terça-feira, 14 de março de 2017

Tragédia no ônibus da faculdade: sargento reage a assalto e é assassinado


O sargento da Polícia Militar e estudante de Direito, Genival José da Silva Estado, 34 anos, foi assassinado, por volta das 23h desta segunta-feira (13), no ônibus que faz transporte de estudantes universitários de Limoeiro para Surubim, quando reagiu a um assalto.

Três elementos invadiram o ônibus, no povoado de Umari, distrito de Bom Jardim, e anunciaram o assalto. Enquanto os bandidos recolhiam os pertences dos estudantes, o militar reagiu e trocou tiros com os bandidos, e foi atingido por três disparos.

Duas estudantes também foram atingidas. Fernanda Gomes da Silva, 19 anos, atingida na coxa direita, e Maria Girlane da Silva, 34, ferida na mão esquerda.

Os bandidos fugiram, mas de acordo com testemunhas. De acordo testemunhas, o sargento havia conseguido atingir, pelo menos, um deles.



O motorista Genival Leitão do Nascimento arrancou o veículo para Surubim, onde as duas estudantes feridas, foram atendidas no hospital São Luís e transferidas para o hospital regional de Limoeiro, sem risco de morte.

Durante a madrugada, os Policiais Militares conseguiram localizar nas proximidades do Umari, o corpo de um elemento. Ele estava com uma bolsa contendo vários celulares.

Em seguida, durante a madrugada, o corpo de um segundo elemento também foi localizado. Eles ainda não foram reconhecidos pelas vítimas. O terceiro acusado está foragido. Um quarto elemento envolvido na ação criminosa, que não teria entrado no ônibus, também fugiu. 

O corpo do sargento G. Silva foi encaminhado ao IML de Caruaru. O militar também era blogueiro, e disputou uma vaga para Câmara de Surubim na última a eleição. Ainda não foram divulgadas informações sobre o sepultamento.

Da Redação.