quinta-feira, 13 de maio de 2021

UPAE Goiana receberá 34 leitos para assistência à Covid-19


O governador Paulo Câmara, a vice-governadora Luciana Santos e o secretário estadual de Saúde, André Longo, visitaram, na manhã desta quinta-feira (13.05), a Unidade Pernambucana de Atenção Especializada de Goiana, na Zona da Mata Norte. A UPAE voltará a integrar a rede de assistência à Covid-19, com 34 leitos, sendo 24 de enfermaria e 10 de UTI. O prefeito da cidade, Eduardo Honório, e a coordenadora geral da UPAE, Cinthia Ferreira Lima, também acompanharam a vistoria.


“Fizemos uma vistoria final na UPAE de Goiana, onde vão funcionar, já a partir deste final de semana, 10 leitos de UTI e 24 leitos de enfermaria, buscando salvar vidas. Diante da pandemia que estamos enfrentando, é muito importante avançarmos nas estruturas e, ao mesmo tempo, continuar alertando a população sobre a necessidade do distanciamento social, de usar máscara e da higienização das mãos, para que a gente possa cuidar da saúde dos pernambucanos com equipamentos como esse da UPAE, mas, principalmente, com as pessoas tendo a consciência de que o vírus ainda está circulando e que é muito importante a gente se prevenir para salvar vidas e avançar na melhoria da saúde do povo de Pernambuco”, afirmou Paulo Câmara.

O serviço, que será gerido pela Organização Social de Saúde Instituto Social das Medianeiras da Paz, já está recebendo os equipamentos e mobiliário necessários para acolher os pacientes. Cerca de 100 profissionais irão integrar o quadro de pessoal. O secretário de Saúde André Longo lembrou que, em Goiana, já existe o Hospital Belarmino Correia, com 15 leitos de enfermaria adultos e seis pediátricos, e agora haverá o reforço com as vagas na UPAE.

“Estamos monitorando permanentemente a situação epidemiológica. Contamos com o apoio da população para diminuir a transmissão da doença, mas em caso de necessidade, temos uma rede ampla em todas as regiões pernambucanas para ofertar a devida assistência", explicou André Longo.

Entre maio e outubro de 2020, a UPAE funcionou como unidade de referência para o atendimento à Covid-19. O serviço foi desmobilizado com a queda no número de casos e foram iniciados os trâmites para que a unidade passasse a fazer atendimentos dentro do seu perfil original, de ambulatório, com consultas médicas especializadas e exames complementares. Contudo, foi necessária uma readequação para receber os pacientes suspeitos ou confirmados com o novo coronavírus.

A secretaria estadual de Saúde informou, porém, que manterá a licitação para escolher a organização social que irá gerir a UPAE Goiana dentro do seu perfil original, assim que os leitos para a Covid-19 não sejam mais necessários.


Fotos: Hélia Scheppa/SEI.

Da Secretaria Estadual de Imprensa.