quarta-feira, 10 de março de 2021

2.349 mortos por covid em 24 h: Brasil supera 2.000 óbitos pela 1ª vez

O Brasil atingiu hoje mais um recorde macabro na pandemia. Pela primeira vez foram registradas mais de 2.000 novas mortes provocadas pela covid-19 em um intervalo de 24 horas. Ao todo, foram contabilizados 2.349 óbitos, média diária de 1.645 mortes — mais uma marca negativa para o país. 

O país soma 270.917 vítimas pela doença, com 11.205.972 infectados — 80.955 novos diagnósticos foram reportados desde ontem. O levantamento é do consórcio de veículos de imprensa, baseado nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

Os números de hoje não incluem os dados de óbitos do Distrito Federal, que não foram atualizados até a conclusão da contagem, às 20h. Por outro lado, o boletim inclui dados de ontem de Goiás, já que a última apuração havia fechado sem as atualizações do estado. 

Este é o 12º dia consecutivo de recorde na média de mortes, com o país apresentando tendência de aceleração de 43% nas taxas. O país também chega ao 49º dia em que a média diária fica acima de mil — o período mais longo em toda a pandemia. Também é o 9º dia seguido com mais de mil óbitos em 24 horas.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) aponta o Brasil como o novo epicentro da covid-19. Outras nações também consideram o país uma ameaça global diante da escalada de notificações pela doença. 

De acordo com dados da Universidade Johns Hopkins, referência mundial em estudos sobre a covid-19, o Brasil é o segundo país com o maior número de mortes causadas pela doença, atrás apenas dos Estados Unidos (528.603 óbitos).


Recorde atrás de recorde 

Na primeira onda: 
Maior número de mortes em 24 h: 1.554 (19/7) 
Maior média móvel de óbitos: 1.097 (25/7) 
Maior período com média acima de mil: 31 dias 
Maior número de óbitos em uma semana: 7.679 (de 19/7 a 25/7) 

Na segunda onda: 
Maior número de mortes em 24 h: 2.349 (10/3) 
Maior média móvel de óbitos: 1.645 (10/3) 
Maior período com média acima de mil: 49 dias 
Maior número de óbitos em uma semana: 10.183 (de 28/2 a 6/3).

As 15 maiores médias móveis de mortes por covid-19 no Brasil foram verificadas nos últimos 15 dias. As 10 mais elevadas são as seguintes: 

10 de março -1.645 
9 de março - 1.572 
8 de março - 1.540 
7 de março - 1.497 
6 de março - 1.455 
5 de março - 1.423 
4 de março - 1.361 
3 de março - 1.332 
2 de março - 1.274 
1º de março - 1.223 


Vinte e dois estados e o Distrito Federal apresentam tendência de alta, enquanto apenas dois têm queda (AM e RJ). Outros dois mantêm índices estáveis(RR e MG). Das regiões, apenas o Norte e o Sudeste se mantêm estáveis (ambos com 8%). Todas as demais apresentam tendência de aceleração: Centro-Oeste (79%), Nordeste (65%) e Sul (124%).

Fonte: Uol.