terça-feira, 25 de julho de 2017

Sistema Integrado Siriji vai atender distrito de Borracha, em Vicência



A Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa vai ampliar o alcance das águas do Sistema Integrado Sirijí. O governador Paulo Câmara autorizou a realização de uma obra com investimento de R$ 1 milhão, para a implantação do sistema de abastecimento de água do distrito de Borracha, no município de Vicência, na Mata Norte. A iniciativa irá beneficiar cinco mil pessoas na localidade, hoje atendidas precariamente por um poço da Prefeitura. O termo de compromisso para a execução do empreendimento foi assinado hoje (25) pelo presidente da Compesa, Roberto Tavares e pelo Prefeito de Vicência, Guilherme Nunes, que chegou acompanhado do deputado estadual Antônio Morais e do secretário de Administração do Estado, Milton Coelho. O edital da  licitação será publicado nesta quarta-feira (26), no Diário Oficial de Pernambuco.

Segundo o presidente da Compesa, a obra será mais um passo importante para a universalização do abastecimento nas cidades da Mata Norte. "O governador Paulo Câmara tem acompanhado diretamente a ampliação dos sistemas, especialmente, diante dos sete anos de seca", pontuou Roberto Tavares. Os recursos para viabilizar a obra para o distrito de Borracha serão do Governo do Estado e da Compesa, contando também com a parceria da Prefeitura de Vicência, que será responsável pelos serviços de escavação e reaterro. A partir da assinatura da ordem de serviço, a obra será executada em até seis meses e prevê a construção de uma estação de bombeamento e adutora, com a extensão de 5.200 metros, para transportar água do Sistema Integrado até o reservatório elevado, que fica situado no distrito de Borracha. A Compesa também vai implantar 2 mil metros de rede de distribuição na localidade.

Chuva permite melhorias no abastecimento de água  da cidade do Brejo da Madre de Deus


A cidade de Brejo da Madre de Deus, na região Agreste, terá  o calendário de distribuição de água reduzido em 24 dias, a partir do dia primeiro de agosto. A melhoria no fornecimento de água se deve à excelente recuperação da Barragem Santana II, localizada na zona rural do município, que foi beneficiada com as chuvas registradas na região, nos últimos dias. O reservatório conseguiu acumular 575 mil metros cúbicos de água e está sangrando - fato que não ocorria desde julho de 2013. A população, que passava um intervalo de até 28 dias sem o abastecimento, será  atendida por meio de um rodízio de quatro dias com água e quatro dias sem.

Com esse volume acumulado, a Companhia Pernambucana de Saneamento -Compesa teve condições de diminuir o rodízio na cidade, que foi dividida em dois  setores de abastecimento, e assegura a distribuição de água até o próximo inverno. Brejo da Madre de Deus foi uma das cidades castigadas pela estiagem prolongada que assolou o Agreste por sete anos consecutivos. A Barragem Santana II chegou a entrar em colapso, em outubro do ano passado, quando o município passou a ser atendido apenas por carros-pipa. Essa situação perdurou até março, mês em que começou a chover na área de influência do reservatório, chegando a acumular 23% da sua capacidade.

“Naquela época, com o volume de 23%, tivemos condições de voltar a operar o sistema e  atender à população pela rede de distribuição”, relembra o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Bruno Adelino. Em junho deste ano, a barragem ficou em situação de pré-colapso, chegando a apenas 6% da sua capacidade.  “Após esse período, as chuvas passaram a ser regulares e aos poucos o manancial foi aumentando o seu nível de armazenamento e hoje está cheio”, comemora Adelino.

Fonte: Assessoria de Imprensa.