quarta-feira, 12 de maio de 2021

Datafolha: Lula lidera corrida presidencial com 55% contra 32% de Bolsonaro no 2º turno; no primeiro turno, petista abre 18 pontos


Pouco mais de dois meses após ter seus direitos políticos restabelecidos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida para a Presidência com margem confortável no primeiro turno e venceria o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na segunda etapa, revela pesquisa Datafolha.

O petista alcança 41% das intenções de voto no primeiro turno, contra 23% de Bolsonaro.


O levantamento do Datafolha foi realizado entre em 11 e 12 de maio em 146 cidades e entrevistou 2.071 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Pesquisa estimulada de intenções de voto no 1º turno

Lula (PT): 41% 

Jair Bolsonaro (sem partido): 23% 

Sérgio Moro (sem partido): 7% 

Ciro Gomes (PDT): 6% 

Luciano Huck (sem partido): 4%

João Doria:(PSDB): 3% 

Luiz Henrique Mandetta (Dem): 2% 

João Amoêdo (Novo): 2% 

Brancos/nulo/nenhum: 9% 

Não sabe: 4%

Somados, os adversários de Lula têm 47%, seis pontos percentuais a mais que o ex-presidente.

Pesquisa espontânea de intenções de voto no 1º turno

Lula (PT): 21%

Jair Bolsonaro (sem partido): 17%

Ciro Gomes (PDT): 1%

Outros: 2%

Brancos/nulo/nenhum: 8%

Não sabe: 49%

Veja, abaixo, simulações de 2º turno:

Intenção de voto no 2º turno em uma disputa entre Lula e Bolsonaro

Lula: 55%

Bolsonaro: 32%

Neste caso, o petista herdaria os votos dos eleitores de Doria, Ciro e Luciano Huck, enquanto o presidente teria votos dos eleitores de Moro.

Intenção de voto no 2º turno em uma disputa entre Lula e Moro

Lula: 53%

Moro: 33%

Intenção de voto no 2º turno em uma disputa entre Lula e Doria

Lula: 57%

Doria: 21%

Intenção de voto no 2º turno em uma disputa entre Bolsonaro e Doria

Bolsonaro: 39%

Doria: 40%

Intenção de voto no 2º turno em uma disputa entre Bolsonaro e Ciro

Bolsonaro: 36%

Ciro: 48%

Esta é a primeira pesquisa Datafolha para as Eleições de 2022 desde que Lula recuperou os direitos políticos.

O Datafolha aponta que Lula recebe votos de eleitores de menor renda e escolaridade. Ele tem 51% das intenções de voto entre os entrevistados que declararam ter ensino fundamental e 47% na faixa de renda de até dois salários mínimos. O índice cai para 30% entre quem declarou ter ensino superior e 18% na faixa de quem tem renda maior do que dez salários mínimos.

O ex-presidente tem o Nordeste como maior reduto eleitoral, atingindo 56%.

Bolsonaro, segundo a pesquisa, tem 36% entre os entrevistados que declararam estar vivendo normalmente, mesmo com a pandemia. Nessa mesma faixa do eleitorado, Lula tem 33%.

Entre quem afirmou estar mantendo as recomendações de isolamento social, 58% apoiam o candidato do PT. Na mesma faixa do eleitorado, 8% disseram votar no atual presidente.

Bolsonaro também tem apoio forte de homens (29%), entre os que declararam ter o ensino médio completo (26%) e entre quem tem renda de cinco a dez salários mínimos (30%).

O presidente perde para Lula em todas as regiões do país, mas tem melhor desempenho no Sul e no Centro-Oeste/Norte, com 28%.

Entre os evangélicos, Bolsonaro tem 34% das intenções de voto, e Lula, 35% – um empate técnico segundo critérios do Datafolha.

entre os desempregados que procuram trabalho, 16% votariam em Bolsonaro. Contudo, o presidente lidera entre os empresários com 49% das intenções de voto. Neste grupo, Lula tem 26%.

Entre os que receberam o Auxílio Emergencial, 22% disseram que votariam no presidente.

Ciro Gomes se sai melhor entre os entrevistados com ensino superior (11%) e com os mais ricos (13%).

O índice de rejeição do Datafolha mostra que Bolsonaro tem 54%, seguido por Lula (36%), Doria (30%), Huck (29%), Moro (26%) e Ciro (24%).

Índice de rejeição

Bolsonaro: 54%

Lula: 36%

Doria: 30%

Huck: 29%

Moro: 26%

Ciro: 24%.


Da Folha de São Paulo e G-1 Política.