quarta-feira, 2 de junho de 2021

Projeto prevê que consumidor seja informado sobre uso de produtos parecidos com queijo


Deixar claro para o consumidor a substituição do queijo, do requeijão e outros lácteos por produtos similares na preparação dos alimentos é o objetivo de um projeto de lei aprovado nessa quarta na Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa. A matéria, apresentada pelo deputado Gustavo Gouveia, do Democratas, acrescenta artigo ao Código Estadual de Defesa do Consumidor. E determina que a informação deve constar do cardápio dos estabelecimentos com alimentação à la carte. No caso de refeições compradas pela Internet com entrega em domicílio, o alerta deve ser colocado nos sites, mídias sociais ou aplicativos.

Na justificativa da matéria, Gustavo Gouveiaargumenta que “diferentemente da venda nas prateleiras”, o consumidor desconhece o teor nutricional ou a qualidade dos lácteos utilizados no preparo das refeições. E que é preciso dar transparência ao uso de ingredientes como gordura vegetal hidrogenada e amido de milho na substituição da gordura do leite.

Também nessa quarta, o Colegiado de Agricultura aprovou projeto que confere nova redação à lei estadual de 2019 referente à doação de alimentos de cozinhas industriais, restaurantes, supermercados e demais estabelecimentos do gênero. A proposição, de autoria da deputada Delegada Gleide Ângelo, do PSB, amplia os segmentos da população a serem beneficiados.

Com a mudança, vão ser contempladas as vítimas de violência doméstica e familiar, pessoas inseridas em programas de proteção policial, crianças e adolescentes vulneráveis, pessoas com deficiência, idosos, entre outros grupos populacionais em situação de exclusão, abandono e vulnerabilidade socioeconômica. Relator da matéria e presidente do Colegiado, o deputado Doriel Barros, do PT, salientou a importância do projeto no combate à fome agravada pela pandemia.

Durante a reunião, o parlamentar ainda manifestou repúdio à truculência demonstrada por policiais militares contra manifestantes em ato público realizado no centro do Recife no último sábado. De acordo com Doriel, a Comissão de Agricultura vai ficar vigilante para que os responsáveis sejam devidamente punidos. 

Imagem: reprodução / internet.
Da Rádio Alepe.