sexta-feira, 24 de novembro de 2017

JUSTO RECONHECIMENTO: Jornalista Aldo Vilela recebe título de Cidadão do Recife



A vereadora Aline Mariano (PMDB) entregou o Título de Cidadão do Recife ao jornalista Aldo Vilela na manhã desta quinta-feira, 23. “Paixão pela verdade, por histórias, por revolução, por pessoas. Tudo isso misturado à inquietação de fazer a diferença, de contar o que ninguém quer que seja contado, de ir onde ninguém teve coragem de ir. Não se calar diante de injustiças, questionar a ponto de ser taxado como chato, desconfiar do que parece confiável. Ouvir os dois lados e olhar atento as mazelas sociais. Esses são sintomas fortíssimos do jornalismo. Profissão que de longe não é glamourosa nem elitizada”, disse ela no discurso, referindo-se à profissão de Aldo e ao mesmo tempo justificando a razão de tê-lo escolhido para homenageá-lo.

A reunião solene foi presidida pelo vereador Eduardo Marques (PSB), também presidente da Câmara Municipal do Recife. Além da vereadora Aline Mariano (PMDB) e do homenageado Aldo Vilela, fizeram parte da mesa da solenidade o chefe de Gabinete de Imprensa da Prefeitura do Recife (PCR), Carlos Eduardo dos Santos; os advogados Marcos Alencar e Rômulo Saraiva; o diretor da Rádio CBN, Paulo Fernandes Neto; e o gerente de Jornalismo da TV Jornal, Washington Luiz. Diversos vereadores estiveram presentes na solenidade. A vereadora lembrou que os jornalistas são contadores de histórias, não os criadores delas. “Trabalham por amor e atuam como uma ponte entre o fato e a sociedade. Por isso, e por tantas outras coisas, ressaltar esta profissão e os seus representantes é ser justo com estes profissionais que dedicam seus dias a descobrir nas pequenas coisas algo edificante”, disse.



Aline esclareceu que em nome do jornalismo e de todos os profissionais da área, “hoje eu tenho a honra de entregar o Título de Cidadão do Recife a um jornalista que sempre foi apaixonado por televisão, por rádio e pela notícia”. Aldo Vilela, 44 anos, natural de Garanhuns, é âncora da rádio CBN e comanda o programa CBN Totalizando. É casado e tem dois filhos. “Para saber a história de Aldo Vilela como jornalista e radialista é preciso falar de futebol. Com 13 anos, ele já era locutor de futebol de Várzea, em Garanhuns. Começava aí seus primeiros passos como comunicador”. Aos 16 anos, foi contratado para ser operador de áudio da Rádio Jornal de Garanhuns. Dois anos depois, seguiu para o Recife, onde fez parte da equipe de futebol da Rádio Jornal.

Em 1993, ele começou sua experiência como apresentador de TV. Depois de apresentar por quatro anos o Arraial da TV Jornal, ao lado da radialista Teca Cristina, foi convidado e fez a transmissão ao vivo do Carnaval da TV Jornal, em 1997. Em seguida, passou a ser um dos apresentadores dos telejornais da TV Jornal, de 1998 até 2000. Na sequência, trabalhou na TV Tribuna, Estação TV e TV Clube. Quando retornou ao Sistema Jornal do Commercio, passou a ser âncora da rádio CBN e apresentador de um programa de entrevistas. Em 2012, assumiu o telejornal matinal TV Jornal Mais.

Com a desvinculação da CBN Recife, do Grupo Jornal do Commercio, o jornalista passou a se dedicar exclusivamente à Rádio CBN, onde promove um programa líder de audiência no horário. A vereadora Aline Mariano entregou o diploma e a medalha do Título de Cidadão Recifense. Os cantores Genival e João Lacerda fizeram apresentações de forró e frevo, antes do discurso do homenageado. “É com muita satisfação que ocupo, nesta manhã, o microfone da Câmara Municipal do Recife para agradecer a esta homenagem. Desde que cheguei aqui a minha história e a história profissional se misturam à desta cidade. Aqui, só encontrei pessoas que me ajudaram. Credito a esse fato a minha forma de trabalhar”, disse Aldo Vilela.



O jornalista se disse feliz em também poder contribuir para com a história do Recife. “Todas as críticas feitas por mim aos políticos e gestores, no microfone da rádio ou na televisão, foi com o propósito de contribuir para melhorar esta cidade, o Estado e o País. Aliás, esse é o único objetivo de todos os formadores de opinião”, afirmou. Aldo se revelou uma pessoa reservada e contou que quando recebeu a informação de que seria homenageado, quis fazer uma solenidade discreta. “Mas se eu bem soubesse, diante dessa alegria, colocaria trio elétrico na rua e faria uma chamada gigante na rádio”, disse. Aldo Vilela encerrou o discurso agradecendo a Aline Mariano pela homenagem e a todos os presentes. Um ramalhete foi entregue pela vereadora à esposa do jornalista. A solenidade foi encerrada com a execução do Hino do Recife.

Fonte: Assessoria de Imprensa Câmara do Recife.