sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Prefeito de Dormentes morre durante procedimento cirúrgico em Recife



O prefeito de Dormentes, no Sertão de Pernambuco, Geomarco Coelho (PSB), de 51 anos, morreu no início da noite desta quinta-feira (21), em Recife, capital pernambucana, confirmou a assessoria de imprensa do político.

De acordo com familiares, o prefeito morreu durante uma cirurgia cardíaca, realizada no Real Hospital Português. A assessoria de imprensa do socialista ainda não repassou detalhes.

Geomarco Coelho de Sousa nasceu em 4 de março de 1966, em Dormentes. Era filho de José de Sousa Neto e Maria Coelho de Sousa. Em 1992 casou-se com Maria do Socorro Coelho de Sousa, com quem teve três filhos, Maria Luiza, Geomarco Filho e Fátima Vitória.

Graduado em História pela Universidade de Pernambuco (UPE), o político assumiu a prefeitura pela quarta vez, em janeiro deste ano.

Informações sobre o velório e funeral do prefeito ainda não foram divulgadas.

História política - em 1988, Iniciou a vida política sendo eleito como vereador quando a cidade de Dormentes ainda era distrito de Petrolina. Foi considerado um dos líderes da campanha do plebiscito que resultou na emancipação de Dormentes. Em 1992, foi eleito o primeiro prefeito do município de Dormentes.

Foi assessor especial de agricultura do Estado de Pernambuco, coordenador do Conselho de Desenvolvimento Sustentável de Dormentes, assessor especial de gabinete na gestão do então prefeito de Petrolina, Fernando Bezerra Coelho e superintendente da Empresa Petrolinense de Abastecimento (Empa).

Em 2004 venceu mais uma vez as eleições e tomou posse como chefe do Poder Executivo de Dormentes, sendo reeleito em 2008. Geomarco foi o idealizador do evento conhecido como Caprishow, que atrai milhares de pessoas de várias regiões do Brasil.

Nota de pesar - o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), o senador da República, Fernando Bezerra Coelho e o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, emitiram nota de pesar pela morte de Geomarco.

Fonte: G1 Petrolina.