domingo, 29 de novembro de 2020

Derrotada no Recife, Marília culpa fake news e quer PT na oposição em PE

JC Imagem


Derrotada hoje pelo primo João Campos (PSB) na disputa pela Prefeitura do Recife, a deputada federal Marília Arraes (PT) fez um discurso em que criticou a campanha do adversário, que teria usado fake news e ataques para ganhar a eleição. 

“Vai começar uma nova articulação de oposição em Pernambuco. Não podemos nos articular com um grupo que não somente faz tão mal na gestão, mas trata a política da forma que tratou. Vai fazer oposição com responsabilidade. Também estou muito feliz porque vimos reacender a esperança de muita gente, várias pessoas irem para a rua de verdade com vontade de votar, com gosto de votar”, declarou.

"Tenho a consciência tranquila que fizemos uma campanha tranquila, limpa. O adversário começou o segundo turno baseado em fake news, fazendo diversos ataques Marília Arraes (PT)", disse a candidata derrotada à prefeitura do Recife.

"Lutamos contra duas máquinas [dos governos estadual e municipal] desde 2016; chegamos aqui ao final do segundo turno com votação expressiva, o que mostra a insatisfação com a atual gestão", afirmou. 

Durante a campanha, Marília foi alvo de ataques, em especial de cunho religioso. Ela foi à Justiça várias vezes e conseguiu retirar propagandas do adversário do ar.

Ainda em sua fala, Marília disse que aceitou o resultado com naturalidade. 

"Democracia, a gente respeita. Mas aqui vai começar uma nova articulação da oposição no estado de Pernambuco. Não temos condições de ficar com um grupo que faz má gestão do estado e do município. Aqui começa um novo capítulo da história do estado", afirmou. 

No caso, o PT é aliado e tem integrantes de primeiro escalão no governo estadual do PSB, de Paulo Câmara. 

Sobre a campanha, ela agradeceu a militância "apaixonada" que fez campanha para ela e disse que espera ver mais mulheres na política.

"Estou muito feliz com tudo o que nós fizemos, com todo o debate e conhecimento que tenho de uma pessoa que vive e conhecimento que tenho de uma pessoa que vive e trabalha pelo Recife", disse. 

"Também [estou feliz] porque nunca uma mulher na cidade tinha conseguido chegar ao segundo turno. Esse é um grande avanço. Quero que mais mulheres estejam nesses espaços. Que inspire outras mulheres à política. Essa é outra grande vitória", completou Marília Arraes.

Do G1 e Uol.