quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Exposição Nordestina de Animais chega à 75ª edição


A 75ª edição da Exposição Nordestina de Animais e Produtos Derivados – ENAPD foi aberta oficialmente pelo vice-governador do Estado, Raul Henry, pelo secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, e pelo presidente da Sociedade Nordestina dos Criadores (SNC), Emanuel Rocha. Símbolo da tradição pernambucana, a exposição é um dos maiores eventos agropecuários da região em visitação de público e realização de negócios. Este ano, a expectativa é que aproximadamente 300 mil pessoas circulem pela feira, que acontece até o dia 13 de novembro no Parque de Exposição do Cordeiro. 
Acompanhados de autoridades, os gestores fizeram uma visita a diversos estandes, incluindo o da Secretaria de Agricultura. Na ocasião, foi lançada a 2ª etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa e a entrega de equipamentos, sendo 14 motocicletas e 5 caminhonetes, visando ampliar o trabalho de fiscalização agropecuária em Pernambuco. Os equipamentos foram adquiridos por meio de um convênio com o Governo Federal, no valor de R$ 812 mil.


Realizar a atividade econômica de criação de animais num ambiente tão hostil e adverso quanto o nosso, num período de crise e de estiagem que estamos vivenciando, é um ato heróico. Por isso, parabenizo a todos por mais uma edição dessa grande festa que é a exposição”, afirmou Raul Henry. 
Em seu discurso, o secretário destacou o comprometimento dos produtores e criadores que, apesar das dificuldades, ajudaram Pernambuco a alcançar bons resultados no setor, elevando o Estado à marca de maior produtor de ovos e frangos do Nordeste e a de segundo maior produtor de inhame do Brasil, pontuou Nilton Mota. 
A Exposição Nordestina de Animais é realizada através de parceria entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), e a Sociedade Nordestina dos Criadores (SNC). Nesta edição, são esperados pecuaristas de várias localidades, grandes empresários e profissionais liberais, além do público em geral, movimentando negócios da ordem de R$ 30 milhões, incluindo leilões de animais, compras diretas aos pecuaristas e comercialização de produtos em estandes. Mais de 4 mil animais, entre bovinos, equinos, caprinos e ovinos, serão comercializados. Além de Pernambuco, haverá participação dos estados de Alagoas, Bahia, Rio Grande do Norte, Pará e Paraíba.
Também foram montados estandes de instituições financeiras com linhas de crédito para compra de animais, máquinas e implementos; estandes de órgãos públicos e privados; e ainda feira de artesanato e artigos populares. Os admiradores da comida regional e dos tradicionais quitutes de feirinhas poderão se deliciar com uma grande variedade gastronômica. Os pequenos contam com parque de diversões e uma programação feita especialmente para o público infantil, enquanto os adultos poderão assistir a shows de artistas populares. 
Fonte: Assessoria de Imprensa.