quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Começa corrida por Prefeituras. Confira os candidatos na região


 Começou a campanha eleitoral da disputa pelas Prefeituras. Confira abaixo todas as candidaturas majoritárias nos municípios da Região.    

Os retratos foram enviados pelos candidatos ou copiados das midias sociais. Os candidatos / coligações que quiserem divulgar as candidaturas, podem enviar o "retrato" para o e-mail abcassiano@yahoo.com.br ou no in box do perfil do nosso Blog no Facebook Alberico Cassiano https://www.facebook.com/alberico.cassiano.7 . 

Divulgamos todas as coligações, todos os candidatos, todos os partidos. Pedimos aos internautas/leitores que deixem comentários, e que o debate tenha como princípios o respeito ao próximo e ao pluralismo de ideias, e que tenha como foco a discussão de propostas.

Estamos divulgando, prioritariamente o banner das candidaturas de Surubim e municípios da região - Casinhas, Vertente do Lério, João Alfredo, Bom Jardim, Orobó, Santa Maria do Cambucá, Frei Miguelinho e Vertentes. 

O Blog também vai divulgar as candidaturas proporcionais. Não há cobrança nem custo de veiculação. 


SURUBIM


ANA CÉLIA – vice Guilherme Nóbrega




TÚLIO VIEIRA – vice Josafá Vasconcelos



Dr. VALDIR SALES – vice


CASINHAS


JOÃO CAMÊLO  – vice Maria Pires


RICARDO DE BELO  – vice 



ROSINEIDE BARBOSA  – vice Fátima do Sindicato




VERTENTE DO LÉRIO


DANIEL ALMEIDA  – vice Manasses Oliveira



RENATO SALES  – vice Nado de Tina




JOÃO ALFREDO


MARIA SEBASTIANA – vice Zeca Falcão


 ZÉ MARTINS – vice 



sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Câmara de Surubim pode ter até sete novos vereadores. Seis estariam com reeleição garantida.

CAMPEÃ : Véia de Aprígio é cotada para ser novamente a mais votada para o Legislativo. / FOTOS: Divulgação / Internet

A nova legislatura na Câmara de Surubim vai contar com, pelo menos, quatro novos vereadores.  O número de cadeiras sobe de onze para treze, por conta do aumento de eleitores, como prevê a legislação. Da atual legislatura, os vereadores Biu Farias (PSB / 1.052 votos em 2012), Josafá Vasconcelos (PDT / 1.169 ) não disputam reeleição.

Nossa reportagem conversou com analistas das coligações sobre a expectativa para a eleição para vereador. Dos nove que estão na disputa, seis estariam com a renovação do mandato praticamente assegurada: 

PRESIDENTE da Casa, vereador Fabrício Brito seria reeleito em qualquer palanque. 

Véia de Aprígio (PSB / 3.152 ), Fabrício Brito (PSB / 2.000), Fred Lafayette (PSD / 1.406), Bomba (PSD / 1.133), e Huck  (PSD / 1.096 ), e dr. Vavá (PT / 1.966).

VERDE ; ex-vice prefeito, professor Selênio quase chega em em 2012

Entre as coligações que apóiam à reeleição do prefeito Túlio Vieira (PT), a formada pelo PT+PV+PCdoB+Solidariedade tem a expectativa de eleger dois vereadores. 

SINDICATO : Ivete Ramos tem apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais

Os mais cotados são professor Selênio (PV / 940) e Ivete Ramos (PT), ligada ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

ADVOGADO : dr. Vává deixou o PT e teria eleição certa no PDT

A coligação PDT+PMDB acredita que renova o mandato do vereador Dr. Vavá (PDT). 

NOVATO : Geraldo Lira é a aposta do PTB

Já o PTB, que não coligou na proporcional, pode conquistar uma vaga, com Geraldo Lira.

VOLTA : Fred Lafayette tem boa estrutura de campanha.

POLÊMICO : Luciano Medeiros, o Bomba, também deve renovar o mandato

NA BRIGA: com concorrentes de peso na coligação, Huck, deve renovar  

Entre as coligações que apóia a candidata da oposição, Ana Célia Farias (PSB), a formada pelo PSB+PSD+PR+DEM tem a expectativa de reeleger Véia de Aprígio, Fabrício Brito, Fred Lafayette, Bomba e Huck .

COTADO : Marcos pode ocupar cadeira que foi do pai 
A coligação Surubim de Mãos Limpas PTC+PSDB+PRP+PPS+PRTB espera eleger um vereador. O mais cotado seria Marcos de Biu Machado (PSDB / 797). 

O PP, que tem como candidato a prefeito, o deputado estadual Dr. Valdir, não elegeria nenhum vereador.

MUITOS CANDIDATOS: vereador Salatiel Lopes tem dificuldades para renovar parceria com eleitor evangélico
Apesar de o jogo sinalizar para este possível cenário, a eleição pode não ser tão previsível. Os vereadores Paulo do INSS (PSD), Lúcio Fabrício (PTC) e Salatiel (PDT) estariam correndo sério risco de não renovar o mandato, o que torna mais ampla a possibilidade de renovação da Câmara.

Neste caso próxima legislatura da Casa Euclides Mota teria sete novos vereadores.

MULHER : Anabel pode ser a segunda parlamentar da nova legislatura.

Também estariam bem cotados no páreo, Anabel (PT), Arthur Rêgo (PMDB) e algum representante do segmento evangélico. Correndo por fora, o P-Sol espera surpreender e lutar por uma vaga. 

Como o voto para vereador é extremamente pulverizado, difícil de ser conquistado e é influenciado pelo desempenho das candidaturas majoritárias, a eleição para a Câmara de Vereadores de Surubim promete uma disputa voto a voto e que ainda pode revelar surpresas.   

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Ana Célia (PSB) e Túlio Vieira (PT) polarizam disputa pela Prefeitura de Surubim

FOTOS : Internet / Divulgação


A exemplo do que aconteceu em 2012, a disputa pela prefeitura de Surubim vai ser polarizada entre os candidatos Ana Célia (PSB) e Túlio Vieira (PT), que tenta reeleição. Esta eleição, no entanto, é diferente do pleito anterior, sobretudo pela atual conjuntura, ainda marcada pelos desdobramentos da crise, e pelos apoios dos dois palanques.  
     
Tanto Ana Célia quanto Túlio Viera se elegeu vice. Ela foi eleita vice na chapa encabeçada por Humberto Barbosa (PFL), em 2000. A dupla não foi reeleita. Ana Célia encabeçou a chapa socialista em 2008 e 2012, mas sem sucesso. Túlio Vieira eleito vice de Flávio Nóbrega, em 2008. Na eleição de 2012 se elegeu com o apoio do ex-companheiro de chapa.



Agora, os 46.122 eleitores aptos a votar em Surubim este ano, de acordo com o TRE, decidem pelo futuro do Município pelos próximos quatro anos, e o destino políticos dos dois candidatos.



A terceira candidatura da socialista Ana Célia Farias tem como diferencial o apoio do ex-adversário Flávio Nóbrega, que indicou o filho Guilherme, para compor a chapa da oposição. Também conseguiu agregar o grupo liderado pelo presidente da Câmara Fabrício Brito, formado pelos vereadores Bomba, Huck Lúcio Fabício e Paulo do INSS. Conta ainda com o apoio lideranças do PSB a exemplo da ex-primeira dama Renata Campos, da ministra Ana Arraes e dos deputados Danilo Cabral e Nilton Mota. Como conseguiu manter esse amplo grupo na oposição, a campanha socialista esta está bem confiante e acredita no favoritismo da candidata. Caso vença, será a primeira mulher a governar Surubim.  




O prefeito Túlio Vieira (PT) tenta o primeiro vôo solo. Enfrenta a primeira eleição sem o apoio do principal cabo eleitoral da disputa passada, o ex-companheiro Flávio Nóbrega. Tem o apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, dos movimentos sociais tradicionalmente ligados ao PT e do chamado “voto religioso”. Tenta captar o voto dos dissidentes e descontentes com a parceria eleitoral entre Ana Célia e o ex-prefeito, sobretudo o dos eleitores da classe formadora de opinião. Tem o apoio ainda importante do “nome” do ex-presidente Lula. Conta com um braço no governo do estado, o deputado Ricardo Costa, e em Brasília com o deputado Ricardo Teobaldo. Tem o desafio vender a própria gestão, que coincidiu com a grave crise econômica que o país ainda atravessa e que prejudicou muito a gestão dos municípios. Pode ser beneficiado por um possível clima de já ganhou da candidatura adversária.

Adicionar legenda

A coligação Frente Popular de Surubim - Ana Célia Farias prefeita – Guilherme Nóbrega vice - é formada pelos partidos PSB, PSD, PR, DEM, PSDB, PPS, PRB, PRTB e PTC.  Já a Coligação Surubim Avança Mais – Túlio Vieira prefeito – Josafá  Vasconcelos vice – PT,  PV, PDT, PTB, PCdoB e P-Sol. A disputa pela prefeitura de Surubim tem no páreo ainda, o médico e deputado estadual Valdir Sales (PP). O ex-prefeito de Vertente do Lério tem como vice a filha, Mikalea Sales. 

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Prefeito de Surubim, Túlio Vieira, vai disputar reeleição com Josafá Vasconcelos na vice




O vereador Josafá Vasconcelos (PDT) é o nome definido para compor a chapa do prefeito de Surubim Túlio Vieira (PT), que disputa a reeleição. Era grande a expectativa da escolha e várias possibilidades foram cogitadas.

O prefeito teve dificuldades para encontrar um companheiro para um vice. O atual, Fábio Barbosa (PR) ficou impossibilitado de disputar depois que perdeu o comando da legenda no município. O empresário Fernando Brito (PTB), também cotado, desistiu para não prejudicar o irmão, vereador Fabrício Brito (PSB), que poderia ficar sem legenda para disputar um novo mandato.

A alternativa viabilizada foi um parlamentar da base do prefeito. Médico conceituado na região, Josafá Vasconcelos exerce o segundo mandato na Casa Euclides Mota. O nome pode não seja tão expressivo em densidade eleitoral, mas soma bastante, sobretudo pelo perfil, apontado como ético.
Josafá Vasconcelos é irmão do já falecido ex-deputado federal Gonzaga Vasconcelos, um dos mais íntegros homens públicos da história política de Surubim.     


A convenção que vai oficializar a chapa Tulio Vieira prefeito e Josafá Vasconcelos vice  acontece nesta quinta-feira (04), às 18h , no Clube Cara e Coroa.


segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Fernando Brito : “Não há política nem prefeitura capaz de me fazer prejudicar meu irmão”

FOTOS : Divulgação / Facebook.
O empresário Fernando Brito PTB descartou a possibilidade de ser o vice na chapa do prefeito Túlio Vieira PT, depois que o vereador Fabrício Brito PSB fechou questão e decidiu apoiar a candidatura de Ana Célia Farias PSB.

O vereador havia estruturado o projeto para disputar a prefeitura de Surubim pelo PSD, mas foi seduzido pelo PSB com a perspectiva de encabeçar a chapa do partido, mas teve a candidatura rifada.  Com isso, o nome do petebista tornou-se o mais cotado para compor a chapa com o prefeito que tenta reeleição.

“Sempre deixei claro para Fabrício a liderança dele no grupo. Além da presidência da Câmara, ele conquistou o apoio de cinco vereadores, que se filiaram ao PSD, mas se não teve a candidatura viabilizada, temos agora que pensar em renovar o mandato dele. Não há política nem prefeitura capaz de me fazer meu irmão”, sentencia.

Tanto o PSB e quanto PT chegaram a mudar as datas das convenções várias vezes, na expectativa dessa definição. Acabaram marcando para a mesma data, próximo dia 5. Mas caso Fernando se tornasse vice da chapa petista, era eminente o risco de o vereador ficar sem legenda sequer para renovar o mandato, o que praticamente o obrigaria a encerrar a carreira política.

O vice- prefeito Fábio Barbosa PR, por exemplo, que tem mandato, estava com os socialistas, mas decidiu recompor com o prefeito e agora não vai poder  disputar a reeleição porque perdeu o controle local do partido, que ficou na oposição. Fabrício havia se distanciado dos dirigentes socialistas, mas fechou a questão conversando diretamente com a candidata socialista e com o ex-vereador Biu Farias.  



Com a definição do irmão, o empresário acatou a decisão e conversou com o prefeito Túlio Vieira, com o vice Fábio Barbosa PR, e com a presidente local do PTB, Joana Leal. “Falai com cada um deles. A expectativa era muito grande, mas desde quando começamos a conversar, sempre condicionei minha candidatura ao apoio de Fabrício. Todos eles entendem, me compreenderam”, afirma.  

O empresário não confirma, no entanto, a subida dele no palanque socialista, pelo menos, neste momento. Depois da forte intensidade da articulação, com os irmãos sendo muito procurados, pelos dois lados, a ideia é esperar a poeira assentar.