terça-feira, 24 de maio de 2016

Polícia apreende armas, drogas e dinheiro com suspeitos de tráfico em Carpina


As Polícias Militar e Civil deflagraram uma ação, na manhã desta terça-feira (24), para prender suspeitos de tráfico de drogas e homicídios., em Carpina, na Zona da Mata Norte. Na operação, três homens foram presos. Com eles, a polícia apreendeu crack, cocaína, maconha, armas e munição.
De acordo com a PM, os três detidos estavam com dois quilos de crack  e embalagens com cocaína e maconha. Entre as armas, foram recolhidas uma pistola 9 milímetros, uma espingarda 12, 12 projéteis de 9 milímetros, três balanças, além de R$  5 mil em dinheiro e em cheques.  Os detidos e o material recolhido foram levados para a delegacia da cidade.
Fonte: G1-PE.

Universitário é morto após tentar separar briga na vaquejada de Machados

Jovem de 24 anos teria tentado separar briga, diz polícia. Foto: reprodução / Facebook


Um universitário foi assassinado a facadas dentro de uma vaquejada em Machados, no Agreste de Pernambuco.


De acordo com informações da Polícia Civil, Emmerson de Azevedo Vasconcelos, de 24 anos, teria tentando separa uma briga entre duas pessoas. Um dos envolvidos teria pego uma faca e esfaqueado o estudante.

O caso ocorreu neste domingo 22. Ainda segundo a polícia, Emmerson foi socorrido no hospital do município, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

O suspeito fugiu e ainda não foi localizado. O caso está sendo investigado pela Delegacia Regional de Limoeiro.

Fonte: NE-10 Interior.

terça-feira, 17 de maio de 2016

Concurso da Compesa oferece 65 vagas para níveis superior e técnico

Começam na segunda-feira (23) as inscrições no concurso público da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). O processo seletivo visa preencher 65 vagas de níveis técnico e superior em todo o estado.
Os interessados têm até o dia 16 de junho para se inscrever no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para o certame, que realizará as provas em 17 de julho. A taxa de inscrição varia de R$ 60 a R$ 85, de acordo com o cargo. Das 65 vagas, dez são para pessoas com deficiência.

Do total de vagas oferecidas, 24 delas são referentes a dois cargos de nível superior. Para concorrer à função de Analista de Saneamento, com vencimentos de R$ 7.480, os candidatos devem ter formação em geologia, química ou engenharias ambiental, florestal, de produção, mecânica e de telecomunicações. Já o cargo de Analista de Gestão, com remuneração de R$ 5.343,03, inclui vagas para advogado, administrador de banco de dados, biólogo, contador, economista e médico do trabalho.

As 41 vagas de nível médio técnico são para o cargo de Assistente de Saneamento e Gestão, destinadas aos profissionais das áreas de tecnologia da informação e técnicos em segurança do trabalho, eletrônica, eletrotécnica, química e saneamento. Os salários iniciais são de R$ 1.844,51.

Os funcionários da Compesa também recebem benefícios como vale-alimentação (R$ 594 mensais), previdência privada, auxílio-educação, plano de saúde e plano odontológico (opcionais). São oferecidas ainda Participação nos Resultados e progressões salariais por mérito e por antiguidade.

A taxa de inscrição custa R$ 85 para Analista de Saneamento, R$ 70 para o de Analista de Gestão e R$ 60 para o de Assistente de Saneamento e Gestão. No dia 17 de julho, as provas do concurso público da Compesa acontecem em dois turnos. Pela manhã, das 8h às 12h, responderão às questões os candidatos às vagas de nível superior. Já à tarde, das 14h40 às 18h30, são aplicadas as provas para os cargos de nível médico técnico.
Fonte: G1-PE.

12º batalhão da PM lidera ranking de apreensões de crack no estado.


O 12° Batalhão da Polícia Militar lidera o ranking de apreensões de crack no estado de Pernambuco. Só este ano, até agora, foram apreendidos quase 90 kg da droga. No início deste mês, por exemplo, em apenas uma operação, os PMs conseguiram tirar de circulação 05 kg da droga. 

No dia 5, o GATI 4600 ao realizar rondas com abordagens no bairro da Mangueira, seguiu até a comunidade Campo do Piolho, e ao entrar na Rua Irmã Ana Brígida, avistou alguns elementos em atitude suspeita, em frente a uma barraca que era utilizada como uma casa de jogos de apostas on-line, porém era tudo fachada. 

Ao realizar a busca pessoal nos suspeitos, nada de ilícito foi encontrado, mas ao realizar uma busca na casa de jogo, o efetivo encontrou três tabletes de crack, pesando cerca de 3 kg. 

Os policiais receberam apoio do serviço reservado do 12°BPM para continuar as buscas, além do GATI 4800, da GT4000 e da PB4035 para apoiar na segurança do local. 

Após a chegada do apoio o efetivo continuou com as buscas e encontrou, dentro do ar-condicionado, mais 2 kg de crack e ainda 6 munições embaixo da cama. 

Filipe Carmo dos Santos, de 25 anos, Sandro Gomes da Silva, de 26 e Lúcio David e Silva Barbosa, de 22 anos, foram conduzidos à Central de Plantões da Capital. 

O 12º batalhão tem como comandante o tenente coronel Alberto Cassiano, fica no bairro da Várzea, e atende a vários bairros da  zona oeste do Recife, incluindo muitas comunidades carentes.

Fonte: Polícia Militar.

Comunidade do Jenipapo, na zona rural de João Alfredo, prestigia inauguração do novo posto de saúde

                               

                                A comunidade do Jenipapo, em João Alfredo, e de localidades vizinhas, compareceu em peso para prestigiar a festa de inauguração do novo posto de Saúde do Jenipapo. Construída para atender moradores da zona rural, a unidade fica numa área onde os serviços de saúde não só são necessários como também são festejados.



                               “Só quem tem uma 'coisinha' dessas que eu estou no braço, em casa, sabe da importância de um posto feito esse, construído para trazer mais saúde para gente que mora no sítio. É muito importante para todas essas comunidades daqui das redondezas”, diz o agricultor Luciano José Marins, 31 anos, pai do pequeno Luan, de 1 ano e 3 meses, morador da localidade.


                               A dona de casa Veronice Santiago, 31, mãe de dois filhos, Iara, 2, e Jaciel, 9, também moradora do Jenipapo, destaca que o novo posto facilita pela proximidade e infra-estrutura. “O posto é amplo, moderno e vai melhorar muito ‘pra’ gente que é mãe. Não há nada melhor para quem tem criança do que ter um bom posto de saúde na comunidade”, afirma.


                               Construído pela Prefeitura de João Alfredo, em parceria com o Governo Federal, o posto de Saúde do Jenipapo foi inaugurado na tarde domingo (15). “Estamos aqui reafirmando nossos compromissos com a saúde. Este posto de saúde do Jenipapo é uma conquista das pessoas, dessas localidades, que contam com um ambiente novo, moderno e equipado, mas, sobretudo, com profissionais preparados, comprometidos com a saúde e que gostam de cuidar de gente, o que é sempre um propósito nosso”, frisa a prefeita Maria Sebastiana.

                               Além do Jenipapo, o novo posto de saúde beneficia as comunidades do sítio Pau Santo, Salgado, Mata Escura, Pedra do Manso, Lagoa Torta de Cima e Lagoa Torta de Baixo.  A Prefeitura também construiu os novos postos de saúde do Oswaldo Lima e Frei Damião. O novo posto do sítio Roque já está sendo construído. O Município ainda reformou as unidades das localidades da Melancia, Campos Borba, Olho D’água Cercado e Lagoa Funda.            






 



Fonte: Assessoria de Imprensa.                   

PM intensifica abordagens em Surubim


A Polícia Militar está intensificamento operações preventivas e de combates ao crime, realizando blitz na cidade.

Na chamada Operação Fecha Batalhão, nesta nesta segunda (16), foram abordadas 218 pessoas, 142 motos, sete veículos, sete notificações e dois veículos apreendidos.

A operação foi realizada pelo 22o Batalhão, com o tenente-coronel Souza Filho, major Romildo, dez praças e três viaturas.











Fonte: Policia Militar.

Estupro de vulnerável: Polícia Civil divulga conversa entre ex-BBB Laércio e menina de 13 anos


Depois de ser preso na manhã dessa segunda-feira (16), a Polícia Civil do Paraná divulgou prints das conversas entre o ex-BBB e designer de tatuagem Laércio de Moura, de 53 anos, e a vítima de 13 anos - que teve identidade preservada. Na conversa, a jovem relata o medo de que as pessoas descubram algo, pedindo para que ele a espere ficar mais velha.

Em depoimento, a vítima contou que conheceu Laércio em uma festa, onde passaram ter conversas íntimas. O designer de tatuagem foi autuado por ter cometido estupro de vulnerável há quatro anos com uma vítima de apenas 13 anos de idade.

A polícia apreendeu também um computador, alguns pendrives, um HD externo e três telefones celulares, que irão passar por perícias para tentar encontrar mais alguma informação.






Fonte: Ne10.

Sargento reformado da PM morre após reagir a assalto no Recife

Vítima, de 54 anos, foi abordada por quatro homens no bairro do Barro.
Um dos assaltantes foi baleado e está internado no Hospital da Restauração sob custódia da polícia.


Um sargento reformado da Polícia Militar morreu após reagir a um assalto no bairro do Barro, Zona Oeste do Recife, na noite de segunda-feira (16). Um dos assaltantes foi baleado e está sob custódia no Hospital da Restauração, no bairro do Derby, área central do Recife. Três estão foragidos.

Por volta das 22h40, a vítima, que tinha 54 anos, voltava da igreja que frequentava, com a mulher e o neto, quando foi abordada por quatro homens armados na Rua Theodoro Selva. Eles tinham acabado de assaltar convidados de uma festa que acontecia nas proximidades. O policial reagiu disparando tiros contra os bandidos, que atiraram de volta.

"Neste momento, tudo indica que o policial estava armado, com a arma debaixo do banco e teria pedido ao bandido que aguardasse para que colocasse a sandália. Ele teria pego sua arma, uma pistola ponto 40, desceu do carro e aí houve a troca de tiros", conta o delegado Ricardo Silveira, que fez o registro da ocorrência.

Ainda segundo o delegado, os criminosos utlizaram um carro roubado para praticar o crime. "Os quatro homens ocupavam um veículo Siena, que, mais tarde, foi localizado como um veículo roubado, estavam usando um veículo de placa clonada pertencente a um outro Siena", afirmou.

Segundo a Polícia Militar, o sargento foi atingido por um tiro e encaminhado ao Hospital da Restauração, mas não resistiu aos ferimentos. O enterro está marcado para as 16h, no Memorial Guararapes, em Jaboatão, Região Metropolitana do Recife.

Um assaltante também ficou ferido e foi socorrido pela polícia. Inicialmente, foi levado para o Hospital Otávio de Freitas, no bairro do Sancho, mas depois foi transferido para o Hospital da Restauração. De acordo com a assessoria de comunicação da unidade de saúde, ele passou por cirurgia e o estado de saúde é grave. O caso vai ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).


Fonte: G1.

Explosões de caixas eletrônicos causam destruição em bancos

Bandidos voltaram a explodir caixas eletrônicos em Pernambuco, na madrugada desta terça-feira (17). Demonstrando ousadia e muita força, eles arrombaram terminais de autoatendimento em agências bancárias do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, em Jatobá, no Sertão pernambucano.
Este ano, já foram registradas 17 investidas a bancos com uso de explosivos no estado. Dados da Secretaria de Defesa Social (SDS) revelam que o número de assaltos cresceu 31% nos três primeiros meses de 2016, em relação ao mesmo período de 2015.
O crime registrado no Cabo de Santo Agostinho aconteceu por volta das 2h30. Os ladrões estavam fortemente armados quando invadiram a agência da Caixa Econômica Federal (CEF) do distrito de Ponte dos Carvalhos. Eles estavam em um Polo preto e em uma caminhonete branca.
O impacto da explosão foi tão forte que parte da agência ficou danificada. As vidraças foram quebradas e havia muita fumaça no local. Os ladrões, segundo policiais militares, conseguiram levar dinheiro. A quantia não foi informada.
De acordo com a Polícia Militar, os ladrões fugiram. Para escapar e evitar perseguição policial, os bandidos jogaram grampos na Avenida Nossa Senhora do Bom Conselho, onde fica a agência, e em vias da região.
Em abril deste ano, ladrões explodiram caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal em Gaibu e em um supermercado de Pontezinha, na mesma cidade.
Sertão - a outra investida criminosa da madrugada desta terça-feira foi registrada no posto de atendimento do Banco do Brasil do distrito de Itaparica, em Jatobá, no Sertão pernambucano. Por volta da 0h, os ladrões acionaram os artefatos. Foram ouvidas três explosões. A agência ficou destruída.
Testemunhas contaram que os ladrões fugiram em uma caminhonete em direção à zona rural. A Polícia ainda não divulgou se os assaltantes conseguiram levar o dinheiro.
Policiais da Companhia Militar de Petrolândia-PE, Delmiro Gouveia (Alagoas) e Paulo Afonso (Bahia), também no Sertão, estão fazendo rondas na área para tentar localizar os suspeitos.
Outros casos - no início de abril, moradores de Macaparana e São Vicente Férrer viveram madrugada de terror. No dia 6, bandidos fortemente armados explodiram uma agência bancária em Macaparana e efetuaram muitos disparos de arma de grosso calibre em São Vicente Férrer.
A ação orquestrada começou por volta das 23h do dia 5 e acabou depois da 1h30 da quarta.  Foi praticada por bandidos que portavam armamentos pesados e muitos explosivos potentes. Os assaltantes fugiram em quatro carros, com destino ao estado da Paraíba.
Em Macaparana, os assaltantes fecharam as duas entradas da cidade. A polícia confirmou que o bando colocou grampos nas ruas para dificultar a passagem dos carros da polícia.
Os ladrões usaram bombas e danificaram a estrutura do Banco do Brasil, no Centro. Pedaços de cédulas ficaram espalhadas pelas vias. Na saída, de acordo com relatos de moradores, deram muitos tiros. Há informações de  que um carro foi incendiado.
Em São Vicente Férrer, a polícia  informou que os bandidos agiram para impedir a saída de militares acionados para reforçar o efetivo de Macaparana.
De acordo com o coronel José Souza Filho, do 22º Batalhão da PM, os ladrões  foram até a frente do destacamento e começaram a atirar. Duas viaturas foram atingidas. Uma delas estava estacionada na frente do prédio da PM.
Por isso, a  Polícia Militar enviou três viaturas de batalhões de outros municípios  da região para ajudar a procurar os assaltantes. Entretanto, os militares foram surpreendidos por grampos colocados na estrada. Moradores relataram que foram ouvidos muitos tiros e explosões.
Artefatos - Também em abril, policiais militares apreenderam em São Benedito do Sul, na Mata Sul, oito bananas de emulsão explosiva. Os artefatos estavam em carros abandonados. A PM também encontrou ferramentas, máscaras e grampos, como os que estão sendo usados pelas quadrilhas de assaltos a bancos em  Pernambuco. Este mês, mais grampos foram recolhidos pela polícia, em São Vicente Férrer.
Fonte: G1.

Corte de cargos de Temer só gera economia simbólica.


A redução do número de ministérios promovida e o corte de cargos prometido pelo governo Michel Temer proporcionarão, ao menos de imediato, uma economia apenas simbólica de despesas.

Com o novo desenho da Esplanada, o número de pastas já caiu de 32 para 25 –serão 23, conforme as intenções anunciadas, quando o presidente do Banco Central e o titular da Advocacia-Geral da União perderem a condição de ministro, o que depende de mudanças na legislação.

Trata-se da menor quantidade desde o primeiro governo do tucano FHC, cujo primeiro escalão contava em 1995 com 24 nomes. Entretanto, menos ministérios não é o mesmo que menos gastos.

Autarquias, fundações, ações de governo e servidores pertencentes às pastas extintas foram simplesmente realocados em outras. Em tese, a medida pode resultar em melhoras de gestão. No curto prazo, o dinheiro poupado não vai muito além dos salários das autoridades.

O ministro do Planejamento, Romero Jicá, anunciou que a meta fixada de corte é de 4.000 cargos até o final do ano –presumivelmente, do universo de cerca de 23 mil cargos de livre nomeação existentes no Executivo, dos quais 21,7 mil estavam ocupados em janeiro, segundo os dados mais atualizados.

Embora o número de assessores e dirigentes comissionados seja elevado para padrões internacionais, os desembolsos com o pagamento de comissões são uma fatia minúscula do Orçamento.

Em 2015, eles consumiram R$ 1,5 bilhão, enquanto as despesas do governo com pessoal, custeio, programas sociais e investimentos passam de R$ 1 trilhão.
Motivo frequente de críticas à hoje afastada administração petista, a proliferação de ministérios e cargos tem origem nas relações fisiológicas entre governo e Congresso desde o restabelecimento da democracia no país.

Pastas e postos são criados para acomodar aliados e formar coalizões de apoio ao Planalto, acompanhando a multiplicação de partidos representados no Legislativo.

Os governos Lula e Dilma intensificaram a prática para atender, ao mesmo tempo, uma base de apoio heterogênea e as diversas correntes do PT. Até 2015, vigorava o recorde de 39 ministros.

Temer, que precisa reconstruir a sustentação política ao Planalto, chegou a ensaiar um recuo no propósito de eliminar pastas. Pressionado, acabou comandando uma reforma ministerial com vestígios de improviso.

Uma superpasta foi criada com a fusão dos ministérios do Desenvolvimento Social e do Desenvolvimento Agrário, que passa a abrigar ainda o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) –responsável pelo pagamento de benefícios previdenciários de quase R$ 500 bilhões neste ano.

Além de atender a aposentados e pensionistas, o novo ministério vai gerir o Bolsa Família, os programas assistenciais a idosos e deficientes e a reforma agrária.
Ainda assim, a pasta mereceu uma listagem confusa de tarefas na medida provisória que determinou a reorganização administrativa: entre elas está, por engano, "a política de desenvolvimento, da indústria, do comércio e dos serviços".

Outros órgãos ligados à Previdência Social foram parar no Ministério da Fazenda, como a Superintendência Nacional de Previdência Complementar e a Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência).

O minúsculo Ministério do Turismo, dedicado basicamente ao atendimento de demandas paroquiais de deputados e senadores, foi mantido. Seu orçamento, na casa dos R$ 900 milhões, é o segundo menor da Esplanada (tirando da conta as pastas auxiliares da Presidência).

O menor, de cerca de R$ 800 milhões, é da Fiscalização, Transparência e Controle, novo nome da Controladoria-Geral da União.

Fonte: Folha de São Paulo.

Envolvido em corrupção, Congresso brasileiro é circo que tem até seu próprio palhaço, analisa The New York Times


Um dos espetáculos há mais tempo em exibição no Brasil conta com um número desconcertante de personagens cuja teatralidade aparece em milhões de televisores quase toda noite.

O elenco em constante mudança de 594 integrantes e inclui suspeitos de homicídio e tráfico de drogas, ex-jogadores de futebol, um campeão de judô, um astro sertanejo e uma coleção de homens barbados que adotaram papéis como líderes do movimento das mulheres.

O elenco até mesmo inclui um palhaço cujo nome significa "Zangado".

Mas eles não são atores. Eles são os homens e mulheres que servem no Congresso nacional.

A democracia pode causar perplexidade e confusão, mas no mundo há pouco que se iguala ao Congresso brasileiro.

Enquanto a nação enfrenta sua pior crise política em uma geração, os legisladores que orquestraram a remoção da presidente Dilma Rousseff (que foi suspensa na quinta-feira e enfrenta um processo de impeachment sob acusação de manipulação do orçamento) estão sob novo escrutínio.

Mais da metade dos membros do Congresso enfrenta processos na Justiça, de casos envolvendo auditoria de contratos públicos até crimes sérios como sequestro ou homicídio, segundo o Transparência Brasil, um grupo que monitora a corrupção.

As figuras sob investigação incluem o presidente do Senado e o novo presidente da Câmara. Neste mês, o presidente anterior da Câmara, um comentarista de rádio evangélica que gosta de postar versos bíblicos no Twitter, foi afastado para ser julgado pela acusação de esconder até US$ 40 milhões em propinas em contas bancárias na Suíça.

Muitos dos problemas do Legislativo derivam das generosas recompensas proporcionadas pelo sistema partidário brasileiro de múltiplas cabeças como de uma hidra, uma coleção desajeitada de dezenas de partidos políticos cujos nomes e agendas com frequência deixam os brasileiros coçando suas cabeças.

Há o Partido da Mulher Brasileira, por exemplo, um grupo cujos membros eleitos no Congresso são todos homens.

"O processo eleitoral permite muitas distorções", disse Suêd Haidar, a fundadora e presidente do partido. Ela suspirou, reconhecendo que muitos dos homens que ingressam têm pouco interesse em promover os direitos da mulher.

Um dos que se juntaram ao partido, o senador Hélio José da Silva Lima, foi acusado de abusar sexualmente de uma sobrinha menor de idade no ano passado, apesar das acusações terem sido posteriormente retiradas. "O que seria de nós, homens, se não fosse uma mulher ao nosso lado para nos trazer alegria e prazer?" ele foi citado como tendo dito à imprensa brasileira, quando perguntado sobre sua decisão de ingressar no partido das mulheres.

A mesma fúria pública com a corrupção endêmica e má gestão governamental que ajudou a retirar Dilma Rousseff do poder há muito é direcionado à cabala de políticos, a maioria homens brancos, cuja inclinação por acordos escusos e enriquecimento próprio já faz parte do folclore brasileiro.

"A reputação da classe política no Brasil realmente não tem como piorar", disse Timothy J. Power, um professor de estudos brasileiros da Universidade de Oxford.

"As pessoas comparam o Legislativo à 'House of Cards'", ele disse, referindo-se à série política da Netflix, "mas eu discordo. 'House of Cards' é, na verdade, muito mais crível".

Com 28 partidos ocupando cadeiras, o Congresso brasileiro é o mais dividido do mundo, segundo Power. O que fica em segundo lugar, o da Indonésia, tem um terço a menos de partidos.

"O Brasil não é atípico, é uma aberração", disse Gregory Michener, diretor do programa de transparência pública da Fundação Getúlio Vargas, uma universidade no Rio de Janeiro.

Pesquisas mostram que mais de 70% dos brasileiros não conseguem se recordar a qual partido os candidatos que elegeram pertencem, e que dois terços do eleitorado não têm preferência por qualquer partido.

Mais importante, dizem os especialistas, é que a maioria dos partidos não abraça nenhuma ideologia ou agenda, e são simplesmente veículos para clientelismo e propina. Em um mandato típico de quatro anos, um entre três legisladores federais trocará de partido, alguns mais de uma vez, segundo um levantamento por Marcus André Melo, um cientista político da Universidade Federal de Pernambuco.

Os legisladores brasileiros estão entre aqueles com remuneração mais alta do mundo, dizem estudiosos, com quantias que vão além do salário mensal. Eles também recebem moradia e atendimento de saúde gratuitos, verbas para um grande número de funcionários de gabinete e foro privilegiado em caso de processos. Apenas o sobrecarregado Supremo Tribunal Federal pode julgá-los em processos criminais, algo que pode levar anos.

"A única coisa melhor do que ser um partido político no Brasil é ser uma igreja", disse Heni Ozi Cukier, um cientista política da Escola Superior de Propaganda e Marketing, em São Paulo. "São oportunistas à procura de algo que lhes dê poder, influência e proteção."

Formar um partido requer a coleta de 500 mil assinaturas. Cukier disse que 62 partidos estão à procura de reconhecimento oficial, inclusive um que leva o nome de um time de futebol.

Apesar do presidente do Brasil liderar um dos maiores países do mundo, ele ou ela deve formar coalizões com até uma dúzia de partidos para conseguir que legislações sejam aprovadas no Congresso. O preço da lealdade com frequência é uma cadeira de ministro, ou três, dependendo de quantos votos o partido puder oferecer.

Em alguns casos, a cooperação envolve a troca ilícita de dinheiro. Em 2005, um escândalo conhecido como mensalão revelou o quanto esses arranjos eram comuns. Para obter votos no Congresso, o partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o mentor de Dilma Rousseff e porta-bandeira do Partido dos Trabalhadores, pagava aos legisladores obedientes um valor mensal equivalente a US$ 12 mil.

O mais recente escândalo de corrupção, conhecido como Operação Lava Jato, provou ser ainda maior, com bilhões de dólares em propinas destinados a partidos políticos pela companhia estatal de petróleo, a Petrobras. Mais de 200 pessoas, de magnatas empresariais a líderes partidários, foram implicados no escândalo, e a expectativa é de que o número deles crescerá.

O furor público com o esquema teve papel chave na remoção de Dilma Rousseff, que foi diretora da Petrobras quando o arranjo de propina foi armado, apesar de ela não ter sido acusada diretamente de qualquer crime. Em seu julgamento de impeachment, ela é acusada de uma manipulação orçamentária, em um esforço para esconder os problemas econômicos do Brasil e vencer a reeleição em 2014, não de roubar para enriquecer a si mesma.

A necessidade de formação de alianças de conveniência no Congresso pode levar ao caos legislativo, especialmente quando partidos descontentes abandonam a coalizão do presidente. Dilma Rousseff, que antes contava com ampla maioria na Câmara, acabou abatida pelo agora deposto presidente da Câmara, Eduardo Cunha, um ex-aliado que enfrenta julgamento por corrupção.

O partido de Cunha, o PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), se tornou uma fonte particular de ultraje no Brasil. Os críticos dizem que o partido, fundado há cinco décadas como partido de oposição, mas tolerado pela ditadura militar do Brasil, se tornou um vasto canal de clientelismo para seus membros, que abraçam um amplo espectro de ideologias.

O trunfo do partido é seu tamanho, o que significa que os presidentes precisam entrar em acordo com ele, o que envolve a concessão de cargos ministeriais cobiçados. Dilma Rousseff escolheu Michel Temer do PMDB para ser seu vice-presidente. Neste ano, ele se voltou contra ela e retirou seu partido da coalizão, abrindo caminho para o processo de impeachment de Dilma. Temer, que já foi condenado por violar os limites de financiamento de campanha, agora é o presidente do país.

A reforma política pode ser difícil, já que os legisladores teriam que aprovar o fim do sistema que os protege. Ocorreram algumas mudanças, incluindo uma lei recente que impede que candidatos cassados ou com condenação concorram a qualquer cargo eletivo por até oito anos, e uma lei de financiamento de campanha, que deverá entrar em vigor neste ano, que limita a influência de dinheiro de empresas.

O grande número de partidos no Brasil tende a favorecer celebridades, cujo reconhecimento do nome ajuda a fazer com que se destaquem nas campanhas eleitorais. O exemplo mais curioso é o do palhaço Tiririca.

Em 2010, ele concorreu à Câmara dos Deputados com o slogan "Pior que tá não fica", e sua literatura de campanha incluía "Você sabe o que faz um deputado federal? Eu também não. Vote em mim que eu te conto".

Ele acabou obtendo mais de 1,3 milhão de votos, quase o dobro do segundo candidato mais votado.

Em uma entrevista, Tiririca, cujo nome real é Francisco Everardo Oliveira Silva, apesar de deputado Tiririca ser o nome no site da Câmara, disse ficar com frequência decepcionado com a desordem no Congresso.

"No início era uma piada", ele disse sobre sua candidatura. "Então decidi que, se tantas pessoas acreditam em mim, eu teria que dar meu melhor, e é o que estou fazendo."
Fonte: UOL.

Ministros de Temer querem a legalização de jogos de azar


Ministros do governo Michel Temer querem propor a legalização dos jogos de azar como medida para aumentar as receitas da União.

A ideia é defendida por ao menos dois auxiliares próximos ao presidente interino: os peemedebistas Henrique Eduardo Alves (Turismo) e Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo).

Segundo Alves, a proposta de legalização deve incluir bingos, cassinos e o jogo do bicho. "A ideia é legalizar todo tipo de jogo. Hoje o jogo existe de forma clandestina e sem gerar qualquer benefício para o Estado", afirma.

Ele diz que Temer é "simpático" à ideia, mas ainda não tratou dela desde que assumiu como presidente interino, na semana passada.

O ministro sustenta que a liberação do jogo seria um estímulo ao turismo e à retomada da atividade econômica.

Os argumentos são contestados pelo Ministério Público Federal, que se opõe à ideia e vê risco de incentivo à lavagem de dinheiro e à corrupção (leia texto ao lado).

Geddel, que será responsável pelas relações do Planalto com o Congresso, diz ser favorável à legalização. "Pessoalmente, não vejo por que não tocar adiante. Acho importante para o turismo e para a geração de receita."

O ministro ressalta que esta ainda não é uma "posição de governo" e será discutida pelo Palácio do Planalto.

Congressistas que defendem a legalização do jogo dizem ver Temer como um aliado da causa. O deputado Herculano Passos (PSD-SP) conta ter discutido o assunto com o presidente interino há cerca de um mês, na reta final do processo de impeachment.

Ele diz que o diálogo o deixou otimista e que o afastamento da presidente Dilma Rousseff deve acelerar a liberação de bingos e cassinos.

"O presidente Temer é simpático à causa. Tivemos uma conversa há cerca de 30 dias e ele viu a ideia com bons olhos. Estou otimista, acho que o momento é muito propício à legalização", afirma.

"A maioria dos deputados com quem converso é favorável, mas o apoio do presidente será fundamental", acrescenta Passos, colega de partido do ministro Henrique Meirelles (Fazenda).

Além de Henrique Alves e Geddel, pelo menos outros dois ministros de Temer empunham a bandeira da liberação dos jogos de azar.

Maurício Quintella Lessa (Transportes), deputado licenciado do PR, apresentou um projeto de lei para legalizar os cassinos em 2008.

Blairo Maggi (Agricultura), senador licenciado do PP, foi autor de um relatório que libera cassinos, bingos, caça-níqueis e jogo do bicho. O texto foi aprovado em março por uma comissão especial e ainda será votado em plenário.

NOVA CPMF - Não há consenso sobre o potencial de arrecadação com os jogos de azar. Para o ministro Henrique Alves, a liberação geraria até R$ 20 bilhões por ano à União. "Seria uma nova CPMF", anima-se.

Ele afirma que a atividade seria fiscalizada por uma nova agência reguladora.
O governo Dilma chegou a formar um grupo de trabalho para estudar a possibilidade de legalização do jogo, no fim de 2015, mas não enviou uma proposta ao Congresso. 

Fonte: Folha de São Paulo.

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Nova oposição mira em cinco senadores para tentar reverter impeachment de Dilma


          O deputado federal Sílvio Costa (PTdoB), vice-líder de Dilma Rousseff (PT) na Câmara, afirmou, nesta sexta-feira (13), que agora, com o afastamento provisório da petista, a base aliada vai tentar fazer uma articulação para tentar se aproximar de pelo menos cinco senadores para reverter o impeachment no julgamento do mérito.
          Com a mudança de lados na Câmara, Sílvio Costa quer virar líder da minoria – ou seja, líder da oposição. Para isso, o deputado, que concedeu entrevista nesta sexta-feira (13) no Recife, vai voltar para Brasília no domingo (15) e participar de reunião na segunda (16). Já tem sessão e votação na terça (17).  “Quem indica o líder da minoria é o maior partido da oposição, que é o PT”, justificou as conversas com a legenda.
          Sílvio Costa ainda disse que, embora a nova oposição, considere importantes reformas política e na previdência, por exemplo, vai boicotar todas as mudanças que venham de Temer. “Estamos em um momento inusitado no Brasil”, afirmou. “Nessa provisoriedade a gente não pode votar reforma definitiva”, concluiu.
          A presidente foi afastada nessa quinta-feira (12), por 55 votos a favor da admissibilidade do impeachment e 22 contra. Dilma ficará por até 180 dias fora do Palácio do Planalto e o governo federal tem provisoriamente Michel Temer (PMDB) à frente.
          O peedebista empossou o primeiro escalão no mesmo dia, com nove ministros a menos. O procedimento agora é a análise dos argumentos que pedem o afastamento definitivo da petista e a defesa, que Dilma tem 20 dias para apresentar por escrito. Isso será feito a com a coleta de provas, o depoimento de testemunhas e também com debates.
          O processo agora é presidido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski. O julgamento do mérito será feito também no plenário do Senado, em prazo não estabelecido. Para que o impeachment seja concretizado, os aliados de Temer têm que somar 54 votos contra ela.
Fonte: NE-10 / Blog de Jamildo.

Escolas de João Alfredo vivenciam Dia das Mães. Cidade ganhará maior escola municipal do interior de PE.



A rotina das escolas de rede Municipal de João Alfredo foi alterada com apresentações artísticas, decoração especial, bolo de ‘aniversário’, café da manhã ou almoço de confraternização, brindes e muita emoção para vivenciar o Dia das Mães, com a participação de mulheres de mais de trinta comunidades rurais e da sede do município do Agreste Setentrional. A comemoração ocorreu em todas as escolas, começou na segunda-feira (03) e terminou nesta sexta (13).     



                        A prefeita Maria Sebastiana (PSD) destaca que a comemoração é muito importante, sobretudo por integrar a escola com a comunidade. “Esse vínculo entre a escola e a família é muito importante. Peço sempre às mães que acompanhem seus filhos, que venham na escola, para verificar a merenda, ver como seu filho está sendo cuidado, pergunte se ele faz a tarefa, participem da vida escolar do filho de vocês. Temos uma equipe comprometida, e mesmo com a crise econômica, estamos trabalhando pela educação, melhorando a infra-estrutura das escolas e valorizando o professor”, destaca a prefeita.


                         A dona de casa Silvana Luzia, 29, destaca que, aos 4 anos, o filho Robert Martins, já participa de aulas de violão e canto. “Além da aula a escola oferece outras oportunidades para as crianças. Para gente, claro, é muito melhor nossas crianças estarem na escola do que na rua, os professores são dedicados. Aula de música, esporte, dança deixa a criança com mais vontade de ir para escola”, disse.


                        Grávida de oito meses de Samuel, a agricultora Eliane Lima, 36 anos, também é mãe de mãe de Maria de Fátima, 11, aluna do 4º ano da rede. “Eu já me preocupo com o futuro dele que ainda vai nascer. Toda mãe sabe que o filho na escola só está aprendendo coisa boa e isso deixa a gente tranquila”, afirma. 

                        A secretária municipal de Educação, professora Alessandra Santos, agradeceu a confiança que mães dedicam aos professores. “Costumo dizer que nós, professores, devemos às mães o exercício do nosso ofício. Então agradeço a cada uma das mães dos nossos cinco mil alunos pela confiança de cuidar dos filhos de vocês, o que fazemos sempre com muito amor, responsabilidade e comprometimento”, frisou.



                        MAIOR ESCOLA -  até o final de junho, a prefeita Maria Sebastiana, inaugura com o governador Paulo Câmara(PSB), a escola Miguel Arraes, que já nasce como a maior escola municipal do interior pernambucano, com vinte salas de aula, biblioteca, auditório, laboratório de informática, refeitório, playground e pátio coberto.   


Fonte: Assessoria de Imprensa.

Governo Michel Temer tem quatro ministros pernambucanos. Suplentes assumem Câmara Federal.


Poucas horas depois do afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT), o presidente da República interino, Michel Temer (PMDB), anunciou o novo ministerio e confirmou a participação de três deputados federais pernambucanos. Mendonça Filho (DEM), Raul Jungmann (PPS) e Bruno Araújo (PSDB) ocuparão pastas importantes: Educação, Defesa e Cidades. Horas mais tarde, o presidente interino anunciou também que o líder do PSB, deputado Fernando bezerra Filho, será ministro de Minas e Energia.
José Mendonça Bezerra Filho, 49 anos, liderou a bancada de oposição na Câmara dos Deputados. Ex-governador (2005-2006) e autor da emenda que autorizou a reeleição para presidente do Brasil, em 1998. Formado em administração de empresas pela Universidade de Pernambuco (UPE) e com cursos nos Estados Unidos, Mendoncinha, como é conhecido, perdeu a eleição para o governo, em 2006, e duas vezes para prefeito do Recife (2008 e 2012).
Bruno Araújo, 44 anos, foi alçado a destaque nacional da oposição ao PT com o voto que sacramentou a admissibilidade do processo de afastamento de Dila pela Câmara dos Deputados, em 17 de abril. Foi de Araújo o sufrágio número 342, número simbólico para garantir o primeiro passo no processo que afastou a presidente. “Carrego comigo nossas histórias de luta pela liberdade e pela democracia. Por isso, digo ao Brasil, sim pelo futuro”, disse. Advogado formado pela Faculdade de Direito do Recife, está no terceiro mandato em Brasília.
Ex-ministro da reforma Agrária de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), deputado federal e ex-vereador do Recife, Raul Jungmann (PPS) tem 64 anos. Consultor empresarial, também já passou pela presidência do Instituto Brasileiro de Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Ele ficou conhecido nacionalmente como expoente da luta pelo desarmamento. Foi um dos maiores defensores da proibição definitiva da venda de armas no Brasil.
Último a ser anunciado, Fernando Bezerra Filho (PSB), 32 anos, é formado em administração de empresas, exerce seu terceiro mandato como deputado federal e é o atual líder do partido na Câmara Federal. O socialista é filho do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) e tem sua base eleitoral na região de Petrolina, no Sertão do estado. Em Brasília, integrou importantes comissões, como: a da transposição do Rio São Francisco e a comissão especial da crise econômico-financeira.
Nova bancada - A escalação de quatro deputados federais para o ministério de Michel Temer muda a configuração da banca pernambucana em Brasília. Assumirão os mandatos a ex-prefeita de Salgueiro (Sertão) Creuza Pereira (PSB), Severino Ninho (PSB), ex-prefeito de Igarassu (Grande Recife), Guilherme Coelho (PSDB), ex-prefeito e atual vice-prefeito de Petrolina (Sertão), e Roberto Teixeira (PP), ex-vereador do Recife e ex-deputado federal.
Com a chegada dos quatro novos deputados, a bancada pernambucana contará, ao todo, com sete suplentes. Além dos novatos, integram a lista Cadoca Pereira (PDT), Augusto Coutinho (SD) e Fernando Monteiro (PP).
Creuza teve  24.775 votos e será a segunda mulher na bancada. A outra é a ex-prefeita de Olinda Luciana Santos (PCdoB).  Ex-deputado, Ninho recebeu 21.043 votos e volta a Brasília.  Coelho, pré-candidato em sua cidade, teve 18.962 votos para federal. Já Roberto Teixeira , que também retorna à capital federal, conquistou 16.181 votos no último pleito.
Fonte: G1-PE.

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Suspeito de tentar matar vereador de Santa Maria do Cambucá é preso pela polícia

Suspeito foi preso em Santa Maria do Cambucá pela Polícia Civil (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um homem de 29 anos foi preso nesta terça-feira (10) suspeito de participar da tentativa de homicídio contra o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Maria do Cambucá, Jorge José de Lima (PSB) - de 43 anos. De acordo com o delegado Julio Porto, ele é o principal suspeito do crime e foi preso após cumprimento de um mandado de prisão.
O delegado informou que o homem foi encontrado em Santa Maria do Cambucá. O suspeito será encaminhado para o presídio de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste.
Julio Porto disse que  "as investigações continuam para identificação dos demais envolvidos". O delegado explicou que solicitará ajuda do Disque-Denúncia para localizar o segundo suspeito. Segundo ele, o homem teve o retrato falado divulgado e ainda nao foi localizado.
Durante a ação, a tiros também atingiram o carro do vereador (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Entenda o caso - O presidente da Câmara de Vereadores deSanta Maria do Cambucá, Jorge José de Lima (PSB), sofreu uma tentativa de homicídio no dia 1º de maio no mesmo município. De acordo com o delegado Julio Porto, ele estava dentro do carro com uma mulher quando foi abordado por dois criminosos - que atiraram várias vezes contra o vereador. 
Parlamentar foi atingido com vários tiros (Foto: Reprodução/TSE)
O estado de saúde do parlamentar não foi informado ao G1 pela assessoria de imprensa do Hospital da Restauração (HR). Até a quinta-feira (5), o estado de saúde dele era considerado grave.
Fonte: G1 Caruaru.