quarta-feira, 28 de outubro de 2020

ELEIÇÕES 2020: Pergunta que Ana Célia, Flávio Nóbrega e Tulio Vieira deveriam responder ao eleitor de Surubim

A eficiência da gestão municipal para reverter o dinheiro público em benefício para o cidadão precisa ser discutida na eleição para prefeitura de Surubim. É uma questão de custo benefício e que afeta diretamente o bolso e a qualidade de vida de todos os moradores. Como os candidatos mais cotados para vencer já ocuparam o cargo, é interessante que cada um diga quanto passou pelos cofres do município durante sua passagem  para que o eleitor avalie a competência de cada um como gestor público. 

A prefeita Ana Célia Farias(PSB), que tenta a reeleição, governa desde janeiro de 2017, ou seja está 'com a caneta na mão' há três anos e dez meses ou há 46 meses. Prefeito por duas vezes (2005-2008 e 2009-2012), Flávio Nóbrega está na luta pelo terceiro mandato, governou por oito anos ou 96 meses. Já o ex-prefeito Tulio Vieira(2013-2016), que também tenta voltar ao posto pelo Podemos, governou por 48 meses.

Para enriquecer o debate, Ana Célia Farias, Flávio Nóbrega e Tulio Vieira podem dizer com clareza a soma de todos os recursos públicos que entraram na conta do município durante a respectiva gestão, para o cidadão ter parâmetros do custo benefício do voto agora. Somar tudo que chegou, de todas as fontes, todas as receitas e digam a soma total de quanto do cidadão passou por cada governo, e dividir pelo número de meses no poder, para que a população tenha uma média mensal de quanto cada um gerenciou e avaliar como esse dinheiro foi utilizado.    

Com a realidade dos números, o cidadão terá oportunidade de votar com o bolso. Observar que o título de eleitor como um cartão de crédito, cujo uso irracional gera faturas difíceis de serem pagas. Não importa a cor da campanha do candidato. O eleitor brasileiro pode divergir em tudo, porém, certamente concorda que, a população paga elevados impostos e recebe serviços públicos de pouca qualidade. Quando passa a eleição, seja você 'apaixonado pelo amarelo, azul, verde, laranja ou rosa...', independente do vencedor, quem vai seguir pagando o custo da máquina pública e de seus ocupantes é todo cidadão. 

LEIA TAMBÉM: ELEIÇÕES 2020:

Prefeito tem que cumprir obrigação, afinal, ou muito ou pouco, dinheiro chega

Seja lá quem vencer disputa pela Prefeitura de Surubim, já colocou 'a mão na massa'

Da Redação, Alberico Cassiano. 

terça-feira, 27 de outubro de 2020

PF prende vice-prefeito de Serrita e 3 PMs em operação contra garimpo ilegal de ouro


Três policiais militares e o vice-prefeito de Serrita, no Sertão de Pernambuco, foram presos durante a operação Frígia, da Polícia Federal(PF), deflagrada nesta terça-feira (27) para combater uma organização criminosa que atuava com garimpo ilegal no Sertão de Pernambuco. Além dos três PMs, um policial federal foi afastado das funções.
 
A reportagem tentou contato por telefone com a prefeitura e com o vice-prefeito, mas não obteve retorno.
 
De acordo com a PF, a organização criminosa extraía minérios em terrenos públicos e particulares na Zona Rural de Verdejante, em Pernambuco, e, por fim, comercializava o ouro. O Ministério Público Federal, que também participou da operação, informou que os investigados realizavam desde a extração da pedra bruta in natura até a venda do produto a receptadores no Recife e em Juazeiro do Norte(CE).

O dinheiro da venda era usado com “aparência de legalidade”, segundo a polícia, com a compra de veículos e de outros atos que configuram lavagem de dinheiro. As investigações também constataram que alguns dos pagamentos pelos serviços feitos pelo garimpo eram realizados através de verbas da prefeitura de Serrita.


Ao todo, foram expedidos dez mandados de prisão e outros 13 de busca e apreensão nas cidades de Serrita, São José do Belmonte e Igarassu, em Pernambuco, e em Juazeiro do Norte e Jardim, no Ceará. Segundo a PF, há indícios de que agentes públicos e particulares, financiadores, refinadores de minério e receptadores fazem parte da organização.

Ao todo, 57 policiais federais participaram da operação, que foi o resultado de uma investigação feita em parceria entre a delegacia de Salgueiro e o Ministério Público Federal.

Segundo a PF, estão sendo investigados os crimes de usurpação de bens da União, lavagem de dinheiro, crime ambiental e organização criminosa. As penas dos crimes ultrapassam os 20 anos de reclusão, além de multa.

"As evidências colhidas nesta etapa da Operação Frígia serão analisadas pelo MPF e pela PF, na continuidade das investigações sobre o caso, para posterior adoção das medidas cabíveis", informou o Ministério Público Federal, em nota.

Do G1 - PE.

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

SURUBIM: Nem todo 'casamento político' acaba por conta de 'chife'


Para fazer de Ana Célia Farias a primeira mulher eleita para prefeitura de Surubim, o PSB, estrategicamente, tornou socialista o ex-prefeito(por duas vezes, pelo PT) Flávio Nóbrega, para quem, pode-se dizer, ela havia perdido as duas eleições anteriores. Ex-vice-prefeita (2001-2004) da gestão Humberto Barbosa(PFL), Ana Celia Farias(PSB) perdeu em 2008, quando Flávio Nóbrega garantiu a reeleição, e conquistou a mais ampla vitória da história nas eleições para prefeitoEm 2012, ela havia perdido para Tulio Vieira(PT-2013/2016), vice do segundo mandato de Nóbrega

Dessa forma, em 2016, os socialistas foram apenas pragmáticos. Fizeram uma composição eleitoral para ganhar uma eleição. O ex-prefeito indicou o filho, Guilherme Nóbrega, vice de Ana Célia Farias. Nunca foi dito que estariam juntos para sempre, muito menos no mesmo palanque em 2020. Ao contrário, até o mais ingênuo dos eleitores sabia que Ana Célia Farias e Flávio Nóbrega estariam unidos 'até que as urnas os separassem'. Ele deixou a prefeitura com 85% de aprovação, não aceitaria ser coadjuvante socialista. Quando pegou na caneta de prefeita, Ana Célia sabia que teria como meta implantar um modelo de gestão com marca própria, capaz de se impor como melhor do que o jeito Nóbrega de governar

Desde o início, Flávio Nóbrega, descolou da gestão para que Ana Célia Farias finalmente firmasse 'sua identidade' de gestora. Se não deu certo participar ativamente da gestão Tulio Vieira, que foi seu vice, não daria com Ana Célia, de quem era adversário até então. Por meio do vice, Guilherme Nóbrega, deixou claro as divergências entre os 'Farias' e os 'Nóbrega'Seguiram, institucionalmente sorrindo em uma e outra foto, quando os deputados da terra cumpriam agenda na cidade. Nesses três anos e meio, Flávio Nóbrega andou os quatro cantos de Surubim, conversando com as pessoas e mantendo vivo seu nome para esta disputa. Como era previsto, deixou o ninho socialista e se filiou ao Republicanos, do deputado Silvio Costa Filho e luta pelo terceiro mandato na Prefeitura


Assim, a estratégia que coloca a "traição" como tema principal da campanha apequena o debate político nesta eleição para prefeito de Surubim. Mais que isso, tira o foco da discussão sobre a eficiência da gestão pública e cria cortina de fumaça para comparação entre a competência dos candidatos. Neste momento, interessa ao eleitor de Surubim, ouvir Ana Célia Farias(PSB) afirmar que é melhor gestora, defender a gestão dela como a melhor, citar as obras que realizou nesses quase quatro anos, dizer o que deixou de fazer, e o que pretende fazer, caso seja reeleita. E que as respostas para contra-ponto da candidatura Flávio Nóbrega se mantenham no mesmo nível e foco. As pessoas sabem que é comum entre os políticos estarem juntos hoje, e separados amanhã. Elas querem é que os eleitos melhorem a vida delas, estejam nesse ou naquele partido. O povão sabe que aliança política acontece para ganhar eleição, e que, a exemplo do casamento, nem sempre acaba por conta de chifre.

Da Redação, Alberico Cassiano.  

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

ELEIÇÕES 2020: Professores são favoritos em Bom Jardim e Casinhas


Da escola para prefeitura. Os caminhos da educação tem se encontrado com os da política. Nas eleições municipais deste ano, dois professores são apontados, nos bastidores, como favoritos na disputa por prefeituras, no agreste Setentrional.

O professor de matemática João Francisco Neto, ou professor Janjão como é chamado na cidade, é o mais cotado para ganhar a eleição para prefeito de Bom Jardim. O ex-secretário de Educação da atual gestão, conquistou o apoio dos colegas. Oferecendo aulas extras nas nas horas de folga, sem receber, possibilitou aos alunos a oportunidade de ganhar medalhas em olimpíadas de matemática, feito inédito no município.     

INÉDITO: Alunos do professor Janjão ganharam medalhas em olimpíadas de matemática


Com perfil carismático e tendo como marca a forma cordial de tratar as pessoas, esta é a primeira eleição que ele disputa. Articulador, conseguiu unir a oposição. O ex-prefeito Miguel Barbosa, que encabeçaria outra chapa majoritária, compôs com o professor e aceitou ser vice. 
A aliança, de acordo com fontes locais, praticamente aniquilou a possibilidade de reeleição do prefeito João Lira.

"Feliz é a sociedade que respeita o professor. Sou professor com muito orgulho e fico feliz de ter seguido esse exemplo de minha grande mestra, minha mãe, Isabel Félix, uma pessoa que viveu para a educação do município. A base de toda conquista é o professor. Eu tenho o compromisso de valorizar os professores, de respeitar os direitos e fazer uma gestão parceira de todos os professores, meus amigos de profissão", disse.

ENGAJADAS: Professora Juliana conquistou apoio das colegas de profissão 

Formada em Letras, a professora Juliana Babosa de Aguiar tem uma eleição apontada como certa para prefeita de Casinhas. Com a decadência das lideranças políticas locais, Juliana de Chaparral, esposa do prefeito da vizinha Orobó, Kléber Chaparral, ocupou este espaço. Na eleição para deputada estadual, teve 2.425 votos no município. 

Desde então, se dedica a participar dos eventos nas comunidades, visitar as casas das famílias para comer galinha e conversar. Caiu na graça do povo. Carismática, também é admirada por ser mulher combativa. 

"Eu me orgulho muito de dizer que sou professora. Enquanto professora, sei que minha responsabilidade como prefeita aumenta. Em Orobó, acompanhamos, por seis anos consecutivos, está entre as dez melhores educação de Pernambuco. Para mim, o professor é o protagonista da educação, e como tal, ele será valorizado. Nós vamos transformar o município de Casinhas pela educação", afirmou ao blog.

Da Redação, Alberico Cassiano.

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Paulo Câmara inaugura obras de requalificação da PE-460, em Salgueiro

Com o objetivo de melhorar a acessibilidade para os moradores da comunidade quilombola de Conceição das Crioulas, em Salgueiro, no Sertão Central, o governador Paulo Câmara inaugurou, nesta quarta-feira (14.10), a nova rodovia PE-460, no trecho que vai da BR-116 à estrada de acesso ao distrito, que é a primeira comunidade quilombola reconhecida em Pernambuco. As obras de implantação e pavimentação da via, um pleito antigo da população, contou com um investimento de R$ 25 milhões e beneficiará diretamente cinco mil moradores da localidade, além de cerca de 60 mil pessoas que vivem no entorno.

“Essa estrada vai garantir o ir e vir das pessoas que moram aqui em Conceição das Crioulas e de quem vem visitar. É uma obra que já está pronta, que vai oferecer segurança, agilidade. Temos aqui uma população guerreira, trabalhadora e que merece por parte de todos nós a atenção e os investimentos necessários. Estamos muito satisfeitos de poder contribuir com a qualidade de vida dos moradores daqui”, comemorou Paulo Câmara. Os 25 quilômetros da rodovia receberam serviços de terraplenagem, regularização do subleito, base, pavimentação, drenagem, sarjetas, sinalização da pista, além da execução de doze pontilhões e da construção de uma ponte sobre o Rio Urubu. 

Márcia Jucilene do Nascimento, 46 anos, é professora em Conceição das Crioulas e destacou a importância da obra para o desenvolvimento da comunidade. “É uma luta antiga, de gerações anteriores. Hoje ver isso concretizado é um sonho realizado. Tudo o que vai chegar para a gente, o acesso a outras políticas, a questão da saúde, principalmente. São coisas que historicamente a gente lutou e agora vê conquistado”, disse.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA – Ainda em Conceição das Crioulas, o governador Paulo Câmara e a secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, entregaram à população o novo Sistema de Abastecimento de Água do distrito. A obra, orçada em R$ 5,3 milhões, foi executada pela Compesa e garantirá segurança hídrica para os moradores.

As intervenções consistiram na implantação de uma adutora de mais de 11 quilômetros, com 100 milímetros de diâmetro, derivada do Sistema Adutor de Salgueiro, além da construção de uma Estação de Água Tratada, com capacidade para tratar cinco litros de água por segundo, implantada na localidade de Murici-Cabrobó.

Fernandha Batista esclareceu que, atualmente, mais de 100 obras estão em execução para trazer segurança hídrica para a população no Estado. “No caso de Conceição das Crioulas é interessante, porque coincidiu com a questão da acessibilidade da nova estrada de acesso com a garantia do abastecimento de água. Todo dia, as cinco mil pessoas que vivem aqui tem água. É uma obra para garantir a qualidade de vida do povo”, reforçou a secretária.

João Alfredo, 61, morador de Conceição das Crioulas, celebrou as conquistas. “Água representa vida e só sabe a falta que ela faz, quem precisa, principalmente água tratada. Então, neste momento, a minha alegria se concretiza na palavra gratidão. Só posso agradecer a todos que fizeram parte dessa luta e tornaram isso uma vitória”, comemorou.

SISTEMA ADUTOR – O governador assinou, ainda, a Ordem de Serviço para o início das obras da primeira fase de implantação do novo Sistema Adutor de Salgueiro, a partir do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco. A obra, orçada em R$ 6,4 milhões, tem prazo de conclusão previsto para o próximo ano e beneficiará 60 mil pessoas no município de Salgueiro. O sistema de abastecimento prevê a captação de água sobre flutuante, a ser instalado no Reservatório de Negreiros, componente do Eixo Norte da Transposição. Também serão implantados seis quilômetros de adutora para interligar o Sistema Integrado do Sertão e abastecer Salgueiro. A tubulação terá uma vazão de 200 litros por segundo.

Fotos:Heudes Regis/SEI

terça-feira, 13 de outubro de 2020

SURUBIM: Desde que reeleição foi aprovada, apenas um prefeito conseguiu renovar mandato

O direito à reeleição para cargos executivos é recente no Brasil. Em 1997, o então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) conseguiu aprovar no Congresso Nacional, a proposta  que possibilitou o segundo governo FHC. A partir de então, governadores e prefeitos também ganharam a chance de disputar apenas uma vez, um mandato subsequente. 

Em Surubim, as campanhas para reeleição não favoreceu aos prefeitos que tentaram renovar o mandato. Desde a implantação da lei, apenas Flávio Nóbrega(PT) conseguiu se reeleger, em 2008, com 19.705 votos, contra 10.596 votos de Ana Célia Farias (PSB). A diferença de 9.109 votos é a maior 'lapada' da histórias das eleições para prefeito.

Prefeitos não renovaram mandatos

O primeiro prefeito que teve direito a disputar reeleição foi José Arruda(PSDB), eleito em 1996 com 10.859 votos, 1.174 a mais que Humberto Barbosa(PFL) que teve 9.685 votos. Tentou se reeleger em 2000, mas não conseguiu

Perdeu para o mesmo adversário que havia derrotado na campanha da eleição, Humberto Barbosa(PFL), que teve como vice Ana Célia Farias(PSB). Adversários até então, os grupos políticos Barbosa e Farias se uniram ganharam a eleição com 10.939 votos, contra 8.083 do prefeito não reeleito José Arruda, diferença de 2.856 votos.

Em 2004, foi a vez de Humberto Barbosa(PFL) não se reeleger. Ele perdeu para o ex-secretário de saúde dele, médico Flávio Nóbrega(PT), que conquistou 13.792 votos. O eleitor não renovou com o mandato da chapa Humberto e Ana Célia, que ficou com 10.134 votos, 3.658 a menos que o vencedor. 

Já reeleito(2008), o prefeito Flávio Nóbrega(PT) conseguiu fazer do vice, o sucessor. Na eleição de 2012, Tulio Vieira(PT) foi eleito com 17.167 votos, diferença de 2.422 votos,  para Ana Celia (PSB), que teve 14.745 votos. 

Na última eleição para prefeito, em 2016, Túlio Vieira(PT) perdeu a campanha da reeleição, com 16.189 votos, sendo superado pela atual prefeita, Ana Célia Farias(PSB), com 18.188 votos, diferença de 1.999 votos. 

Nestas eleições, a prefeita Ana Célia Farias(PSB) disputa a reeleição, contra Flávio Nóbrega(Republicanos) e Tulio Vieira(Podemos)

Hoje, a socialista já é a primeira mulher eleita para prefeitura de Surubim. As urnas dirão, se ela vai seguir apenas com este título, e se ela terá capacidade de não permitir que Flávio Nóbrega siga como o único prefeito que conseguiu se reeleger.


Fotos: Arquivo / Divulgação.

Da Redação, Alberico Cassiano.  

'Me sinto com 40 anos', diz, aos 94, candidato a prefeito mais idoso do país

Com 94 anos, o empresário José Braz (PP) é o candidato a prefeito mais idoso de todo o país e integra a lista dos "vovôs da política". Para o político, a idade avançada faz pouca diferença na corrida pelos votos em Muriaé (MG), cidade de pouco mais de 100 mil habitantes, a 314 km de distância de Belo Horizonte. A tal ponto que ele se compara com uma pessoa de meia-idade. 

"Eu me sinto com 40 anos, estou muito bem, não sinto nada, nunca tive dor de cabeça. A idade não me preocupa. Sou uma pessoa tranquila, trabalhadora. Durmo cedo e acordo cedo", conta o candidato.

Braz já ocupou o cargo de prefeito em outras duas ocasiões: entre 2005 e 2012. Agora volta à disputa "unicamente por vontade própria" e com apoio da família. Não quero parar [de trabalhar], não posso parar. Eu vou passar os 100 anos trabalhando. Nunca fumei, bebo muito pouco, sou pessoa muito controlada.

O empresário afirma que, na verdade, entrou tarde na política: com 79 anos. Acabou se inspirando no irmão, prefeito três vezes no município e já falecido. "Eu entrei na política por acaso. Fui seu sucessor".

Devido à pandemia, o idoso garante que redobrou as atenções com higiene. "Sou muito cuidadoso, uso máscara diariamente, troco a máscara duas vezes por dia. Não abraço ninguém, não aperto mão de ninguém. A gente tem que confiar que essa doença vai passar." 

O político começou a trabalhar cedo, com 13 anos, auxiliando o pai em uma marcenaria. "Trabalhei nove anos com ele. Desde criança, fui muito trabalhador. Sou uma pessoa que gosto de trabalhar. Hoje meu filho me pergunta se eu vou viver 200 anos e eu acho que vou, sim", salienta o político, dono de uma rede de revendas de carros, com mais de 80 unidades espalhadas pelo país. Após deixar a prefeitura, em 2012, Braz abriu uma nova empresa no ramo imobiliário e acabou construindo um prédio de 20 andares na cidade, com 140 apartamentos. Além disso, parte da família mora em um condomínio fechado. Casado há 73 anos, político tem hoje nove netos e 21 bisnetos. 

A veia política acabou influenciando o neto Renzo Braz, 40, que já foi deputado federal por duas vezes. "Meu pai era exímio coordenador de campanha. Ele foi candidato a deputado federal, mas descobriu um câncer e acabou desistindo, vindo a falecer em 1998. Eu sempre quis ajudar as pessoas e, quando meu avô foi candidato, comecei a fazer trabalho mais a nível estadual. Eu penso, se a gente não colocar a cara a tapa, a política vai continuar a mesma coisa", observa Renzo, que tem auxiliado na campanha do avô. 

Candidato a vice mais idoso é ainda mais velho 


Entre os candidatos a vice-prefeito, Termicio Gomes Soares (PT) é considerado o mais idoso. Com 97 anos, ele disputa o cargo na Prefeitura de Araucária (PR), a 30 km de Curitiba. A reportagem tentou contato com Soares, entretanto, a direção municipal do partido negou a entrevista.

Do Uol.

Mesmo com risco da pandemia, número de candidatos acima de 80 anos aumenta

Candidata a vice em SP, deputada Luiza Erundina (PSOL) é uma das idosas em campanha neste ano

Apesar do risco do coronavírus, as eleições municipais deste ano vão ter mais candidatos acima de 80 anos. Na lista, há nomes conhecidos, como a candidata à vice-prefeita Luiza Erundina (PSOL-SP), mas a maioria são anônimos ao público em geral. Na comparação com o pleito de 2016, o aumento foi tímido: 49 nomes a mais (alta de 6,5%). 

Neste ano, a maior parte dos "vovôs da política" disputam o cargo de vereador: são 646 pleiteando a vaga. Na sequência, há 79 pessoas concorrendo a vice-prefeito e 71 a prefeito. Na eleição passada, a proporção era parecida. Entretanto, chama a atenção o aumento de 47,9% no número de candidatos a prefeito com mais de 80 anos. De 48 passou para 71. Um dos motivos pode ser a memória dos eleitores sobre esses nomes, o chamado "recall", que ajudaria no resultado eleitoral com a diminuição das campanhas de rua.

A análise dos dados também revela desigualdade de gênero entre os postulantes. Neste ano, o número de mulheres acima de 80 anos disputando uma vaga não chega a 20%. A variação mais gritante ocorre entre os candidatos ao posto de prefeito: são 70 homens nesta faixa etária contra apenas uma mulher. No pleito passado, quatro mulheres nessa faixa disputaram o cargo máximo do Executivo municipal contra 42 homens. 

Além disso, dois estados do Sudeste concentram o maior número de candidatos nessa faixa etária: Minas Gerais (177) e São Paulo (167). O Paraná fica na terceira posição, com 58 pessoas. Apesar disso, os "vovôs da política" representam 0,1% do total de candidatos às eleições. 

Foto:Jorge Araújo/Folhapress

Do Uol.

quarta-feira, 7 de outubro de 2020

Quais foram as maiores 'lapadas' nas eleições para prefeito de Surubim?

VITÓRIAS: Flávio Nóbrega e Humberto Barbosa impuseram maiores diferenças  

As eleições pela Prefeitura de Surubim sempre renderam disputas bem acirradas entre grupos políticos e militantes partidários. 

Nossa reportagem fez uma apuração no site do Tribunal Superior Eleitoral  para consultar os números das eleições passadas, para pesquisar quais foram as vitórias mais expressivas nas eleições municipais de Surubim. 

Os números oficiais, disponibilizados pelo TSE a partir de 1988, revelam que as quatro maiores vitórias são creditadas aos ex-prefeitos Flávio Nóbrega e Humberto Barbosa, sendo duas para cada um.   

Na quarta vitória mais expressiva, Humberto Barbosa(PFL) foi eleito prefeito na eleição do ano 2000, com 10.939 votos, 2.856 votos a mais que o então prefeito José Arruda(PSB) que tentou reeleição, mas teve 8.083 votos.

A terceira maior vitória para prefeito ocorreu na eleição seguinte, em 2004, quando Humberto Barbosa(PFL) tentou se reeleger, mas teve 10.134 votos, sendo superado por Flávio Nóbrega(PT), que teve 13.792 votos ou 3.658 votos a mais que o então prefeito pefelista.

Também é de Humberto Barbosa(PFL) o segundo lugar no ranking das maiores diferenças entre primeiro e segundo colocado na briga pela prefeitura de Surubim. Em 1988, ele teve 7.269 votos a mais que Arlindo Farias(PMB), que conseguiu 6.217 votos.

A vitória mais expressiva para prefeito de Surubim ocorreu em 2008, com diferença de 9.109, quando o então prefeito Flávio Nóbrega(PT) teve 19.705 votos, derrotando Ana Célia Farias(PSB), que teve 10.596 votos.

A disputa que resultou na maior diferença se repete este ano, com os protagonistas nos postos invertidos. Nesta eleição, Ana Célia Farias(PSB) tenta a reeleição, tendo como principal opositor o agora ex-prefeito e candidato ao terceiro mandato, Flávio Nóbrega(Republicanos). Quem ganhará e a diferença entre eles deve ser pauta de muito debate nesta campanha eleitoral. 

Da Redação, Alberico Cassiano.

Tribunal de Justiça arquiva denúncia contra padre Robson


Em decisão unânime, o Tribunal de Justiça de Goiás arquivou hoje a denuncia do Ministério Público contra o padre Robson de Oliveira Pereira. Ele era acusado de praticar lavagem de dinheiro por meio da Afipe (Associação Filhos do Pai Eterno). A decisão foi tomada pelo desembargador Nicomedes Domingos Borges e acompanhada pela turma da 1ª Câmara Criminal do Tribunal.

A sessão aconteceu hoje à tarde de forma virtual. O padre Robson era investigado na Operação Vendilhões, deflagrada pelo MPGO (Ministério Público de Goiás), no dia 21 de agosto deste ano. Ele era suspeito de praticar lavagem de dinheiro e de crimes de apropriação indébita, organização criminosa, sonegação fiscal e falsidade ideológica.

Na decisão, o desembargador Nicomedes afirmou que não existem provas suficientes de que o dinheiro doado pelos fiéis tinham desvios de finalidade. "A Afipe se trata de uma associação civil evangelizador e, para atender às suas necessidades, poderá criar atividades como instrumento captador de recursos financeiros", justificou. 

A acusação era de que os crimes teriam sido cometidos através da Afipe, que é responsável pela Basílica de Trindade (GO).

A associação arrecadava doações para a construção de uma nova basílica em Trindade. O município, a 23 km de Goiânia, abriga a Basílica do Divino Pai Eterno, que é mantida pela Afipe e atrai milhares de fiéis. O padre Robson ocupava o cargo de reitor da Basílica, porém pediu afastamento do comando das entidades presididas por ele ligadas à Afipe. 

Em agosto, a arquidiocese de Goiânia suspendeu temporariamente o direito do padre Robson de Oliveira de realizar celebrações. 

Exposição desnecessária, diz advogado 

O advogado Pedro Paulo de Medeiros, que defende o Padre Robson, afirmou, em entrevista ao UOL, que houve uma exposição desnecessária do religioso. Ele disse ainda que, se o Ministério Público de Goiás tivesse procurado o padre para dar explicações, tudo já teria sido esclarecido. 

Por sua vez, o MPGO informou que só vai se pronunciar sobre o arquivamento do processo quando tiver acesso à íntegra da decisão. 

Em vídeo postado em suas redes sociais no mês de agosto, o padre Robson afirmou que todo o dinheiro arrecadado com doações foi utilizado em atividades religiosas.

"Tudo está desde a primeira doação, e assim continua, na Afipe, e é utilizado para que nós levemos a nossa obra de evangelização aos fiéis ao mundo. Meu coração está sereno e confiante de que tudo será esclarecido o mais breve possível", disse.

Do Uol.

quinta-feira, 1 de outubro de 2020

Compesa lança programa inédito de negociação de débito


Tem início nesta quinta-feira (01/10), o programa Quita Fácil da Compesa, uma ação inédita para negociação de débitos com condições especiais até o dia 31 de dezembro. Serão três meses para celebração de acordos com clientes, com facilidades nunca antes oferecidas, a exemplo de descontos de até 90%, parcelamento pelo cartão de crédito em até 12 vezes e sem entrada e, ainda, parcelamento com entrada facilitada e de acordo com as condições do cliente. 

Os canais de atendimento da Companhia estarão disponíveis e com equipes treinadas para negociar diretamente nas lojas da Compesa. Se o cliente preferir, será possível solicitar a negociação pelo 0800 081 0195 e, no prazo de 24 horas, será enviada a proposta inicial. Os clientes terão condições especiais também para negociação direta no aplicativo Compesa Mobile e no site da Compesa (www.compesa.com.br).

O programa Quita Fácil Compesa foi idealizado como uma solução rápida de recuperação de crédito, sendo vantajoso para os clientes que terão condições nunca ofertadas. “A Compesa está sensível ao período econômico que o país atravessa e que o pernambucano vem enfrentando, em virtude da pandemia. Por isso, nos empenhamos em apresentar soluções que ajudem nossos clientes a passar por essa fase sem o acúmulo de dívidas, como é o caso do programa Quita Fácil que foi, inclusive, discutido com a Defensoria Pública do Estado. A ação surge com oportunidades únicas de adimplência para os clientes Compesa encerrarem o ano sem pendências com a empresa”, destaca o diretor de Mercado e Atendimento da Compesa, Carlos Júnior.

Da Assessoria de Imprensa.

Mais municípios do Agreste e Sertão avançam para a Etapa 9 do Plano de Convivência com a Covid-19


O Governo de Pernambuco, após análise do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, anunciou, em coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (30.09), avanços nas Gerências Regionais de Saúde (Geres) V, VI, VII, VIII e XI para a Etapa 9 do Plano de Convivência com a Covid-19. A determinação começa a valer na próxima segunda-feira (05.09). A medida é direcionada a municípios do Agreste e do Sertão do Estado, cujas cidades polo são Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina e Serra Talhada.

 

Dessa forma, fica autorizada a retomada dos eventos culturais e sociais, limitados a um público de até 100 pessoas ou 30% da capacidade dos espaços (o que for menor). Esse avanço permite, ainda, o funcionamento de equipamentos culturais como cinemas e teatros, que poderão reabrir sob a adoção de novos protocolos de distanciamento social, higiene, monitoramento e comunicação. “Os dados dessa semana continuam a demonstrar uma tendência de estabilização e queda, o que permite confirmar os avanços que tínhamos programado”, afirmou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

 

As Geres que já avançaram para a Etapa 9 na última segunda-feira (municípios do Grande Recife, Zona da Mata, Caruaru e entorno) vão continuar no mesmo estágio por mais uma semana. Seguindo a mesma lógica de monitoramento durante um período de 15 dias, as Geres IX e X, que reúnem 23 cidades do Sertão, entre elas Ouricuri e Afogados da Ingazeira, permanecerão na Etapa 8 na próxima semana.

 

Os protocolos dos setores já autorizados a voltar estão disponíveis no site www.pecontracoronavirus.pe.gov.br, na seção Convivência. Já o status de cada município, dentro do nosso plano, também pode ser conferido no site da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco: www.sdec.pe.gov.br.

 

SAÚDE – Segundo o secretário estadual de saúde, André Longo, Pernambuco vivencia um momento epidemiológico em que os indicadores se encontram em um patamar de controle. “Desde o início de setembro, mesmo após a retomada de vários setores, voltamos a registrar menos de mil casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) por semana: foram 973 na 1ª semana do mês e 717 na Semana Epidemiológica (SE) 39 – número menor do que o registrado na semana epidemiológica 14 (final de março e início de abril - 774)”, argumentou o secretário.

 

Ainda de acordo com André Longo, a positividade nos testes para Covid-19, que na SE 17 (19 a 25/04) foi de 57,7%, caiu para 11% na última semana (SE 39).  Já a taxa de mortalidade, que teve pico de 86,4 por milhão de habitantes em maio (SE 19), caiu para algo próximo a 3 por milhão nas últimas semanas. “Isso tem impacto direto nos indicadores hospitalares, já que mais da metade do total de vagas destinadas a pacientes com suspeita da Covid-19 está livre agora, os leitos de UTI adulto têm ocupação de 65% e os pediátricos e neonatais estão com ocupação de 60%”, apontou.

 

No entanto, o secretário reforçou que os indicadores positivos apresentados hoje não autorizam as pessoas a fazer aglomerações e abrir mão do uso de máscara e dos novos protocolos de convivência. “Muito pelo contrário. Para a continuidade da queda dos números e, consequentemente, para termos menos mortes e mais avanços em nosso Plano de Convivência dependemos apenas das nossas próprias atitudes”, finalizou.

 

EDUCAÇÃO – A partir da próxima semana, Pernambuco dá início à retomada das aulas presenciais. Elas devem acontecer de forma escalonada, opcional e também com novos protocolos, que incorporam ao dia-a-dia escolar o uso de máscara, o distanciamento social e o reforço da higiene, além do monitoramento e da testagem.

 

O secretário estadual de Educação e Esportes, Fred Amancio, destacou que se trata de uma autorização que foi concedida pelas autoridades sanitárias do Estado e que estão sendo tomadas providências. “Não importa se é escola pública ou privada, para que se possa avançar nesse processo, devem ser atendidas as recomendações e medidas que estão sendo estabelecidas no protocolo. Estaremos trabalhando com uma quantidade menor nas salas de aula. E, falando um pouco da nossa rede pública estadual, foi feito todo um trabalho para que essas escolas tenham todo um estoque do álcool em gel”, apontou o secretário.

 

Com relação a esse protocolo, o secretário esclareceu que é um documento que pode ser permanentemente aprimorado. “Recebemos sugestões, analisamos em conjunto com a Secretaria de Saúde e a maior parte delas não trata da inclusão de novos itens, mas de um detalhamento com relação aos já existentes. A partir de um trabalho feito em parceria com uma série de instituições, está sendo adotada uma ampliação, uma série de medidas nesse protocolo que, na realidade, são orientações, informações a procedimentos relacionados à questão de monitoramento e testagem”, explicou Amancio.

 

Sobre a questão da testagem, o secretário de Educação lembrou, ainda, do novo centro que será implantado para os profissionais de educação. “É importante destacar que, para os profissionais da educação, está sendo criado um novo centro de testagem em parceria com a Secretaria de Saúde, que vai funcionar em sua sede, na Várzea. Os profissionais e seus familiares não terão que utilizar apenas esse local, mas também poderão utilizar toda a estrutura existente”, concluiu.

 

Foto: Aluísio Moreira/SEI