quarta-feira, 22 de março de 2017

Adolescente é torturada e agressores filmam a ação no Recife


Uma jovem de 17 anos foi vítima de espancamento e teve o vídeo da agressão divulgado nas redes sociais. Ela segue internada na unidade de trauma do hospital da Restauração, nesta quarta-feira (22). De acordo com o delegado Diego Acioli, a jovem foi gravemente ferida e humilhada, na segunda (20), por ter saído de uma comunidade para outra no bairro de Santo Amaro.

“A questão é, basicamente, uma briga entre quadrilhas que disputam o domínio do tráfico no bairro de Santo Amaro [mesma região da capital pernambucana]. Ela morava na comunidade do Campo do Onze e se mudou para a comunidade Ilha do Joaneiro. É tudo dentro do mesmo bairro”, explica.

Segundo o hospital, a jovem segue em observação por apresentar muitos hematomas pelo corpo. A unidade de saúde ainda irá avaliar se ela vai passar por cirurgia. O caso foi registrado como tentativa de homicídio, mas, segundo o delegado, como os agressores a liberaram, o fato será tratado como tortura e lesão corporal grave.

“Já temos suspeitos. Ela está com muito medo. Conversamos com ela informalmente e hoje vamos ouvi-la formalmente, assim como sua família. Não é tentativa de homicídio porque eles a mandam correr. Vamos individualizar a conduta porque também queremos pegar quem gravou e divulgou o vídeo”, concluiu Diego Acioli.

Nas imagens, divulgadas nas redes sociais e que chegou no WhatsApp da TV Globo, é possível ver dois homens mascarados e dois sem máscara. O vídeo, que tem imagens fortes, inicia com ela sentada em cima de uma poça, que parece sangue, no chão. Nesse momento, dois homens pedem que ela estenda as mãos para esmagá-las com pedaços de madeira.

Em seguida, um dos suspeitos, sem máscara, tira a blusa e o short da jovem. Um dos homens chega a perguntar para quem está filmando: “filmou o rosto dele não, né comparsa? ”. O que está filmando nega. “Pegou um pouquinho de lado só”, responde.

Por fim, mandam a vítima levantar e correr. Cambaleando e nua, ela corre um pouco desnorteada e gritando de dor. Eles a seguem desferindo golpes com pedaços de madeira. Em certo momento, um deles a chuta. Ela cai e outro a golpeia no rosto. “Ai? Não diz ai”, fala para vítima. O mesmo que a chutou levanta a jovem pelos cabelos. O vídeo termina com ela correndo em uma avenida, entre os carros.

Quem tiver informações, pode entrar em contato com o Disque-Denúncia pelo telefone (81) 3421-9595. Não é preciso se identificar.

Confira o VÍDEO da agressão. AS IMAGENS SÃO FORTES :




Fonte: G1 / Youtube.