA DE AVEIA  -  R$ 3.486.426,23
FARINHA DE MANDIOCA  -  R$ 7.580.279,78
FARINHA DE MILHO  -  R$ 8.400.111,54
FARINHA DE TRIGO  -  R$ 13.074.548,46
FARINHA LÁCTEA  -  R$ 3.989.699,01
FARINHA QUIBE  -  R$ 4.075.954,66
FEIJÃO -  R$ 15.986.746,57
FERMENTO  -  R$ 16.628.885,60
FLOCOS DE CEREAL  - R$ 4.272.205,46
FRIOS  -  R$ 40.425.473,80
FRUTA - CONCENTRADO/POLPA  -  R$ 6.345.493,80
FRUTA CRISTALIZADA  -  R$ 1.498.177,81
FRUTA EM CALDA - R$ 13.915.623,53
FRUTA IN NATURA   -  R$ 63.130.092,68
FRUTA SECA  -  R$ 1.001.476,61
FRUTOS DO MAR -  R$ 6.177.328,04
FUBÁ -  R$ 3.185.751,64
GÁS REFRIGERANTE - R$ 1.906.792,93
GELATINA ALIMENTÍCIA -  R$ 9.584.401,02
GELÉIA FRUTA  -  R$ 7.598.350,22
GELÉIA  -  R$ 1.842.255,75
GRÃO DE BICO  -  R$ 2.380.345,49
IOGURTE NATURAL  - R$ 21.487.785,31
LEGUME EM CONSERVA  -  R$ 19.312.877,27
LEGUME IN NATURA - R$ 66.741.799,93
LEITE CÔCO  -  R$ 9.692.621,21
LEITE CONDENSADO - R$ 15.641.777,49
LEITE EM PÓ  -  R$ 16.659.492,30
LEITE SOJA -  R$ 1.100.015,15
MAÇÃ IN NATURA  -  R$ 1.619.492,11
MACARRÃO -  R$ 17.789.385,90
MAIONESE  -  R$ 6.826.565,19
MANJERICÃO IN – NATURA  -  R$ 1.141.979,06
MANTEIGA  -  R$ 16.779.087,36
MARGARINA  -  R$ 9.320.313,48
MASSA  - R$ 8.825.506,52
MASSA DE TOMATE  -  R$ 5.448.593,23
MASSA LASANHA  -  R$ 3.906.476,06
MASSA PASTEL  -  R$ 6.236.199,36
MASSA TOMATE  -   R$ 2.036.599,15
MEL ABELHA  -  R$ 4.749.113,53
MILHO  -  R$ 4.491.903,87
MILHO EM CONSERVA - R$ 13.133.525,15
MILHO PIPOCA -  R$ 1.032.856,43
MILHO VERDE IN NATURA - R$ 4.102.773,01
MINGAU INSTANTÂNEO -  R$ 1.607.508,14
MISTURA ALIMENTÍCIA  -  R$ 18.078.777,29
MISTURA SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR  -  R$ 3.678.975,44
MOLHO ALIMENTÍCIO  -  R$ 14.672.268,80
MOLHO DE MESA  -  R$ 9.600.706,10
MOLHO INGLÊS  -  R$ 4.142.603,18
MOLHO PIMENTA   -  R$ 6.519.238,73
MOLHO SHOYO  -   R$ 3.365.435,57
MOLHO TOMATE  -  R$ 1.345.756,39
ÓLEO VEGETAL COMESTÍVEL  -  R$ 13.170.405,62
OVO -  R$ 30.259.692,90
PÃO -  R$ 22.229.419,85
PÃO DE QUEIJO - R$ 8.719.739,55
PEIXE EM CONSERVA - R$ 11.099.658,32
PEIXE IN NATURA  -  R$ 30.916.523,25
PICLES EM CONSERVA  -  R$ 2.801.035,25
PIZZA  -  R$ 1.240.866,58
PÓ PARA REFRESCO -  R$ 1.331.263,96
PÓ PUDIM - R$ 6.589.839,54
QUEIJO  -  R$ 45.588.412,36
QUEIJO RALADO  -  R$ 3.696.286,01
RAPADURA  -  R$ 1.554.167,98
REFRIGERANTE  -  R$ 31.545.337,34
REQUEIJÃO  -   R$ 15.604.954,12
RICOTA  -  R$ 1.207.074,80
SAGU  -  R$ 2.241.859,51
SAL  - R$ 18.530.214,29
SALGADOS DIVERSOS  -  R$ 14.740.860,65
SORVETE  -   R$ 13.939.435,86
SUCO  -  R$ 52.537.741,16
TEMPERO  -  R$ 14.827.686,33
TOMATE IN NATURA   -   R$ 3.493.740,30
UVA PASSA   -   R$ 5.029.601,54
VERDURA IN NATURA  -   R$ 53.232.579,76
VINAGRE  -  R$ 13.227.049,84
VINHO -  R$ 2.512.073,59

FONTE: Metrópolis / Ig Economia.