sábado, 11 de fevereiro de 2017

Governador Paulo Câmara, sobre segurança: "O cenário é muito ruim, basta ver o que está acontecendo aí"


Diante da realidade de constantes investidas criminosas contra bancos, residências e ônibus no estado, o governador Paulo Câmara, reconheceu, na manhã desta sexta- feira (10), que a situação não tem sido fácil para quem mora em Pernambuco. "O cenário é muito ruim, basta ver o que está acontecendo aí", afirmou. 

Apesar de a crise na segurança pública ser potencializada pela falta de acordo salarial entre o governo e os policiais e bombeiros militares, o chefe da administração estadual assegurou estar determinado para minimizar o quadro de ocorrências criminosas, atender às demandas da categoria e dar tranquilidade a quem vive no estado. 

"As investigações estão sendo feitas e pessoas estão sendo presas. A polícia tem que priorizar as pessoas que estão matando. Esse é o foco que está sendo colocado na mesa e é isso que está sendo trabalhado", assegurou.

Sem citar nomes, Câmara reconheceu a falta de êxito do programa Pacto Pela Vida nos dias atuais e alegou que o estado trabalha para alcançar uma taxa mais baixa de índices de criminalidade. Foram mais de 4 mil homicídios registrados em 2016, segundo dados da Secretaria de Defesa Social.

"Tivemos uma política muito exitosa enquanto os outros estados não estavam tendo resultado, mas agora estamos tendo muitas dificuldades. O tráfico de drogas aumentou muito no país e as armas têm entrado facilmente. Não vamos aceitar isso. Com o trabalho que estamos fazendo, vamos conseguir reverter isso e melhorar a situação de quem vive em Pernambuco", garantiu o governador.

O governador ainda lembrou das recentes prisões a assaltantes de bando e de ônibus, como forma de exemplificar as ações do estado para conter a criminalidade. Sem demonstrar necessidade de nova vinda das Forças Armadas para Pernambuco, Câmara explicou que as medidas emergenciais já estão sendo feitas.

"Estamos realizando prisões a assaltantes de ônibus, de bancos e temos um projeto de valorização da categoria que está tramitando na Assembleia Legislativa de Pernambuco e que atende aos anseios da tropa. Estamos muito determinados a mostrar o papel da polícia, dos bombeiros e dar o apoio necessário a esses profissionais", frisou Câmara.

Fonte: G1 PE.