segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Caixa lança programa para demitir 10 mil funcionários

 

A Caixa Econômica Federal abrirá programa de demissão voluntária para até 10 mil funcionários nesta terça-feira (7) e planeja economizar R$ 1,8 bilhão em 2018, afirmou o presidente do banco, Gilberto Occhi.

Hoje a Caixa tem 95 mil funcionários, sendo que 30 mil têm mais de 15 anos de casa e poderão aderir ao programa para deixar a instituição. Os servidores terão até o dia 20 de fevereiro para decidir se aceitam a oferta do banco público.

Para aderir ao programa, será preciso se enquadrar em um dos quatro critérios impostos pelo banco público: ser aposentado pelo INSS, estar apto a se aposentar até o dia 30 de junho, ter pelo menos 15 anos de trabalho na Caixa no atual contrato ou ter adicional de incorporação de função de confiança até a data de desligamento.

Quem aceitar a oferta receberá o equivalente a 10 salários pagos em parcela única, sem incidência de Imposto de Renda, recolhimento de encargos sociais e contribuição ao fundo de previdência complementar da Caixa.

"O PDV terá boa atratividade e a partir de amanhã [terça] os empregados da Caixa que estão entre os elegíveis, com mínimo de 15 anos na Caixa, terão opção de aderir", afirmou após evento no Palácio do Planalto.

A intenção de diminuir o quadro de servidores foi anunciada em novembro do ano passado por Occhi, e a expectativa era de que o plano pudesse ser anunciado ainda em janeiro, mas dependia da aprovação dos ministérios do Planejamento e da Fazenda.

Com a medida, a Caixa segue o Banco do Brasil e outras estatais (como Correios e Eletrobras) em um movimento para enxugar despesas com pessoal e aproximar sua estrutura administrativa de seus pares privados.

A Caixa tem hoje menos funcionários que Banco do Brasil (99,8 mil) e Bradesco (cujo número de empregados saltou para quase 110 mil após a incorporação do HSBC, em julho de 2016), mas ainda assim, o índice de eficiência é pior que o de seus pares, de 54%. Nos demais grandes bancos, o indicador está abaixo dos 50%. Esse índice mede o quanto a instituição gasta para gerar cada real de receita. Quanto menor, melhor.

A Caixa tem também menos agências que Bradesco, Banco do Brasil e Itaú. Mas quando se compara o número de funcionários por agência, o índice da Caixa é muito superior. São quase 28 servidores por unidade, ante cerca de 20 nas demais instituições financeiras. Além de atender correntistas, o banco público é responsável por fazer os pagamentos de benefícios sociais como do INSS, PIS e FGTS. Esse público também é atendido em lotéricas de todo o país.

BANCO DO BRASIL - O público-alvo do PDV da Caixa é mais abrangente que o atingido pelo programa de aposentadoria lançado pelo Banco do Brasil no final do ano passado. O BB afastou apenas servidores que já poderiam estar aposentados, mas seguiam na ativa.

De 18 mil funcionários que poderiam deixar a instituição financeira, 9.409 aceitaram a oferta do banco e se aposentaram. Com isso, o BB desembolsou R$ 1,4 bilhão em incentivos, mas deve economizar R$ 2,3 bilhões em despesas neste ano.

O Banco do Brasil reduziu o quadro para aproximadamente 100 mil empregados e também anunciou um programa de enxugamento de 781 agências. 

Fonte: Folha de São Paulo.