quinta-feira, 16 de março de 2017

Gestão Ana Célia tem primeira baixa na equipe


A pouco mais dois meses e meio do inicio da gestão, a prefeita de Surubim, Ana Célia Cabral (PSB), teve a primeira baixa na equipe, justamente em um dos setores mais estratégicos: a comunicação. O jornalista Linduarte Júnior deixou a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, alegando estar sendo "impedido de seguir na implantação de um trabalho realmente profissional da área".

O jornalista distribuiu nota de esclarecimento (confira abaixo) justificando a saída. No texto, o ex-assessor informa que a saída foi provocada por "iniciativas e fatos alheios ao universo do jornalismo e da comunicação", sem entrar em detalhes sobre a motivação da saída. Os bastidores dessa inesperada baixa na equipe ainda podem ser revelados: "em tempo hábil, darei explicações sobre o episódio", afirma.  

A escolha de técnicos para compor a equipe repercutiu bem na formação do governo Ana Célia. Ex-assessor de imprensa da ex-deputada federal e ministra do TCU Ana Arraes, Linduarte Júnior atuou na linha de frente da campanha de Ana Célia. Profissional respeitado na área, também atuou na iniciativa privada, como produtor de jornalismo da rádio CBN Recife. 

Embora o período seja muito curto para se avaliar a gestão como um todo, ou para se cobrar resultados práticos das secretarias, é tempo mais do que suficiente para reconhecer o trabalho diferenciado, ético e técnico, que o profissional vinha realizando na Prefeitura de Surubim.

Agregador, o assessor estabeleceu uma sintonia bastante respeitosa e igualitária com todos os veículos locais de comunicação. Começou a profissionalizar o setor, produziu material de qualidade e conquistou espaços importantes na mídia, dando visibilidade à gestão Ana Célia.

Mas quebrar paradigmas é sempre muito complicado. Contraria interesses (às vezes de empresas), posturas viciadas e conceitos equivocados, mas implantados e estabelecidos. Em Comunicação, especificamente, não é nada fácil, uma vez que 'todo mundo opina e sabe tudo', mesmo sem qualquer formação ou embasamento técnico. 

O fato é que, neste momento de crise, com os Municípios com dificuldades e a classe política com a credibilidade em xeque, profissionalizar a Comunicação institucional das Prefeituras, sobretudo as do interior, é essencial para potencializar as administrações e preservar e fortalecer a imagem dos gestores. 

A Prefeita de Surubim, Ana Célia Cabral (PSB), ainda não se manifestou sobre a saída repentina do assessor de Comunicação. 

Confira o texto distribuído para a imprensa local, assinado pelo jornalista Linduarte Júnior: 

NOTA DE ESCLARECIMENTO:
AFASTAMENTO PREFEITURA DE SURUBIM Prezados amigos da imprensa e blogueiros de Surubim, Comunico a todos e a todas que não ocupo mais a função de Diretor de Comunicação da Prefeitura de Surubim. Iniciativas e fatos alheios ao universo do jornalismo e da comunicação, levaram à essa decisão, impedindo-nos de seguir na implantação de um trabalho realmente profissional na área. Esclareço, ainda, que em tempo hábil, darei todas as explicações sobre o episódio aos amigos e amigas da imprensa. Desde já, agradeço a atenção e o carinho que todos sempre tiveram com o trabalho que realizamos. Um forte abraço, Linduarte Júnior.

Da Redação.

quarta-feira, 15 de março de 2017

SURUBIM: Manifestantes fazem protesto conta a reforma da Previdência Social


Professores, trabalhadores da Educação e estudantes, participaram na manhã desta quarta-feira (15) de um protesto contra a reforma da Previdência, proposta pelo governo federal.

Os manifestantes percorreram as principais ruas do Centro da cidade, e seguiu a mobilização nacional, que também abrange profissionais de outras categorias.

Por conta da manifestação, as escolas suspenderam as aulas. Um grupo de professores seguiu para o recife

GREVE A rede estadual, no entanto, decretou greve por tempo indeterminado, decisão seguida pelos professores de cinco municípios: Recife, Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho, Moreno e de Olinda.  

Surubim tem cinco escolas da rede Estadual: Severino Farias, Ana Faustina, Maria Cecília, Natalícia Figueirôa e Escola Técnica.






Fotos: Facebook.
Da Redação.

terça-feira, 14 de março de 2017

SURUBIM: "Em apenas 40 dias, Ana Célia gastou R$ 11 milhões ou 13% do orçamento anual do Município, sem licitação, driblando a Lei", diz vereador Vavá


O vereador da bancada de oposição, Josivaldo da Silva, ou dr. Vavá (PDT), ingressou com uma representação no Ministério Público contra a prefeita de Surubim,  Ana Célia Cabral (PSB) por ter efetuado compras, sem licitação, com valores superiores a  R$ 11 milhões, em um período de 40 dias. De acordo com o texto da representação, “ consta no Diário Oficial, um verdadeiro festival de dispensa de licitações em valores astronômicos, com visível afronta à Lei”.

“Ana Célia driblou toda Lei de Licitações, alegou um estado de calamidade que não existia, para não fazer concorrência pública.  A legislação exige uma série de critérios, para dispensa, que não foram considerados. Em apenas 40 dias de gestão, Ana Célia gastou mais de R$ 11 milhões, o que representa cerca de 13% do orçamento anual do Município. Nenhum outro prefeito gastou tanto em tão pouco tempo, sem fazer licitação”, afirma.


O vereador afirma que os valores foram distribuídos entre sete empresas, contratadas em apenas três datas (9 de janeiro, 17 de janeiro e 10 de fevereiro). “Dessas sete empresas só duas são de Surubim, uma gráfica e um posto de gasolina. As outras cinco são empresas de fora, que não geram nenhum emprego aqui na cidade. Suspeito que os donos sejam amigos da prefeita, tem muita coisa estranha nisso tudo. Por exemplo, se havia máquinas quebradas, o correto seria consertá-las. Mas Ana Célia preferiu contratar máquinas de uma empresa de engenharia para fazer serviços em Surubim, no valor de R$ 1,1 milhão. Comprou ainda R$ 2,6  milhões em alimentos, sem concorrência, quando a Lei diz que passou de R$ 8 mil tem que licitar”, disse.

Dr. Vavá faz ainda um balanço crítico aos pouco mais de dois meses da gestão da socialista e dispara criticas para equipe. “Ana Célia ainda não disse a que veio. No começo, foi na periferia com alguns secretários, mas foi a outras comunidades depois? Disse que ia pagar 100% dos ônibus dos universitários, mas está pagando? Prometeu empregos ao povo de Surubim, mas a equipe é de fora. Os secretários são de fora. Ela também não aproveita a mão-de-obra local nos demais cargos, nas equipes das secretarias. O secretario de saúde é de Cumaru e a equipe dele é toda de fora. Janeiro teve vinte dias úteis, mas o secretário de defesa social só trabalhou nove dias aqui na cidade. O genro, que não tem experiência alguma, ser nomeado secretário de Finanças é um grande absurdo. Já o secretário de agricultura não manda em nada”, opina.


O vereador também critica a articulação política da prefeita e o que chama de inversão de papeis. “Surubim tem polo de carnaval no Jucá, mas o diretor de Turismo foi para Salvador e voltou na terça-feira. O carnaval do Jucá foi comandado pelo vereador Nailton, o que é uma inversão total de papéis. A articulação política é um fracasso. O secretário não tem habilidade, força, inserção local, enfim, não tem liderança alguma. Agora, já que nomeou o genro, um parente em primeiro grau, para o primeiro escalão, poderia ter colocado o ‘primeiro-damo’, porque pelo menos, Biu Farias é articulado”, ironiza.

POSITIVO – para não frisar apenas os aspectos que considera negativos na gestão, dr. Vavá destaca que considera boa a atuação de três secretários. “Sim, há aspectos positivos. As secretárias Fernanda Leal [Juventude] , Penélope Andrade [Desenvolvimento Social] e o secretário João Filho [Educação] estão se dedicando, fazendo um bom trabalho. Os demais, são marionetes”, comenta.

De acordo com o vereador Vavá, a partir da notificação do Ministério Público, a prefeita Ana Célia Cabral tem dez dias para apresentar defesa justificando as dispensas de licitação.





Da Redação.