quinta-feira, 30 de junho de 2016

'Chorei demais', revela ex-cortador de cana que se formou em medicina

Homenageado pelos colegas, Jonas chorou / Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem

Um dos sete filhos do pedreiro José Lopes, de 63 anos, e da dona de casa Edileusa Maria, de 59, o agora médico Jonas Lopes trabalhou como cortador de cana até os 15 anos. Nascido em Palmares, Mata Sul de Pernambuco, Jonas morou até 2006 em Joaquim Nabuco. Hoje com 30 anos, o futuro cardiologista garante: "o que me move é o conhecimento e ajudar as pessoas".
Ele é o primeiro da família a ter curso superior, mas acredita que no futuro os irmãos irão seguir o mesmo caminho. "Agora eu só quero ajudar meus pais, dar orgulho a eles e aos meus irmãos e continuar exercendo meu amor pela medicina, distribuir esse amor para os meus pacientes. Também quero estudar, estudar e nunca parar", afirmou.
Ex-cortador de cana com a prima na formatura dele em medicina pela UPE (Foto: Arquivo pessoal/Maria Eduarda Lopes)
Jonas se tornou médico de fato e direito na quarta-feira (29) - dia da colação de grau. Ele disse que não conseguiu segurar a emoção no momento em que foi homenageado pelos colegas.
"Tivemos uma colação antecipada no dia 17 de junho, que foi para pegar o registro do Cremepe [Conselho Regional de Medicina de Pernambuco]. Na solenidade oficial, na hora do discurso da oradora, ela disse: 'Jonas, levante'. Em seguida, falou um breve histórico da minha vida, me parabenizou e todos os meus colegas me aplaudiram. Não aguentei e chorei demais", revelou.

O médico, que desde de criança ajudava a mãe a cortar cana, trabalhou na zona rural de Joaquim Nabuco dos 12 aos 15 anos. Foi também durante a infância que veio o sonho de cursar medicina. Desde pequeno Jonas gostava de ciências. Devido às dificuldades pelas quais a família passava, pensou em ser professor, porque - para ele - seria mais fácil. "Mas eu ficava admirando o trabalho de médico. Sempre tive a medicina no coração", falou.
Entre os anos de 1998 e 1999, o médico parou de estudar. Ele disse que esta "parada" nos estudos foi um momento de rebeldia. "Eu recomecei em 2000. Na verdade, eu caí na real. Ver minha mãe trabalhando no engenho, sofrendo… Ela tinha que comprar os meus cadernos e dos meus irmãos ou comida para dentro de casa. Quando eu vi esse sofrimento dela, decidi que jamais iria parar de estudar. O céu não é nem o meu limite. Eu amo estudar", explicou Jonas.

O recém-formado também trabalhou dando aulas de de reforço, em casas de jogos e carregando frete na feira. No ano de 2006 ele fez o vestibular de medicina e passou só na primeira fase.
Em 2007, Jonas começou a se preparar para o vestibular da Universidade de Pernambuco (UPE), que oferecia vagas exclusivas para estudantes de escolas públicas. "Eu conheci o sistema de cotas da instituição e vi que tinha como entrar por ele, já que eu sempre estudei por escola pública. Esse sistema de cotas foi minha esperança", lembrou o médico.

Aprovação na UPE - Jonas tentou entrar na universidade por três anos. Em 2006 ele estudou sozinho e não conseguiu a aprovação. No mesmo ano ele juntou o dinheiro do trabalho para ir morar no Recife com a irmã. De 2007 até 2009 - ano no qual foi aprovado - ele cursou pré-vestibular e estudava de dez a 12 horas por dia.
O médico recém-formado conseguiu assistência moradia e alimentação como bolsa da UPE e morou durante seis anos na Casa do Estudante de Pernambuco. "Fui monitor de inglês na casa, ganhei bolsa de iniciação científica e extensão universitária", disse.
Em 2014 Jonas começou a estagiar em uma unidade de saúde de Joaquim Nabuco. Com o estágio ele ajudava na renda dos pais. "Eu ficava atendendo e passava os casos para o médico plantonista, que é como é regulamentado pelo código de ética médica", lembrou.
Fonte: G1 PE.


Ex-detento apresenta TCC para juíza que o permitiu estudar

 

Um reencontro emocionou quem estava presente e provou que a educação é capaz de transformar vidas. O formando do curso de Direito da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Lincoln Gonçalves Santos, ex-detento, defendeu seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) no dia 22 de junho, no Campus Kobrasol, em São José. Para compor a banca avaliadora, o aluno convidou a juíza Denise Helena Schild de Oliveira, titular da Comarca da 3ª Vara Criminal da comarca da Capital, que concedeu, na época, liberdade condicional a Lincoln em razão da progressão de regime, para ele estudar.

O trabalho defendido pelo acadêmico intitula-se “O sistema prisional brasileiro e a possibilidade de responsabilização internacional do país, por violação de documentos internacionais de proteção dos direitos humanos”. De acordo com o professor do curso de Direito e orientador de Lincoln, Rodrigo Mioto dos Santos, desde o início da orientação eles falavam sobre a possibilidade de convidar a magistrada, ideia aprovada em comum acordo entre aluno, orientador e coordenação do curso. 



“Precisamos acreditar que a educação transforma. Neste caso, a educação mudou uma vida. A universidade e todo e qualquer professor, ao meu ver, tem esta missão. Demos a nossa contribuição, agora o futuro está nas mãos do Lincoln”, afirmou o orientador. 

A banca avaliadora concedeu nota 10 ao trabalho realizado pelo formando em Direito. A juíza ficou muito satisfeita com o convite e, de forma emocionada, enfatizou: “Nem sempre se tem ideia do quanto é gratificante fazer justiça, abrindo caminhos e oportunizando a ressocialização de quem esteve à margem da sociedade”.


Fonte: Uivali - Universidade do Vale do Itajaí.

Acidente entre ônibus da 1002 e moto deixa um morto, na PE-90, em Bom Jardim


 Um acidente entre um um ônibus da 1002, que fazia linha - Umburetema/Recife, e uma moto provocou a morte do motociclista, que não teve a identidade revelada.





O acidente aconteceu na tarde desta quinta-feira (30), nas proximidades dos coqueiros do Senhor Marinho, na PE-90, em Bom Jardim.   

Fonte: informações do Portal Bom Jardim.

Assembleia encerra atividades do primeiro semestre de 2016

BALANÇO - Presidente Guilherme Uchoa fez avaliação do trabalho legislativo, que teve 207 matérias aprovadas. FOTO: Rinaldo Marques
A Reunião Plenária desta quinta (30) foi marcada pelo balanço das atividades do semestre. Presidente do Poder Legislativo Estadual, o deputado Guilherme Uchoa (PDT) destacou, na última reunião antes do recesso parlamentar, que a Assembleia Legislativa se prepara para os próximos meses com o mesmo comprometimento com que desenvolveu as atividades na primeira metade do ano. “Permaneceremos atentos, trabalhando pela construção de uma sociedade mais justa e democrática e pela superação de eventuais obstáculos”, frisou.
A retomada das obras do Edifício Miguel Arraes de Alencar, que irá abrigar o novo Plenário da Casa a partir de 2017; a apresentação do relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito das Faculdades Irregulares; e a atuação da Comissaõ Especial de Acompanhamento dos Casos de Microcefalia no estado foram apontadas como destaques do semestre, além da instalação de diversas frentes parlamentares. Ao longo dos seis primeiros meses de 2016, a Assembleia promoveu um total de 175 Reuniões Plenárias; 259 proposições foram apresentadas (entre projetos de lei ordinária, complementar e de resolução), das quais 207 foram aprovadas. Uchoa destacou que, entre os 214 projetos de lei ordinária recebidos, 158 foram de autoria parlamentar. “Isso reflete o compromisso dos deputados que compõem este Poder com as principais demandas da sociedade”, avaliou.
Celebrada em abril, a comemoração dos 181 anos da Alepe também foi marcada pela promoção da inclusão social e do pleno exercício da cidadania, com o lançamento da cartilha digital Síndrome de Down. A ação deu continuidade a outras iniciativas com esse enfoque desenvolvidas pela Alepe, como a cartilha Transtorno do Espectro do Autismo, lançada em 2015, e o curso de capacitação para o ensino de crianças com esse transtorno.
Lideranças – Os líderes de bancadas também fizeram um balanço dos últimos seis meses. Em referência à crise econômica nacional, o governista Waldemar Borges (PSB) avaliou o semestre como o mais duro de todos os que Pernambuco viveu nas últimas décadas. Segundo o parlamentar, a atual conjuntura “já tem comprometido parte do que se construiu no Estado no passado recente, apesar de Pernambuco não figurar no rol das 18 unidades da federação com contas no vermelho”. A sua avaliação do semestre, contudo, foi positiva: “Temos conseguido atravessar esses tempos de extremas adversidades sem perder o controle das contas públicas”, ressaltou.
Entre as ações destacadas por Borges, estão a implantação de sete escolas técnicas e a liberação de ordens de serviço para a construção de mais 13; a inauguração de quatro terminais integrados de passageiros; a contratação de mais 2.560 novos profissionais na área de saúde e de 1,1 mil novos soldados da Polícia Militar; e o investimento de R$ 269 milhões em recursos hídricos, somente em 2015. “Aos municípios, que também vêm sofrendo com todos os desmandos na política e na economia, o Governo do Estado aportou R$ 372 milhões em repasses do FEM relativos aos anos de 2013, 2014 e 2015. Além de ter criado o FEM Mulher, que destina 5% dos seus recursos ao fortalecimento das políticas de gênero”, destacou.
Para o deputado, todas essas ações só foram possíveis por causa da “malha de infraestrutura econômica consolidada e das cadeias produtivas diversificadas desenvolvidas ainda durante o governo de Eduardo Campos”. A desenvoltura do governador Paulo Câmara também foi ressaltada: “Temos o privilégio de contar com o melhor governador que um Estado pode ter para enfrentar situações como as atuais”, declarou. Ao finalizar o pronunciamento, Waldemar Borges descreveu o panorama que Pernambuco vivenciará no próximo semestre: “Nosso Estado continuará controlando os gastos, diminuindo os custos e seguirá sendo administrado com responsabilidade. Assim, enfrentaremos esses tempos adversos numa posição melhor do que a maioria dos Estados brasileiros”.
Líder da Oposição, o deputado Silvio Filho (PRB) reconheceu o desafio que foi o primeiro semestre de 2016 para Pernambuco, mas avaliou que muito ainda poderia ter sido realizado. Nesse sentido, pontuou o aumento da criminalidade no Estado, a indefinição quanto à Parceria Público-Privada (PPP) do Presídio de Itaquitinga, o atraso nas obras de requalificação da BR-101 e na entrega dos Corredores Norte-Sul e Leste-Oeste, além da paralisação do Projeto de Navegabilidade do Rio Capibaribe e da PPP do Saneamento. O parlamentar afirmou que, em julho, a Bancada da Oposição apresentará dados coletados ao longo de visitas a obras no Estado. “Apresentaremos o Pernambuco de Verdade”, adiantou. Também registrou desapontamento pelo fato de o empenho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com Pernambuco não ser mais mencionado pelo PSB: “Foram conquistas coletivas. Não individuais”.
Sílvio Costa Filho manifestou, ainda, preocupação com os Projetos de Lei nº 882 e 852Aprovados em Segunda Discussão na quarta (29), ambos são de autoria do Poder Executivo e alteram a política de incentivos fiscais às empresas instaladas em Pernambuco. “Fico receoso de que essa ação acabe gerando mais desemprego no nosso Estado, que já perdeu diversos postos de trabalho com a crise”, declarou. No contexto nacional, o Pacto Federativo foi abordado pelo parlamentar como “de fundamental importância” para dirimir os impactos da atual conjuntura econômica: “Não podemos deixar de fazer o registro de que essa pauta é urgente e deve ser priorizada no próximo semestre pelo Congresso Nacional”.
Recife – O vice-líder do Governo, Lucas Ramos (PSB), ressaltou as obras que a Prefeitura do Recife vem conseguido inaugurar mesmo no momento de crise. “Nessa semana, a PCR inaugurou a Upinha que atenderá às comunidades de Chié I e II (próximas à Fábrica Tacaruna) e distribuiu 300 títulos de posse no bairro de Passarinho. Além disso, vamos inaugurar a UPAE do Arruda, feita em parceria entre Estado e prefeitura. Tudo isso foi feito sem receber um real do Governo Federal”, ressaltou. Para Aluisio Lessa (PSB), essas inaugurações mostram que “as conquistas de Pernambuco e do Recife não foram feitas só com a ajuda da União, mas vêm, principalmente, da competência de Geraldo Julio e Paulo Câmara”.
Fonte: Alepe.

domingo, 26 de junho de 2016

Ex-vereador de Surubim, Anselmo Gomes, é encontrado morto

O ex-vereador de Surubim, Anselmo Gomes, foi encontrado morto, neste domingo (26), na residência, possivelmente vítima de infarto. Aos 57 anos, ele tinha problemas cardíacos e, este mês, também havia iniciado um tratamento de hemodiálise.


Anselmo Gomes foi vereador ente os anos de 2001 a 2004, durante a gestão Humberto Barbosa. Também era ligado ao ex-deputado Gonzaga Vasconcelos. Na Câmara protagonizou muitos debates calorosos com o vereador Severino Farias. Ficou conhecido pelos questionamentos e críticas contundentes que fazia aos adversários.


Esteve durante 33 anos no comando do PDT na cidade, mas perdeu a direção da sigla, no ano passado. Disputou outras eleições, mas não se elegeu. Atualmente era assessor na Câmara de Vereadores de Surubim e se preparava para tentar o pleito em outubro, pelo PR.


Na página do ex-vereador, no Facebook, amigos começam a postar mensagens, lamentando a partida.

"Anselmo meu amigo, que Deus te leve pra um bom lugar, te dê descanso eterno. Tenho a certeza que você está em lugar melhor. Saudades meu grande amigo", postou o pré-candidato a vereador Avegiano Lacerda.

"Ainda não caiu a ficha. Meu amigo, eleição passada estávamos juntos trabalhando... sentirei sua falta os conselhos políticos, conversas e risadas. Deus conforte a família , descanse em paz", colocou em no perfil, o também pré candidato Júnior Arruda.

 
" Descanse em paz Anselmo Gomes ! Que Deus conforte o coração de todos e de toda família", publicou a Vereadora Véia de Aprígio (PSB). 

Os detalhes do velório e sepultamento do ex-vereador não ainda não foram divulgados. 
   

Após polêmica, Safadão diz que vai doar dinheiro do cachê em Caruaru


Após a Justiça questionar o cachê de R$ 575 mil no São João 2016 de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, o cantor Wesley Safadão disse que vai doar o dinheiro para instituições de caridade do município. Ele falou neste sábado (25) que "o dinheiro de Caruaru voltará para Caruaru" e que tocaria na cidade "até de graça". Uma ação popular impetrada por advogados pediu o cancelamento do show, alegando suspeita de superfaturamento no cachê do artista.

CONFIRA O VIDEO  :



No dia 22 de junho, o juiz José Fernando Santos de Souza deferiu uma liminar para suspender o show de Wesley Safadão. A decisão foi tomada após três advogados do município entrarem com uma ação popular para pedir o cancelamento do show. No mesmo dia, o desembargador José Viana Ulisses acatou o pedido da Prefeitura de Caruaru e decidiu que a apresentação deveria ser realizada.

O Ministério Público Federal cgehou a questionar a diferença dos preços cobrados em Caruaru e Campina Grande. Na Capital do Forró, o valor é de R$ 575 mil, já na cidade paraibana seria de R$ 195 mil - valor confirmado pela prefeitura de Campina e negado pela empresa que cuida dos shows do artista.

Durante a apresentação deste sábado no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, Wesley Safadão disse que foi questionado nas redes sociais sobre o valor cobrado no cachê e afirmou que vai doar o dinheiro  para instituições carentes do município. O anúncio foi feito quase no final do show - que durou duas horas. "Se o problema é dinheiro, pode espalhar aí que o meu cachê está voltando para Caruaru para ajudar a quem realmente precisa. Em Caruaru eu toco até de graça. O que eu não quero é ficar de fora desta festa", afirmou o artista.


O show mais esperado da noite foi o último e teve início com a música "A Dama e o Vagabundo" e seguiu com uma sequência de sucessos do cantor - acompanhados pelo público, que apesar da chuva continuou dançando e cantando. Ele também cantou hits do sertanejo e do funk. A noite ainda contou com as apresentações de Gatinha Manhosa, Bichinha Arrumada e Jorge de Altinho - que desfilou os maiores sucessos dele.

Confusão nos portões - Os portões do Pátio de Eventos Luiz Gonzaga foram fechados antes das 21h - quando a capacidade máxima do espaço, 100 mil pessoas, já havia sido atingida. Sem acesso ao Pátio do Forró, milhares de pessoas ficaram do lado de fora. Insatisfeitas, algumas pularam os muros, já outras quebraram as grades das entradas de emergência.

Uma das grades foi invadida por duas vezes - uma correria tomou conta da rua e houve tumulto. Em um dos portões, a polícia precisou conter a multidão com spray de pimenta. Algumas pessoas jogaram pedras e latas de cerveja dentro do Pátio de Eventos. A cavalaria foi acionada, mas não conseguiu conter as pessoas que invadiram o espaço.

Muitos reclamaram que se sentiram insatisfeitos pela falta de organização. "É um absurdo isso com os moradores de Caruaru e com os visitantes. A gente ficar do lado de fora e ainda essa confusão nessas entradas", afirmou a comerciária Isabela de Azevedo. Milhares de pessoas também se aglomeraram nas entradas principais do Pátio do Forró e vaiaram porque não conseguiram entrar.

A confusão não foi apenas do lado de fora. Na entrada para o show, forrozeiros reclamaram de tumulto nas filas. Flávia Gabriela da Silva, de 15 anos, veio de São Caetano, no Agreste, e chegou ao espaço às 17h, mas só conseguiu entrar às 20h. "Levei muitos empurrões, estava uma grande confusão na entrada, mas mesmo assim eu vim porque eu queria ver o Wesley", disse a estudante.

Fontes: G-1 / Ego / Youtube.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Criticado por não usar 'jatinho igual o Wesley Safadão', Zezé di Camargo chama o cantor de 'emergente'

O cantor Zezé di Camargo publicou uma foto tirada dentro de um avião comercial de uma companhia aérea popular, na noite desta quinta-feira, 23. Mas ele só não esperava que uma selfie iria provocar uma discussão, seguida por uma briga com as fãs de Wesley Safadão. 

Um seguidor ironizou Zezé: "Ou a Zilu te tirou uma boa grana ou você está cada dia mais mão de vaca", diz o rapaz. "Você, um artista, tem que ou ter um jatinho igual o Wesley Safadão ou ir de primeira classe", completou. 

Conhecido por responder os fãs nas redes sociais, Zezé não deixou esse comentário passar batido: "Primeiro: o que você tem com isso? Segundo: não existe primeira classe em voo doméstico. Eu e meu irmão temos avião particular, mas qual o problema de viajar quando achar que devemos, em um voo comercial? Somos gente como todo mundo. E outra, quando o Wesley Safadão começou a fazer sucesso, eu já estava fazendo há 23 anos. Artista quando começa a fazer sucesso é assim: só anda de jatinho, Ferrari, barco de luxo, etc. Conhece aquela palavra 'emergente'? Também já passei por essa fase".

A partir desta resposta, o espaço de comentários da foto virou um campo de guerra entre fãs do Safadão que ficaram incomodadas com a declaração e as fãs de Zezé. 




Mais tarde, o cantor voltou à rede social para pulicar um desabafo. "Não adianta tentar me mudar. Detesto o termo: politicamente correto. Não vou ser hipócrita pra falar e fazer o q as pessoas acham q tenho que fazer. Quem quiser gostar de mim, (vide o show de hj), quase 100,000 pessoas cantando com a gente. Goste como sou!! Não adianta vir me insultar com inverdades ou falta de conhecimento, q não vou deixar barato. Longe de mim querer ser polêmico. O ig é meu e não vou fazer média com ninguém. Antes de ser artista, sou um ser humano e não abro mão disso!! Se quiser gostar de mim assim, seja bem vindo. Se não, nem precisa vir aqui. Aqui é um lugar da verdade e pessoas do bem. Só devo satisfação as pessoas q compram meus discos, vão ao meu show e ficam hrs me esperando pra cantar comigo, os meus sucessos. q convenhamos, não são poucos. Sou, faço e assumo tudo!! Sou homem de atitudes e não de provérbios. Graças a Deus sou dono do meu destino. Bem vindos os q pensam como eu e foda-se quem pensa o contrário. Alôôôô!! Nasci pobre, mudei minha vida e de todos q amo, com meu trabalho. E sou feliz assim!!! Da pra entender?!! Vc só tem duas escolhas aqui: respeite minha história ou respeite minha história!!! Entendeu?!!!", escreveu. 

Fonte: UOL.

Presidente da Câmara de Vereador de Santa Maria do Cambucá morre após quase dois meses no HR

Presidente da Câmara Municipal, José Jorge Lima sofreu atentado em maio.
Político foi baleado na cabeça, passou por cirurgias, mas não resistiu.

O presidente da Câmara de Vereadores de Santa Maria do Cambucá, José Jorge Lima, 43, morreu na tarde desta sexta-feira (24), após quase dois meses de internamento no Hospital da Restauração (HR), na área central do Recife. No dia 1º de maio, o político foi baleado em frente à sua residência naquela cidade do Agreste. Segundo a investigação, o vereador chegava em casa, na companhia de uma mulher, quando foi surpreendido por dois homens, que fizeram vários disparos e o atingiram na cabeça.

No Hospital da Restauração, Jorge passou por três cirurgias, mas desde a internação seu estado era considerado grave. Na tarde desta sexta-feira, Jorge teve uma parada cardíaca e não resistiu. Segundo a assessoria de comunicação do centro médico, o óbito foi confirmado às 16h45. O corpo do político deverá seguir ainda na noite desta sexta para Santa Maria do Cambucá, mas ainda não informações sobre horário e local do velório e do enterro.

Poucos dias após a tentativa de homicídio, a Polícia Civil prendeu um dos suspeitos de cometer o crime. O homem, de 29 anos, foi localizado na própria cidade e encaminhado para o presídio de Santa Cruz do Capibaribe, também no Agreste.

No dia 6 de maio, o retrato falado do segundo suspeito de tentar matar o vereador foi divulgado. Pela descrição apresentada pelo delegado Júlio Porto, responsável pelo caso, o homem apresenta pele morena clara, aparenta ter 25 anos e 1,65 m de altura. A Polícia Civil chegou ao desenho após ouvir algumas testemunhas do crime. O delegado responsável pelo inquérito não foi localizado.

Fonte G1 .

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Aos 99 anos, idoso renova CNH e surpreende agentes do Poupatempo


Um idoso de 99 anos chamou a atenção dos funcionários do Poupatempo de Penápolis (SP) depois de ir até a unidade para renovar a carteira de habilitação. O atendimento foi realizado na terça-feira (14) e o aposentado Wilson Monteiro saiu de lá com a carteira renovada por mais três anos, até 2019.
Seu Wilson afirma que sempre costuma renovar a carteira de habilitação, mas que não costuma mais dirigir por causa da idade avançada. “Tenho carro, mas tenho poupado em andar de carro, tenho parentes na cidade e eles me levam porque já estou com 99 anos e não convém andar muito de carro. Renovei a carta porque se por acaso não tiver parente ou amigo que possa me levar, tenho carro na garagem e posso pegar caso precise em alguma urgência”, afirma o aposentado.
Wilson nasceu no dia 8 de maio de 1917 e disse que tem a carteira de habilitação há 80 anos. Ele afirma que sempre gostou de dirigir, mas sabe que agora a idade pode prejudicar na hora de pegar o volante. Ele foi aprovado nos exames feito para renovar a carteira. "Sempre quando saio e preciso de carro ou algum familiar ou vizinho me ajuda. Estou lúcido ainda, mas sei que como a idade passa, a agilidade no trânsito diminui. Só pego o carro quando é muito necessário e vou devagar", diz.

Para a administradora do Poupatempo em Penápolis, Fabiana Trombeli de Almeida, o fato de uma pessoa com 99 anos ir renovar a carteira de habilitação é curioso, pois não acontece com muita frequência. “Já tivemos várias pessoas nessa idade ou próxima a renovar o RG, mas a carteira de habilitação é a primeira vez desde que inauguramos a unidade, em dezembro de 2014”, diz.
Fabiana afirma que o mais surpreendente neste caso foi a lucidez de Wilson na hora de confirmar os dados para atualizar a carteira de habilitação. “É uma pessoa muito esperta, sabia o endereço, o telefone dele de cabeça, chamou muito a atenção. Ele ainda fez questão de escrever na ficha de manifestação o agradecimento pelo atendimento”, diz Fabiana.
Fonte: G-1 Ribeirão Preto e Araçatuba/SP.

Ex-jogado do Botafogo é preso suspeito de estuprar adolescentes no Pará


A Polícia Civil cumpriu nesta quinta-feira (23) o mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça de Conceição do Araguaia, no sudeste paraense, contra o jogador Jobson. O ex-jogador do Botafogo é suspeito de estuprar quatro adolescentes que residem no município. Ele foi preso pela equipe de policiais na sua chácara, localizada na cidade de Couto Magalhães, oeste do Tocantins.
Jobson também é suspeito de um quinto caso de estupro, que ainda está sendo investigado pela polícia. Ao ser preso, o atleta não ofereceu resistência e foi levado em uma viatura policial até a delegacia de Conceição do Araguaia, inicialmente, para prestar depoimento durante a tarde desta quinta. Em seguida, ele será apresentado ao juiz responsável pelo mandado de prisão.
Segundo nota divulgada pela assessoria da Polícia Civil do Pará, o inquérito policial foi instaurado há uma semana, depois que uma das vítimas, uma garota de 13 anos, denunciou que fotos suas em situações pornográficas estavam circulando em grupos de rede social. Ainda segundo a vítima, o jogador teria aliciado a menor em Conceição do Araguaia para levá-la até sua chácara, no Tocantins, junto com outras três adolescentes. Lá, as vítimas teriam sido embriagadas e entorpecidas para, em seguida, serem abusadas sexualmente.
Ainda de acordo com as denúncias, uma das menores chegou a telefonar para o jogador, dizendo que iria denunciá-lo, e ele, em seguida, teria feito ameaças à garota.
"Ele aliciava as garotas para fazer festas com bebidas e drogas e as levava para sua chácara ou para outros lugares. São quatro adolescentes, uma vai completar 13 anos, a outra já tem 13 anos completos e as outras duas têm 14 anos completos", afirmou o delegado Rodrigo da Motta, em nota da Polícia Civil.
As vítimas passaram por exames periciais e atendimentos médicos. Nas duas menores de 12 e 13 anos foi constatado que houve conjunção carnal. As outras duas adolescentes alegaram, em depoimento, que consentiram as relações sexuais, no entanto, afirmaram que estavam sob efeito de bebidas alcoólicas e substâncias entorpecentes colocadas na bebida.
Ciente do ocorrido, a família do jogador ficou abalada com a notícia e se encaminha neste momento para a delegacia onde Jobson está detido. A mãe dele busca um advogado local para defendê-lo.
O advogado de Jobson, Rodolpho César, afirmou que estava saindo de uma audiência, ficou surpreso com a notícia e reforçou que cuida apenas da parte esportiva da carreira do atacante.
Jobson está suspenso pela Fifa de realizar qualquer atividade relacionada ao futebol até 31 de março de 2018. Ele foi acusado pelo clube Al Ittihad, da Arábia Saudita, de se recusar a fazer exame antidoping. Posteriormente, a Fifa deu validade mundial à pena que, de início, foi imposta pela Federação Saudita de Futebol. A suspensão aconteceu em abril do ano passado. Em março, o atleta teve o seu recurso rejeitado pela Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês).
Também em março, o atacante foi proibido de atuar em competições amadoras da sua cidade natal. De acordo com Everaldo Lisboa, presidente da Liga Esportiva de Conceição do Araguaia (LECA), Jobson iria defender o Leãozinho na Liga local, mas a equipe do Combatente também apresentou sua inscrição, o que causou a confusão e o impedimento dele atuar no campeonato.
Fonte: G1-PA.

Empresário foragido da Operação Turbulência, encontrado morto, pode ter se matado


A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco trabalha com duas linhas principais de investigação para esclarecer a morte do empresário Paulo Cesar Morato, achado em um motel de Olinda, no Grande Recife, na noite de quarta-feira (22): suicídio ou óbito por causa natural.  As informações foram repassadas na manhã desta quinta-feira (23), durante entrevista coletiva, na sede da secretaria, na região central do Recife.
Morato era considerado foragido pela Polícia Federal, que investiga a sua participação em um esquema de pagamento de propina e lavagem de dinheiro que pode ter movimentado R$ 600 milhões. Ele era um dos alvos da Operação Turbulência, deflagrada na terça-feira (21), em Pernambuco e em Goiás, que prendeu quatro empresários no Recife e apurou também a ligação entre a compra do avião do ex-governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB) e empresas de fachada.
Ao falar sobre a morte de Morato, o secretário em exercício de Defesa Social, Alexandre Lucena, no entanto, não descartou outras possibilidades. “Uma pessoa corpulenta, de 48 anos, gordo. Ele já tinha tentado suícidio, tomava remédios. Então, a morte pode ter sido natural ou suícidio. Ele deve ter passado mal quando chegou. Essas são as duas principais linhas de investigação, mas não descartamos a possibilidade de homicídio”, afirmou o secretário.
Também participaram da entrevista o chefe da Polícia Civil, Antônio Barros, e a gerente-geral da Polícia Científica, Sandra Santos.
De acordo com o secretário em exercício, no dia da morte de Morato, os policiais apreenderam o carro da vítima. Nele, encontraram uma caixa com vários objetos, entre eles sete pen drives, três celulares, óculos e relógios de grife e remédios, além de documentos, cartões, cheques em branco e 53 envelopes de depósito bancário vazios.
Segundo Alexandre Lucena, os medicamentos encontrados com Morato são usados para doenças como hipertensão e diabetes. "Não são para quem quer se suicidar. A gente não pode trabalhar com conspiração, mas com dados. Queria dar a coletiva com o resultado da perícia. As pessoas especulam muito", declarou, ressaltando que ainda não saíram resultados periciais.
Na coletiva, a SDS também tentou explicar uma polêmica surgida no início da manhã desta quinta. Uma perícia complementar no motel chegou a ser anunciada, mas não foi autorizada. De acordo com a pasta, a delegada responsável pelo caso, Gleide Ângelo, não teria colocado em seu relatório a necessidade de continuar a isolar o local. Esse fato será alvo de apuração administrativa.
A cúpula da secretaria também falou que outros exames serão feitos para tentar esclarecer a morte do empresário. “Foram solicitados testes toxicológicos e histopatológicos. Eles podem demorar até dez dias para sair. Nesse período, o corpo ficará no Instituto de Medicina Legal”, afirmou Sandra Santos.


Causa indefinida - O médico legista Marcos Justino, do Instituto de Medina Legal (IML) do Recife, informou, na manhã desta quinta-feira (23), que ainda não foram identificadas as possíveis causas da morte de Paulo Cesar de Barros Morato. "Existe a possibilidade de ele ter ingerido veneno ou ter sido envenenado. Não posso afirmar que houve suicídio, mas também não posso negar".
Justino declarou que o corpo, ainda não reconhecido oficialmente por parentes, ficará retido no IML por um prazo de até dez dias. Isso é uma medida preventiva, uma vez que foram solicitados vários exames para tentar evidenciar os motivos do óbito.
“Foram pedidos testes toxicológicos e de coração para saber o que matou esse senhor.  O corpo ficará aqui no IML para facilitar a realização de mais exames, se for preciso. Poderemos ter que realizar contraprovas ou testes adicionais”, afirmou.


Imagens - Após ver imagens das câmeras de segurança do motel em Olinda onde Paulo Cesar de barros Morato foi encontrado morto, o advogado do estabelecimento, Higínio Luís Marinsalta, afirmou que o empresário entrou sozinho no local e nenhuma outra pessoa chegou depois dele.
Morato teria chegado ao motel por volta das 12h de terça-feira (21), quando foi divulgado o balanço da Operação Turbulência pela Polícia Federal. Ele ficou dentro do quarto por cerca de 30 horas. “Ele não pediu absolutamente nada. Depois que a polícia entrou no quarto, a gente soube que o único consumo dele foi uma água”, conta Marinsalta.
A polícia foi acionada por funcionários do estabelecimento. O corpo não tinha sinais de violência. Ele foi encontrado em cima da cama, junto com os documentos, R$ 3 mil e um relógio avaliado em R$ 10 mil. O quarto onde a vítima estava hospedada foi fechado para análise de peritos na manhã desta quinta-feira (23).
O estabelecimento funciona normalmente. O carro do empresário foi encaminhado para o Departamento do Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). De acordo com a polícia Federal, um agente vai acompanhar o caso e, apenas se for constatado que as circunstâncias da morte têm ligação com a Operação Turbulência, a PF pode entrar nas investigações.  A advogada do empresário, Marcela Moreira Lopes, afirmou que ele já havia tentado suicídio anteriormente.
Fonte : G1 / Fotos: Whatssap.

Prefeitura confirma show de Wesley Safadão no São João 2016 de Caruaru


O  show do cantor Wesley Safadão está confirmado no São João 2106 de Caruaru, Agreste de Pernambuco. Em resposta a uma ação de agravo impetrada nesta quarta-feira (22) pela prefeitura de Caruaru, o desembargador José Viana Ulisses revogou a liminar proferida nesta mesmo dia em primeira instância pelo juiz José Fernando santos de Souza, que havia suspendido a apresentação.
Uma ação popular impetrada por advogados pediu o cancelamento do show, alegando suspeita de superfaturamento no cachê do artista - R$ 55 mil - para se apresentar no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, no sábado (25).
Conforme a decisão do desembargador, "Diante da comprovação de que os recursos utilizados para o pagamento do show objeto da lide estão fora do orçamento do erário municipal, impõe-se a autorização para a sua realização". 
Cita ainda o magistrado que "é o caso dos autos, em que a suspensão do show, programado para ocorrer em uma única data, traria prejuízos para todo o comércio local, com possíveis danos à economia local, sobretudo hotéis, bares e restaurantes, além de frustrar a expectativa do público".
Ação popular - Na ação, os advogados comparam os cachês pagos no São João de Caruaru e no de Campina Grande, na Paraíba. A coordenação do São João do município paraibano confirmou que foi negociado R$ 195 mil com Wesley Safadão. Entretanto, a empresa responsável pelos shows do Wesley Safadão informou em nota que o valor de R$ 195 mil "não condiz com a realidade" e que "não existe contrato firmado com Campina Grande".
Os advogados destacam que os shows de Aviões do Forró e Elba Ramalho em Caruaru custaram R$ 250 mil e R$ 190 mil, respectivamente. Já em Campina Grande os valores foram de R$ 195 mil para "Aviões" e R$ 160 mil para Elba.
A Prefeitura de Caruaru informou que os cachês de Elba Ramalho e Aviões do Forró "englobam as despesas de passagens de avião, deslocamentos e hospedagem".

"Com esse quadro, não pairam dúvidas que as contratações firmadas pela Prefeitura de Caruaru/Fundação de Cultura, foram superfaturadas, em flagrante prejuízo ao erário", declararam os advogados.
A assessoria da prefeitura de Campina Grande informou que foi realizado um planejamento com antecedência para negociar os preços dos cachês dos artistas. "Justamente por compreender que os valores de mercado tendem a aumentar quando a disputa pelo artista é mais acirrada nesta época. Foi feito um pré-contrato com Wesley há praticamente um ano", disse a assessoria.

Investigação do Ministério Público Federal - Na investigação, a assessoria do Ministério Público Federal - MPF - informou que "a partir de consulta do Portal da Transparência, a prefeitura de Caruaru pagaria valores bem mais altos pelos mesmos shows programados para o São João De Campina Grande".
Foi instaurada uma notícia de fato pelo Ministério Público Federal na terça-feira (21) e o órgão solicitou ao prefeito de Caruaru, José Queiroz, e à Fundação de Cultura do município explicações sobre a diferença dos cachês. A prefeitura deve informar se já houve pagamento, a forma como foi feita a contratação e quais as fontes de recursos.
Fonte: G1-PE.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

PRF reforça fiscalização em estradas no São João e alerta para os radares


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagra na quinta-feira (23) a Operação São João e reforça a fiscalização nas principais rodovias federais que cortam Pernambuco. Para quem vai pegar a estrada, um alerta: os radares utilizados pela PRF captam a velocidade do veículo a mais de um quilômetro de distância. A multa pode chegar a R$ 574,62. O condutor também tem suspenso o direito de dirigir. 
No Grande Recife, a corporação vai priorizar as ações nas saídas para as BRs 232, que leva ao Agreste e ao Sertão, 101, de acesso ao litoral, e 408, que liga a RMR a outras cidades do Agreste. A ação, que contará com a participação da Operação Lei Seca, será encerrada no dia 30 de junho.  Nesse período, também estão previstos trabalhos de educação no trânsito, ressaltando a importância das iniciativas no Agreste e Sertão.
Durante as abordagens, os motoristas são submetidos ao teste do bafômetro. O motorista que for flagrado, estará sujeito a uma multa de R$1915,40. Corre o risco de perder sete pontos na habilitação e o direito de dirigir por até 12 meses. Se o índice ultrapassar 0,33 mg/l, o condutor será encaminhado à Polícia Civil.
A segurança está sendo reforçada com o apoio dos Grupos de Policiamento Tático de cada delegacia, além do Núcleo de Operações Especiais e do Grupo de Operações com Cães da PRF, que são especializados no enfrentamento à criminalidade. As ações também contam com o apoio do Grupo de Motociclismo da Regional, que otimiza as abordagens e coíbe os crimes cometidos sobre duas rodas.
Principais infrações - A principal infração verificada pela PRF, entre janeiro e maio deste ano, foi o excesso de velocidade, com 11.612 registros. Em seguida, aparece deixar de usar o cinto de segurança, com 2665 autuações. Logo depois, ficam as ultrapassagens em local proibido, com 2525 notificações.
Dica da PRF - Apesar de só começar a ser cobrada oficialmente no dia 8 de julho, a PRF recomenda aos motoristas que dirijam com o farol aceso mesmo durante o dia nas rodovias. Essa medida melhora a visibilidade do veículo, principalmente nas ultrapassagens, e evita as colisões frontais.
Fonte: G1.

Morre aos 62 anos a ex-deputada Isabel Cristina


A ex-deputada Isabel Cristina, de 62 anos, morreu, nesta quarta-feira (22), em decorrência de duas parada cardíaca. Isabel Cristina estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Devido à complexidade do caso, os médicos haviam optado pelo coma induzido.
O velório acontece a partir das 14h na Câmara de Vereadores de Petrolina. 
De acordo com o médico neurologista José Carlos Moura, que acompanhava Isabel Cristina, a paciente deu entrada no hospital no dia 10 de junho, com fortes dores de cabeça. Ao realizar o tratamento clínico foi verificado que Isabel estava com hipertensão intercraniana.
Na quarta-feira (15) foi realizada a primeira cirurgia. Ela estava com duas metástases no cérebro. Seis horas após a cirurgia ela teve um edema vasogênico, um inchaço no cérebro. Segundo José Carlos Moura, em casos com este tipo de edema, o quadro é quase sempre irreversível e a equipe médica optou por colocar a paciente em coma induzido. Na quinta-feira (16) foi feita uma craniectomia descompressiva, para tentar regredir o edema.
Na terça-feira (21), a ex-deputada  teve uma melhora e estava respondendo aos estímulos. Durante a madrugada desta quarta-feira (22) o quadro de saúde piorou e ela sofreu duas paradas cardíacas pela manhã. A morte foi confirmada às 7h20. Isabel Cristina lutava a mais de oito anos contra um câncer de mama.
O velório será na Câmara de Vereadores de Petrolina, a partir das 14h. O sepultamento acontece nesta quinta-feira (23), às 10h no cemitério Campo das Flores, no Centro da cidade.

Isabel cristina de Oliveira tinha 62 anos e era natural de Araçatuba-SP. Ela faria aniversário na próxima quarta-feira (29). Isabel era professora de Física, aposentada pela Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco. Foi superintendente regional da Codevasf de 4 de setembro de 2003 a 23 de agosto de 2006. Na última eleição, em 2014 Isabel Cristina foi candidata a Senadora 1º Suplente de Pernambuco pelo Partido dos Trabalhadores (PT).
Isabel foi vereadora em Petrolina por dois mandatos, de 93 a 96 e de 97 a 2000. Ela também foi vice-prefeita de Petrolina entre os anos de 2001 a 2003. De 2011 a 2013 exerceu o cargo de deputada estadual no Estado. Em 2015 voltou a assumir o cargo com a saída de Sebastião Oliveira, do PR, que foi chamado para ser Secretário de Transportes de Paulo Câmara.
Fonte: G1.