quinta-feira, 26 de julho de 2018

SURUBIM: Deputado estadual Nilton Mota não vai disputar reeleição



O deputado estadual Nilton Mota(PSB) não vai tentar renovar o mandato nas eleições de outubro. O surubinense vai coordenar a campanha da reeleição do governador Paulo Câmara(PSB), ao lado do prefeito do Recife, Gerado Júlio.

'Soldado' do partido, Nilton Mota sempre atuou nos bastidores técnicos dos governos socialistas, ocupando cargos estratégicos. Foi chefe de gabinete e secretario executivo da secretaria estadual de Educação, do então secretário Danilo Cabral. Em março de 2010, Nilton Mota assumiu a pasta.

Na segunda gestão Eduardo Campos, foi presidente da Companhia Estadual de Habitação e Obras - Cehab, até 2012. Em janeiro do ano seguinte, foi nomeado secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio.   


FOTO: Carlos Gualhardo



.
DEPUTADO - em 2014, foi eleito deputado estadual, sendo o 12o mais votado, com 60.787 votos. Com bases no Agreste Setentrional, foi majoritário em Surubim, Casinhas, Santa Maria do Cambucá e Vertentes, por exemplo.


SECRETÁRIO - no governo Paulo Câmara, Nilton Mota foi convocado para a secretaria de Agricultura e para Casa Civil. Manteve articulação não só com as bases eleitorais, como ampliou os municípios de atuação.

SENADOR - com uma reeleição relativamente tranquila, com estimativa de cerca de 80 mil votos, Nilton Mota pode participar do pleito como suplente de Jarbas Vasconcelos, que disputa uma das vagas do Senado.

Caso Jarbas vença e seja, por exemplo, como já se especula nos bastidores, a alternativa dos socialistas para Prefeitura do Recife, em 2020, e volte a ser prefeito, Nilton Mota assumiria o mandato de senador.


PREJUDICADO - a saída de Nilton Mota da disputa eleitoral, em tese, pode prejudicar um pouco a campanha de reeleição do deputado federal Danilo Cabral. Na gestão Paulo Câmara, a atuação da dupla é intensa nos municípios do Agreste Setentrional, com ações pontuais do Governo do estado.

Nesta eleição, seria tranquilo para Danilo Cabral renovar a dobradinha com Nilton Mota, para juntos pedirem voto 'em casa'. A preocupação agora é substituir o estadual. Inicialmente, especula-se que não será um nome de Surubim.

O risco de trazer e jogar de paraquedas um candidato do PSB, mas estranho e sem vinculo algum com o município, seria desconsiderar a inteligência do eleitor e fazer lambança política.  A ideia é lançar um candidato da área da Educação, que tenha vínculo com a região. Por mais leve que seja o nome, será uma operação política complicada.


BEBEFICIADO - sem Nilton Mota na disputa, quem pode se beneficiar é o deputado estadual e ex-prefeito de Vertente do Lério, dr. Valdir. Eleito com 25.550 votos, o médico vai para reeleição e certamente vai incorporar o discurso de 'candidato da terra' e tentar garantir a permanência da representatividade de Surubim na Assembleia Legislativa.

Fotos: Google / Facebook
Da redação.