segunda-feira, 15 de maio de 2017

Pernambuco ultrapassa 2 mil homicídios nos quatro primeiros meses do ano


Nos primeiros quatro meses de 2017, Pernambuco contabilizou 2.037 pessoas assassinadas, o que equivale a um aumento de 44,2% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando houve 1.412 assassinatos no estado. 

Apenas durante os 30 dias do mês de abril, o governo estadual registrou 514 homicídios, o que mantém a média de 17 pessoas assassinadas por dia em Pernambuco, registrada desde fevereiro deste ano. 

Comparando o dado com os 354 assassinatos contabilizados em abril de 2016, houve um aumento de 45%.

Apresentado pelo secretário de Defesa Social (SDS), Angelo Gioia, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (15), o resultado de abril deste ano foi interpretado de forma positiva pela pasta. 

Isso porque foi comparado o dado aos 549 homicídios contabilizados em março de 2017, sendo obtida uma redução de 35 mortes, o que representa uma diminuição de 6,4%.

"Nossa luta é para diminuir o número de homicídios em relação ao mês anterior. Tivemos uma redução em todos os segmentos. 

Não há ainda nada a comemorar, mas esses são os resultados que obtivemos depois de uma troca de estratégia para combater esse tipo de crime", exaltou Gioia, referindo-se mudança nos comandos das polícias Civil e Militar feita no primeiro trimestre de 2017.

Entretanto, a soma do número de homicídios em Pernambuco nos meses de março e abril deste ano chega a 1.063, ultrapassando as 977 mortes registradas nos dois primeiros meses de 2017. 

Questionado se realmente havia redução de números, Gioia corroborou os seis pontos percentuais de diminuição de homicídios. "Essa é uma questão de contabilidade. 

Apresentamos dados consolidados e objetivos e estamos trabalhando de forma ininterrupta para diminuir esse número", afirmou o titular da SDS.

Ainda de acordo com a SDS, houve registro de 9.257 Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP) em abril, número 14% menor do que as 10.763 ocorrências registradas em março de 2017. 

Dentro dessa estatística, estão os assaltos a ônibus, que caíram de 147, em março, para 102, em abril. 

A pasta também contabilizou dois roubos e furtos de agências bancárias no mês de abril. Em março, o estado registrou oito ocorrências do mesmo tipo.

Em relação aos crimes contra a mulher, a pasta registrou, em abril, 126 estupros e 2.485 casos de violência doméstica. No mês de março, segundo a SDS, houve 174 e 2.929 ocorrências, respectivamente, desses tipos de crime.

Fonte: G1-PE.