terça-feira, 12 de janeiro de 2021

3,4 milhões de pessoas podem ir para extrema pobreza com fim do auxílio, alerta Danilo Cabral


O alerta é do deputado federal Danilo Cabral(PSB). Por meio das redes sociais, o parlamentar destaca os efeitos do término do auxílio pago durante a pandemia. Os números são bem preocupantes:  

"A cada dia chegam mais dados sobre o impacto do fim do auxílio emergencial no Brasil. Mais de 3,4 milhões de brasileiros podem cair na extrema pobreza, sobrevivendo com menos de R$ 10 por dia, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getulio Vargas. Nesse cenário, o número total de pessoas na extrema pobreza chegaria a 17,3 milhões neste ano, o pior resultado desde 2012. Por isso, defendo, desde o ano passado, uma discussão urgente sobre um programa de renda mínima para a população mais vulnerável do país. Até agora, não há sinalização do governo sobre que medidas de proteção social adotará neste ano", afirma o deputado.

Foto: Reprodução/Google.