quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Aeronave de pequeno porte cai em Manaus, cinco pessoas morrem e uma sobrevive (VÍDEO). E no Paquistão, avião cai com 40


O piloto João Jerônimo da Silva Neto, que conduzia um avião de pequeno porte que caiu em Manaus (AM) na manha desta quarta-feira (7)
 foi arremessado a cerca de dez metros para fora da aeronave durante a queda. Ele foi a única vítima a não sofrer queimaduras, conforme informou o Corpo de Bombeiros. Ao se chocar com o chão, o avião explodiu. As informações foram confirmadas pelo tenente João Filho, do Corpo de Bombeiros.

Familiares do piloto foram ao local do acidente, uma área verde localizada no bairro Parque Dez, na Zona Centro-Sul da capital. Segundo o primo do piloto, Mário Jorge Pinho Junior, o comandante da aeronave era oriundo de Natal (RN), mas morava na capital amazonense há anos. Segundo Mário Jorge, João Jerônimo era casado e tinha uma filha de nove anos de idade. Conforme o primo, o piloto já havia feito outros voos de emergência e era considerado um ótimo profissional.

VITIMAS : a aeronave de pequeno porte caiu em uma área verde, e, conforme os bombeiros, cinco pessoas morreram, incluindo o piloto e uma criança de 4 anos. Uma vítima foi resgatada com vida.
As vítimas do acidente foram identificadas como João Jerônimo da Silva Neto, que era o comandante da aeronave, Ana Alice Gomes, de 4 anos, João Frederico, Jefferson Juarez, Henrique Tiez Neto e Ruan Lemos. Ainda não se sabe qual deles é a vítima resgatada com vida. O sobrevivente era passageiro da aeronave e foi levado com ferimentos e queimaduras graves para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto.
NOVO ARIPUANÃ : a aeronave foi identificada como um modelo Embraer 720, da empresa Tio Táxi Aéreo, e decolou às 7h45 do Aeroclube de Manaus com destino ao município de Novo Aripuanã, localizado a 227 quilômetros da capital. Testemunhas afirmaram que o avião caiu de uma altura considerável e explodiu ao se chocar com o chão. A área foi isolada e os bombeiros controlaram os focos de incêndio para, posteriormente, resgatar os corpos das vítimas fatais.
Uma equipe do VII Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa), da Aernáutica, foi ao local para investigar as causas do acidente. Também se fizeram presentes equipes do Corpo de Bombeiros, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), da Polícia Civil, Polícia Militar.
CONFIRA O VÍDEO:

Avião cai no norte do Paquistão com cerca de 40 pessoas a bordo


Um avião da que levava cerca de 40 pessoas caiu nesta quarta-feira (7) durante voo cidade de Chitral, no norte do país, para Islamabad, disse uma autoridade da polícia local.

A companhia Pakistan International Airlines confirmou em comunicado que o voo PK-661 perdeu contato com controladores de tráfego aéreo.

Laiq Shah, autoridade policial da província de Khyber-Pakhtunkhwa, disse à agência de notícias Reuters por telefone que o avião caiu na região, próximo a cidade de Havelin.

Equipes de emergência foram direcionadas para o local e, até o momento, resgataram 21 corpos.

É improvável que haja sobreviventes do acidente, segundo as autoridades locais.
"Todos os corpos estão queimados, dificultando seu reconhecimento. Os destroços estão espalhados", disse Taj Muhammad Khan, um funcionário do governo da região de Havelin.

Khan esteve no local do acidente e conversou com testemunhas, que, segundo ele, disseram que o avião caiu em uma área montanhosa e estava em chamas antes de atingir o chão.


Fonte: A Crítica Manaus /  Folha de SP.