sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

PARABÉNS ! Prefeito de Cabixi (RO) entrega prefeitura com R$ 1 milhão em caixa, todos os veículos de trabalho, limpos, revisados e abastecidos


O  prefeito do município de Cabixi, no estado de Rondônia, Izael Dias Moreira (PTB),  tomou uma atitude que pode (e deve) servir de exemplo para os prefeitos recém empossados.
Neste final de ano, Izael Dias deixou a Prefeitura do município de pouco mais de seis mil habitantes, a 95 km de Vilhena, maior cidade da região, e distante 805 Km da capital do estado, Porto Velho.

Em 2012, ele foi reeleito com 100% dos votos válidos. Em 2011, havia sido eleito depois que o TRE cassou os mandatos de  José Rozário Barroso e Adenilton Francisco Maximiano, por corrupção eleitoral.
Após os dois mandatos, Izael Dias, fez algo inusitado, antes de transmitir o cargo ao prefeito eleito, o agricultor Silvênio Antônio de Almeida, eleito com seu apoio:
FOTOS: Folha de Vilhena on line

Mandou estacionar na frente do prédio da Prefeitura Cabixi, todos os veículos da frota do Município, com todos os veículos de trabalho, limpos, revisados e abastecidos.
O ex- prefeito ainda deixa os cofres da Prefeitura do pequeno município, com pouco mais de 6 mil habitantes (IBGE), com mais de R$ 1 milhão, em caixa.

Já em Surubim a 'bagaceira' é grande...


Em Surubim, a nova gestão tem divulgado por meios dos blogs oficiais e nas mídias sociais, fotos denunciando o mau estado de conservação das máquinas e veículos da frota do Município. A Prefeitura não divulgou, entretanto, nenhum relatório com um levantamento exato do que foi encontrado danificado, nem de quanto seria o prejuízo ao erário.


FOTOS: Whatsapp / Divulgação
E o compromisso, para daqui a quatro anos, quem assume ?
O bom exemplo da pequena cidade de Cabixi bem que poderia virar Lei Municipal em todas as cidades da região. Mas, independente disso, algum gestor se compromete publicamente a fazer o mesmo, daqui a quatro anos ? Por favor, podem se pronunciar...

Fonte: da Redação, com informações da Folha de Vilhena.