terça-feira, 3 de agosto de 2021

Paulo Câmara prestigia aniversário de 50 anos da Compesa


O governador Paulo Câmara prestigiou, nesta segunda-feira (02.08), a celebração dos 50 anos da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), realizada na sede da instituição, no Recife. Acompanhado da vice-governadora Luciana Santos, ele ressaltou a importância da companhia para Pernambuco, e destacou os avanços registrados ao longo desse período.

“A Compesa mostra, em todos esses anos, que está determinada a cumprir o seu papel. Não vai faltar o nosso apoio para a realização das obras estruturadoras e, acima de tudo, para melhorar cada vez mais os serviços oferecidos ao povo pernambucano”, disse Paulo Câmara. A previsão total de investimentos da companhia para 2021 é de R$ 1,2 bilhão, visando a expansão dos serviços.

A presidente da Compesa, Manuela Marinho, afirmou que, durante esses 50 anos, muitos sistemas foram desenvolvidos e colocados à disposição da população, como Pirapama, Tapacurá, Jucazinho, entre outros. “Hoje temos mais de 22 mil quilômetros de tubulação de água distribuídos ao longo do Estado, dando 92% de cobertura. Além disso, são mais de seis mil quilômetros de tubulação de esgotamento sanitário, ou seja, 27% de cobertura. Mesmo com todos os desafios, não cessaremos enquanto não chegarmos à universalização”, pontuou Manuela.

Um dos investimentos mais representativos desse novo ciclo da Compesa é a autoprodução de energia, a partir da contratação de uma nova PPP para instalação de uma usina solar com capacidade de 135 MW. Previsto para os próximos três anos, o projeto visa o desenvolvimento de soluções tecnológicas para otimizar e reduzir custos com energia.


Na mesma direção, a companhia investe em tecnologia para o monitoramento da qualidade da água – dispondo de um laboratório modelo de análises – e no controle e monitoramento das operações de abastecimento, com um novo Laboratório de Eletrônica e Automação. Recentemente, também foi firmado um convênio com a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), no valor de R$ 4 milhões, para estudos de inovação tecnológica no abastecimento de água em áreas de morros da Zona Norte do Recife.

“Estamos passando por um período de intensificação e o objetivo é que a companhia não só vibre e comemore aonde chegou no dia de hoje, mas também que, ao longo de todo esse planejamento e busca por modernização e tecnologia, possa dizer que atingiu a universalização e que a sustentabilidade ambiental possa ser garantida através da coleta e do tratamento adequado”, observou a secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista.

Participaram também da solenidade o secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebelo; o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota; o presidente do Conselho de Administração da Compesa, João Bosco; o presidente da Cepe, Ricardo Leitão; e o presidente do Movimento Pró-Criança, Paulo Barbosa.

Fotos: Aluísio Moreira.

Da Secretaria de Imprensa.