segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Alunos de escola pública grafitam Subestação da Celpe


A Subestação Rio Jordão, da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), localizada no bairro da Imbiribeira, zona sul do Recife, receberá uma contribuição especial dos estudantes da Escola Estadual Professora Inalda Spinelli. A partir desta segunda-feira (25), 30 alunos participarão de uma oficina de grafite ministrada pelo artista Galo de Souza e, durante uma semana, os jovens terão a oportunidade de conhecer o trabalho artístico para realizarem, na sexta-feira (29), a pintura dos muros da subestação da Celpe. A intenção é utilizar o aprendizado para expressar de forma lúdica a importância do uso seguro da energia elétrica.


Além do curso, os estudantes terão a oportunidade de assistir a um espetáculo teatral, que será apresentado na escola, na tarde da quarta-feira (27). A finalidade é orientar os jovens a usar a energia de forma segura. A peça, que auxiliará os estudantes do curso de grafitagem a expressar as dicas de segurança nos painéis, também deve transmitir aos alunos orientações de consumo consciente da energia, visando ajudar as famílias a adequarem o consumo ao orçamento doméstico.

A grafitagem das subestações tem sido adotada pela companhia como estratégia para repassar orientações sobre o convívio com a energia elétrica e evitar pichações, transformando os muros em painéis. São representadas, em desenhos, dicas importantes, como: não soltar pipas nas proximidades da rede de distribuição, evitar a instalação de antenas perto da rede de energia e não fazer ligações clandestinas, entre outras.  O artista Galo de Souza, um dos nomes a assinar os murais nas subestações da Celpe, é quem está ministrando a oficina, para estudantes entre 14 e 18 anos. A ênfase da oficina é orientar os alunos a adotarem uma linguagem simples, do cotidiano, com ilustrações que reforcem os cuidados com a energia elétrica.

SOBRE A CELPE - a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa do Grupo Neoenergia, distribui energia elétrica para os 184 municípios de Pernambuco e para a cidade de Pedras de Fogo, na Paraíba. Também é responsável pela geração e distribuição de energia elétrica no Arquipélago de Fernando de Noronha. Sua área de concessão é de 98,5 mil quilômetros quadrados. A empresa tem 3,6 milhões de clientes (9,4 milhões de habitantes). 

Fonte: Assessoria de Imprensa.