domingo, 5 de agosto de 2018

Marília Arraes decide disputar mandato na Câmara dos Deputados


Após tentar reverter a decisão de retirada de candidatura nas instâncias superiores do PT sem sucesso, a vereadora do Recife Marília Arraes (PT) decidiu que vai disputar um mandato na Câmara dos Deputados.

A ideia já estava sendo trabalhada como plano b, caso o partido lhe negasse a postulação, como de fato ocorreu. No início, ela resistia, porém se tornou uma alternativa viável diante da musculatura alcançada. A petista, no entanto, não pretende subir no palanque do governador Paulo Câmara (PSB).


Confira a nota oficial divulgada neste domingo (5) pela vereadora:

NOTA OFICIAL
A determinação do Diretório Nacional do PT que retirou a indicação de Marília Arraes como candidata a governadora, feita em nosso encontro estadual, e encaminhou a coligação com o PSB em nosso Estado atropelou o desejo de nossas bases de ter uma candidatura própria, que representasse legitimamente a defesa do presidente Lula, o projeto de resgate do Estado Democrático de Direito e a retomada dos direitos usurpados pelos golpistas.

O PT é um partido de massas e de luta. Nós somos o PT. Por isso, de forma coletiva e consciente, decidimos seguir juntos nesta próxima batalha. O melhor caminho a ser trilhado é nos mantermos unidas e unidos em torno do nosso projeto.

O lançamento do nome da companheira MARÍLIA ARRAES para a disputa à Câmara Federal é feito coletivamente. Por vários companheiras e companheiros que também estarão nesta batalha eleitoral. Somos dirigentes partidários, militantes e também candidatas e candidatos nesta eleição.

Essa eleição é de um projeto político construído com a militância. Juntos, lutaremos com todas as armas na defesa de Lula, no combate ao golpe e na construção dos sonhos, dos desejos que construimos ao longo desta caminhada.

Essa decisão é pautada no respeito às manifestações que viemos recebendo dos quatro cantos de Pernambuco e de outros estados, de companheiros e companheiras que não querem se furtar a eleger um projeto que represente, de fato, os interesses do povo pernambucano.

Marília é hoje, sem sombra de dúvida, uma das principais lideranças políticas de esquerda de nosso Estado. É mais. É a responsável por trazer de volta para o debate político, milhares de homens e mulheres que haviam se afastado deste universo. Marília representa a coragem e a luta de todos nós.

Em nome das demais candidaturas que se animaram neste período, em nome das lutas dos movimentos sociais que nos associamos, em nome da militância de base que quer continuar resistindo, em nome da estrela vermelha que brilha no peito dos petistas, Marília Arraes seguirá candidata a deputada federal pelo Partido dos Trabalhadores, liderando a defesa de Lula, a luta dos trabalhadores e trabalhadoras e desse campo político que reúne os nossos melhores sonhos de mudar o rumo de Pernambuco e trazer de volta o Brasil mais Feliz.

#TôComMarília

Glaucus Lima - Executiva Estadual PT/PE
Edmilson Menezes - Executiva Estadual
Mucio Magalhães - Executiva Estadual PT/PE
Sheila Oliveira - Executiva Estadual PT/PE
Ivete Caetano - Executiva Estadual PT/PE
Verones Carvalhos - Executiva Estadual PT/PE
Luciano Duque - Prefeito do Serra Talhada
Teresa Leitão - Deputada Estadual e candidata a reeleição
Fernando Ferro - Candidato a Deputado Federal
Carlos Veras -Candidato a Deputado Federal
Liana Cirne - Candidata a Deputada Federal
Flavia Hellen - Candidata a Deputada Federal
Daniel Finizola - Candidato a Deputado Federal
Joao Alfredo - Candidato a Deputado Federal
Emidio Vasconcelos - Candidato a Deputado Federal
Ernesto Maia - Candidato a Deputado Federal
Cristina Costa - Candidata a Deputada Estadual
Sylvia Siqueira Campos - Candidata a deputada estadual
Sinesio Rodrigues - Candidato a deputado estadual
Felipe Rodrigues - Candidato a deputado estadual
Maricleiton Silva - Candidato a deputado estadual
Ricardo Andrade - Candidato a deputado estadual


Fonte: Folha de PE.

Frente popular anuncia chapa majoritária, com Paulo Câmara e Luciana Santos



Sem surpresa, a Frente Popular anunciou, neste domingo (05), a chapa majoritária, encabeçada pelo governador Paulo Câmara (PSB), com a deputada federal Luciana Santos (PCdoB), na vice, e o deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) e o senador Humberto Costa (PT) nas vagas ao Senado. A convenção estadual do PSB ocorre no Clube Internacional do Recife.

A coligação é formada por PSB, PT, MDB, PCdoB, PSD, PR, PP, Solidariedade, PPL, PMN, Patriotas e PRP. O grupo ainda tentar segurar o PROS e PDT, que articularam uma terceira via.


Apesar do PSB ter anunciado neste domingo(05), durante sua convecção nacional, que se manterá neutro e não irá apoiar nenhuma candidatura específica à presidência da República, Humberto Costa  declarou que o integrantes da chapa estão "unidos em prol da candidatura de Lula". “Decidimos ficar com a esquerda, com a unidade das forças populares, unidos com Pernambuco e Brasil, disse ele. "A luta continua e a Frente Popular tem a reintegração do PT”.

Humberto Costa afirmou que o momento que Pernambuco mais cresceu foi com a parceria entre o ex-governador Eduardo Campos e o presidente Lula, e que Paulo Câmara sofreu discriminação do governo Temer. “Em Brasília, jamais faltei a um chamamento seu. Juntos, vamos construir um governo ainda melhor”, declarou.

O petista acrescentou que muitos questionam como “pessoas diferentes” (Jarbas e ele) possam estar juntos. “Estamos juntos por Pernambuco e pelo Brasil”, finalizou. "Estamos aqui para dizer que é fundamental reunir as forças de todas as tendências para fazer Paulo vitorioso", afirmou por sua vez Jarbas Vasconcelos.



Luciana Santos disse em seu discurso que "a parceria entre Eduardo Campos e o presidente Lula foi o tempo em que Pernambuco mudou a sua matriz econômica, e trouxe a Refinaria Abreu e Lima, a Hemobras e muitas outras obras importantes para o Estado". "Apesar da perseguição de que você, Paulo, foi vítima, você está aqui governador, lutando por Pernambuco. Queriam tirar a refinaria, a Hemobras e privatizar a Chesf. Mas você lutou", destacou ela.

O primeiro-secretário nacional do PSB e prefeito do Recife, Geraldo Julio, não veio à Convenção Estadual, porque foi à Convenção Nacional do partido, em Brasília, que consolidou a neutralidade da legenda na disputa presidencial. Isso, inclusive, foi parte do acordo entre PT e PSB.

Após o encerramento da convenção estadual, o governador Paulo Câmara afirmou que ainda tenta manter o PROS e o PDT na Frente Popular. Os dois partidos estão articulados uma terceira via, junto com Avante.

"Quando eu vim para cá, eles ainda estavam debatendo. Estamos tentando conversar. Se estivermos com eles, ótimo, mas, se não conseguirmos, vamos para a disputa", declarou.

Fonte: Folha de PE.

Psol disputa pelo governo de PE com advogada Dani Portela


A coligação "A Esperança Vence o Medo" oficializou a candidatura de Dani Portela (Psol) ao governo de Pernambuco.

Além do Psol, o Partido Comunista Brasileiro (PCB) também faz parte da chapa majoritária, com a candidatura da educadora social Gerlane Simões a vice-governadora.

Natural de Olinda, Danielle Gondim Portela dos Santos é advogada e historiadora formada pela Universidade Católica de Pernambuco e tem mestrado em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Atuou como professora pela Universidade Federal da Paraíba e como pesquisadora vinculada ao Departamento de Paleontologia da UFPE.

Atualmente, a candidata do Psol atua como advogada popular especializada em questões de violência contra a mulher e também atua em questões sindicais.

O anúncio foi feito, neste sábado (4),  na convenção pzartdária, realizada na Casa Marielle Franco, sede do Partido Socialismo e Liberdade, no Centro do Recife. 

Fonte: G1 PE.

Armando Monteiro ençabeça chapa da 'Frente de oposição Pernambuco Vai Mudar'


Diante de um Classic Hall lotado, o senador Armando Monteiro (PTB) fez uma conclamação ao povo de Pernambuco, durante a convenção que lhe oficializou como candidato ao governo pela frente de oposição "Pernambuco Vai Mudar":  chegou o momento de olhar para o futuro e de, tendo um público de mais de 15 mil pessoas como testemunhas, homenagear quem mais merece: o povo pernambucano. O evento ocorreu neste sábado (4), reunindo candidatos e representantes dos 13 partidos que compõem a aliança liderada pelo petebista: PTB, PSDB, DEM, PSC, PPS, PRB, Podemos, PV, PSL, PRTB, PHS, PSDC e PMB.

Também foram confirmados os nomes dos demais integrantes de chapa  - os candidatos a vice-governador Fred Ferreira (PSC) e às duas vagas no Senado, Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM).

"Não é hora de olhar para o passado. Querem falsear o debate. Mas sabe o que nos interessa? É o lado da mudança, o do futuro de Pernambuco", afirmou Armando Monteiro.

"O que é ser novo? Não é apenas ser jovem. Ser novo é ser diferente, é ser capaz de entender as mudanças e transformações. É ser honesto, é entender que se governa para a maioria de forma transparente", salientou.

Armando desferiu críticas contundentes à letargia que tomou conta do estado desde que o governador Paulo Câmara tomou posse, em janeiro de 2015.  "Sabemos que a eleição de 2014 não foi uma eleição em que apenas se elegeu um governador. Foi uma homenagem ao ex-governador Eduardo Campos", disse o candidato a governador, emendando: "Mas essa justa homenagem de seguiu uma grande decepção. Esse governo tem a marca da omissão: falhou na saúde, na educação, na segurança."

Para Armando, Pernambuco vive um momento em que a pressa do povo em se ver livre dos problemas não se conecta com a do governo, que não responde à população com a urgência necessária. "São duas velocidades: a do povo, que sofre, a velocidade da vida real, e a velocidade desse governo: um governo lerdo, quase parado. Pernambuco tem pressa para compensar o atraso", enfatizou o candidato a governador, cujo palanque conta com o apoio de 94 candidatos a deputados federais e estaduais.



MAJORITÁRIA - O candidato a vice, Fred Ferreira, garantiu que será um aliado fiel durante a campanha: "Sou disciplinado. Se me derem uma missão, eu vou cumprir. Pode contar comigo, Armando". Já Bruno Araújo, postulante ao Senado, observou a caminhada coesa do cabeça de chapa em sua vida pública. "A história de Armando é firme, retilínea e coerente", acrescentou. Mendonça Filho, que ocupa a outra vaga de candidato ao Senado, optou por elogiar a disposição do povo de Pernambuco para resistir a tempos difíceis. "O povo de Pernambuco nunca foi omisso, nunca foi covarde. E vai saber escolher o caminho certo", finalizou.

Fotos: Leo Caldas e Ricardo Labastier/Divulgação.
Fonte: Assessoria de Imprensa.

Rede Sustentabilidade oficializa Júlio Lóssio como candidato ao governo de PE



A Rede Sustentabilidade oficializou a candidatura de Júlio Lóssio ao governo de Pernambuco. O pastor Jairinho Silva é o candidato a senador do partido, que ainda conta 33 candidaturas para deputado federal e 18 candidatos a deputado estadual.

Em seu primeiro discurso após a oficialização da candidatura, Júlio Lóssio abordou temas como segurança, transparência e educação pública. “Se for para cuidar do dinheiro dos outros, o seu precisa ser visto. Defendo que as pessoas que participam da vida pública não tenham sigilo bancário, telefônico e fiscal”, afirmou. 

De acordo com o candidato, caso seja eleito, pretende desenvolver um trabalho com atenção especial à mulher e à infância. “Vamos implantar a maior rede [estadual] de creches do país”, disse. 

Em outro momento, ele falou que pretende implantar uma Secretaria de Desenvolvimento Econômico que não tenha como foco apenas o Porto de Suape, citando o polo têxtil do Agreste como um dos pontos de Pernambuco que merece mais atenção. 

Nascido em Manaus, no Amazonas, Júlio Lóssio tem 46 anos e é formado em medicina na Universidade Federal de Pernambuco, além de ter especialização em oftalmologia clínica e cirúrgica. Ele foi eleito prefeito de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, em 2008 e foi reeleito para o cargo em 2012, em ambos os mandatos como filiado do Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Desde fevereiro de 2018, é filiado à Rede Sustentabilidade. 

A convenção da Rede Sustentabilidade aconteceu na sexta-feira (3), realizada em um hotel no Pina, bairro da Zona Sul do Recife.  

Fonte: G1 PE.

Marília Arraes vai apoiar Maurício Rands, candidato a governador do PDT, Avante e Pros



No último dia do prazo de convenções, os diretórios estaduais do PROS, Avante e PDT em Pernambuco decidiram compor uma nova chapa majoritária na tentativa de formar uma terceira via na disputa estadual. 


O candidato a governador será advogado e secretário da Organização dos Estados Americanos (OEA), Maurício Rands (PROS). Na vice, Isabella de Roldão (PDT), que já foi vereadora do Recife.  

Segundo a Agência Estado, a vereadora do Recife, Marília Arraes (PT), que teve a candidatura retirada pelo partido, daria apoio ao bloco. A reportagem do Diario não conseguiu falar com a vereadora.  

Pela manhã, Tulio Gadêlha, que deve concorrer a deputado federal pelo PDT, disse que com a saída de Marília da disputa pelo governo, "se faz necessário a criação de um grupo no campo da centro-esquerda" para tentar romper a polarização entre Paulo Câmara (PSB), que tenta a reeleição, e Armando Monteiro Neto (PTB).
    

Fonte: Diário de PE.








































sábado, 4 de agosto de 2018

Petista Marília Arraes admite disputar mandato de deputada federal


Pré-candidata ao governo de Pernambuco, a vereadora Marília Arraes (PT) admitiu a dirigentes petistas a disposição de disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados, abrindo mão de concorrer contra o governador Paulo Câmara, do PSB.
Embora vitoriosa na convenção estadual do partido, Marília disse a aliados que não pretende tensionar o clima da convenção petista, onde será lançada a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao
A intenção dos petistas é pacificar o ambiente para que o lançamento de Lula seja festivo. Por isso, nenhuma divergência deverá ser levada à convenção.
A mesma lógica valerá para o PT do Ceará, hoje dividido quanto à hipótese de ceder espaço para que o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), concorra à reeleição na chapa do governador petista, Camilo Santana.
Fonte: Folha de São Paulo.

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Manuela será vice de Lula e Haddad assumirá candidatura no caso de impugnação do ex-presidente, diz fonte



BRASÍLIA - A deputada estadual Manuela D’Avila será a candidata a vice-presidente na chapa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, o plano B do partido para assumir a candidatura no caso da impugnação da candidatura do ex-presidente, disse à Reuters uma fonte que acompanha de perto as negociações. 

Haddad viajou nesta sexta-feira a Curitiba, com a presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann (PR) e o secretário de Finanças do PT, logo depois da reunião do Diretório Nacional, para conversar com Lula sobre o acordo. 

Manuela foi apresentada como candidata à Presidência pelo PCdoB em convenção na última quarta-feira, mas o partido tinha deixado em aberto a possibilidade de se aliar ao PT em uma frente de esquerda, desde que o PT cedesse a vaga de vice-presidente a Manuela. 

De acordo com a fonte, Haddad ficará à disposição para assumir a vaga de candidato a presidente com a provável impugnação da candidatura de Lula que, condenado em segunda instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, deve ser enquadrado na lei da Ficha Limpa. 


Fonte: Reuters.

SURUBIM: Construção de lombada na rodovia PE-90, próximo ao bairro Santo Antônio, trará mais segurança ao trânsito, sobretudo para pedestres



Não é tão longe caminhar da comunidade do Santo Antônio para o Centro de Surubim. O trajeto é feito diariamente por muitos moradores do bairro popularmente conhecido como 'Cascão', localizado às margens da rodovia PE-90, na chegada da cidade. Com o fluxo intenso dos veículos nos dois sentidos, os pedestres enfrentam sérias dificuldades para atravessar a via, e temem atropelamentos, que inclusive colocam vidas em risco. 



Para trazer mais segurança para as pessoas e para o trânsito, o vereador Fabrício Brito(PSB), e atendendo aos moradores do bairro, apresentou um requerimento para que seja construída uma lombada no trecho da rodovia entre o 'anel viário' e a churrascaria Boi Carrapeta. A proposta do vereador é uma ação considerada importante pelos moradores e pedestres que passam pelo trecho.




Trabalhando há um ano como revendedora de recarga de celular, em frente a churrascaria localizada neste trecho, Luanna Soares, observa de segunda a sábado como é o movimento de veículos e pedestres no local. “Seria ideal uma lombada neste trecho. Neste tempo que trabalho aqui já presenciei muita batida no trecho de retorno à cidade e quem vem sentindo Recife. Também escuto muitos clientes comentando que seria bom uma lombada, pois atravessar neste trecho é muito perigoso”, afirma.



O gesseiro Rafael Barbosa, lembra que sem uma lombada para ajudar a diminuir a velocidade dos veículos as chances de acidente estão cada vez maiores. “São muitas as chances de haver um atropelamento aqui. Os carros nunca dão a vez aos pedestres. Eu acredito que a lombada vai ajudar a melhorar nossa situação”, afirma o morador do Santo Antônio.

De acordo com a bordadeira Luana Fernanda, para o pedestre atravessar é um sufoco e é preciso ter atenção redobrada. “Sempre passo pelo trecho, mas atravessar é muito perigo. Se tivesse uma lombada facilitaria para as pessoas porque geralmente os veículos e motos passam em uma velocidade bem alta”,  frisa a também moradora do bairro.




Já a assistente social Maria Izabel, moradora do município vizinho de Santa Maria do Cambucá, afirma que está sempre vindo para Surubim e passa pelo trecho. Como motorista, ela acredita que a construção de uma lombada no local trará mais segurança ao trânsito. “O trânsito aqui é muito intenso. É sempre possível ver pessoas tentando atravessar. Se tivesse a lombada facilitaria e muito para todo mundo, pedestres e também motoristas. Estou trazendo meu carro na oficina e foi um sufoco entrar no estabelecimento, no lado oposto ao meu sentido”, destaca.


A proposta foi aprovada por unanimidade em sessão da Câmara de Vereadores. Por se localizar em uma rodovia estadual, a construção da lombada deve ocorrer em parceria com o Departamento de Estradas e Rodagens de Pernambuco - DER/PE. O requerimento foi encaminhado ao presidente do DER/PE, Augusto Barros, e encaminhado à Prefeitura de Surubim para que a obra seja executada. 

Fotos: Cintia Barros
Fonte: Assessoria de Imprensa.

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Marina é a maior herdeira de votos de Lula, aponta CNI-Ibope



Se as eleições fossem hoje e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não pudesse concorrer, Marina Silva, pré-candidata da Rede à Presidência, seria a maior herdeira dos votos do petista, de acordo com pesquisa CNI-Ibope divulgada nesta quinta-feira (2).
O levantamento aponta que Marina teria 16% dos votos que seriam direcionados a Lula, seguida de Ciro Gomes (PDT), com 11% dos votos. O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, incluído na pesquisa como candidato alternativo do PT, receberia apenas 3% dos votos.

Oficialmente, o PT não admite a existência de um plano B, mas a Haddad é forte candidato a substituir Lula caso o ex-presidente seja impedido de concorrer pela Lei da Ficha Limpa, que barra candidaturas de condenados em segunda instância. Lula está preso desde 7 de abril e sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex em Guarujá (SP) já foi confirmada pelo TRF-4.
No cenário sem Lula, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) lidera a preferência do eleitorado, com 17% dos votos. Na sequência estão Marina, com 13%, Ciro, com 8%, e Geraldo Alckimin (PSDB), com 6%.

Eleição com Lula

Em um cenário em que Lula é o candidato do PT, o ex-presidente lidera com 33% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro (15%) e Marina (7%). Nesse caso, Ciro e Alckmin aparecem com 4% das intenções de voto.
A pesquisa ouviu 2 mil pessoas entre os dias 21 e 24 de junho em todo o País, informa o Ibope.
Fonte: Huffpost Brasil.