quarta-feira, 10 de junho de 2020

CARUARU: Homem é preso acusado de vender água para famílias em comunidades carentes, em ação da Compesa e Polícias Civil e Militar

Foto:  Assessoria Paula Bezerra

Uma ação conjunta da Compesa com as polícias militar e civil identificou, nesta segunda (08), ligação clandestina no loteamento Serranópolis, em Caruaru. Um homem foi preso em flagrante acusado de cometer a irregularidade. De acordo com a Compesa, ele distribuía a água irregularmente a dezenas de famílias da localidade e cobrava uma taxa pelo fornecimento. “Estamos fazendo o levantamento de quanto o acusado lucrava, por mês, com a venda ilegal da água e há quanto tempo ele estava cometendo esse crime”, afirmou o gerente da Unidade de Negócios da Compesa Agreste Central, João Raphael Queiroz.

A ação ilegal prejudica diretamente os moradores dos bairros vizinhos. “Temos recebido, ultimamente, reclamações de falta de água no bairro São José e parte das Rendeiras, e começamos a suspeitar que ligações clandestinas estariam prejudicando moradores dessas áreas. Investigamos e chegamos ao flagrante”, informou João Raphael.

A Compesa orienta que denúncias podem ser realizadas, de forma anônima, pelo site www.compesa.com.br, acessando os menus Canal de Denúncias ou Ouvidoria, e ainda por meio do 0800 081 0195. Só assim, a Companhia poderá realizar as devidas apurações e adotar as providências cabíveis.

Vale lembrar: o cliente não precisa recorrer à ligação clandestina. Em casos de dificuldades para manter as contas em dia, a orientação é procurar a Compesa para ver as formas de se regularizar e ainda para conhecer a Tarifa Social.

Furto de água é crime. Denuncie: 0800 081 0195

Fonte: Assessoria de Imprensa.