sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Aparecida ganhará estátua de santa maior que a do Cristo Redentor


Uma estátua 12 metros maior que a do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, vai homenagear a padroeira do Brasil em Aparecida, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo.

A imagem de Nossa Senhora Aparecide, com 50 metros de altura – o Cristo tem 38 metros, incluindo o pedestal -, será de aço inoxidável e vai compor um parque temático que o município está construindo em louvor à santa e, também, para atrair mais turistas. Sede do Santuário Nacional, maior templo católico do país, Aparecida recebe 12 milhões de visitantes por ano.

A estátua gigante, que deve pesar cerca de 400 toneladas, está sendo construída desde janeiro pelo escultor Gilmar Pinna. Sua instalação faz parte das comemorações dos 300 anos do encontro da imagem da santa no rio Paraíba do Sul. De acordo com a prefeitura, o parque ficará fora da área do Santuário e a três quilômetros do rio. “A maior parte do terreno é municipal e uma área particular, equivalente a 5% do total, já foi doada ao município”, informou.

Inicialmente, a ideia era alocar o a escultura na área do santuário, mas a ideia foi descartada após o entendimento de que colocar a estátua em outro terreno poderia criar outro polo turístico. Além da basílica, o santuário já tem atrações como o campanário, o memorial da devoção e o museu de cera, além do teleférico que liga a basílica ao Morro do Cruzeiro. O parque temático ocupará uma área de 130 mil m² e terá jardins, restaurantes, estrutura de apoio e estacionamento para 2 mil veículos. A escultura ficará no centro de um mapa do Brasil e poderá ser vista da Via Dutra.

Gilmar Pinna conta que foi convidado pelo prefeito de Aparecida, Ernaldo Cesar Marcondes, o Sargento Ernaldo PMDB), para fazer algumas esculturas. “Ele tinha recebido uma verba do fundo das estâncias turísticas, mas não dava para fazer tudo o que ele propunha. Sou muito devoto de Nossa Senhora Aparecida e disse a ele: vamos fazer alguma coisa grande como ela merece. Como a prefeitura não tinha recurso previsto, eu propus fazer de graça. E assim estou fazendo, apenas com a ajuda dos amigos.”

A escultura está sendo construída no ateliê do artista, em Guarulhos, e foi dividida em 20 partes para o transporte. Dez artistas ajudam o escultor. Na segunda-feira, seis carretas levaram as partes já prontas para Aparecida. Nesta quinta-feira mais caminhões transportarão outro conjunto de peças. “Só a logística ficaria em R$ 250 mil, mas conseguimos doação de uma empresa de Guarulhos.”

Pinna pretende levantar a escultura até 12 de outubro, Dia da Padroeira do Brasil. “É uma obra em aço inoxidável, eterna. É para a cultura do Brasil e também para servir de incentivo aos jovens escultores que estão começando agora na arte.” No interior, haverá um elevador panorâmico com vista para a basílica. As obras do parque temático devem avançar até 2018, mas a terraplenagem já está sendo feita pela prefeitura.


Grandes obras -  a estátua de Nossa Senhora Aparecida deverá ser uma das maiores do mundo em aço inox. Vai superar em dimensão o Unisphere, escultura que retrata o globo terrestre, em Nova York, com 34 metros e 320 toneladas. Também será maior que The Kelpies, as duas cabeças de cavalo no canal de Forth e Clyde, na Escócia, com 30 metros de altura e 300 toneladas, e que o famoso Cloud Gate, conhecido como The Bean (O Feijão) de Chicago, que tem 11 metros de altura e pesa 99,5 toneladas.

Gilmar Pinna é autor da escultura de São Jorge, de 30 metros de altura, que ele chamou de “O Cavaleiro Fiel”, e seria instalada na frente do estádio do Corinthians, em Itaquera, na zona leste de São Paulo, palco da abertura da Copa do Mundo de 2014. Houve polêmica com evangélicos por ser um santo católico, e a obra acabou instalada à margem da Rodovia Hélio Schmidt, acesso ao aeroporto internacional de Cumbica.

Fonte: Veja com Estadão Conteúdo.