quinta-feira, 20 de abril de 2023

Presidida por Humberto, Comissão de Assuntos Sociais do Senado chega a Pernambuco para discutir futuro da Hemobrás


A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado chega oficialmente a Pernambuco, na próxima segunda-feira (24), para discutir o futuro da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás) e a questão do sangue no país. Presidida pelo senador Humberto Costa (PT), o colegiado terá atividades durante todo o dia em Goiana e no Recife.

Na manhã da segunda, os membros da CAS irão à sede da empresa, em Goiana, na Mata Norte, para visitar as instalações da Hemobrás e avaliar o andamento das etapas de implementação do parque industrial. Em outubro deste ano, uma nova fase, responsável pelo processamento do Fator 8, deve ser inaugurada.

"Nós estamos vindo a Pernambuco para nos inteirarmos do atual estado da Hemobrás e oferecer nosso apoio a esse importante empreendimento para o país, que tive a honra de criar quando ministro da Saúde do primeiro governo do presidente Lula", afirmou Humberto. "A Hemobrás é estratégica para o Brasil. Foi muito ameaçada recentemente, especialmente pelo governo Temer, que quis até mesmo retirá-la do nosso estado e levá-la para o Paraná. Agora, é hora de reforçá-la e garantir o seu papel fundamental na saúde pública."

Na parte da tarde, a CAS realizará uma audiência pública na Câmara de Vereadores do Recife sobre o futuro da empresa e a importância dela para o Sistema Único de Saúde (SUS). A diligência da CAS a Pernambuco ocorre em um momento em que, no Congresso Nacional, está tramitando a Proposta de Emenda à Constituição nº 10, que autoriza a comercialização de plasma, componente do sangue, no país.

"É um tema extremamente sensível e muito perigoso. Sangue não é comércio, não pode virar produto de mercado. A Hemobrás tem um papel fundamental nisso. Quando concluída, terá condições de atender a todo o Sistema Único de Saúde (SUS). Então, precisamos é apoiá-la, e não abrir uma área tão sensível como essa à iniciativa privada", explicou o senador Humberto.


Foto: Roberto Stuckert Filho.
Da Assessoria de Imprensa.