terça-feira, 1 de novembro de 2016

'Candidatura de Ciro é irreversível', diz presidente do PDT


O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, considerou nesta terça-feira (1) como "irreversível" a candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República em 2018. "No quadro político do centro-esquerda no Brasil só sobrou o Ciro. Eu acho que isso vai nos favorecer muito em 2018. O partido não aceitará outra condição, a candidatura do Ciro é irreversível", afirmou Lupi.

Segundo ele, entre os partidos que deverão ser procurados para a montagem de uma futura chapa presidencial estão o PT, PTB, PPS e o Solidariedade. "Temos de buscar aliança e aliados que façam um governo popular com compromissos de centro-esquerda", ressaltou o dirigente.

A defesa de Lupi pela candidatura presidencial ocorre em meio às movimentações de Ciro para atrair alguns governadores do PT, após a derrocada dos petistas nesta eleição municipal. Conforme publicou o jornal O Estado de S. Paulo, o grupo de Ciro tenta convencer governadores do PT a migrarem para outros partidos, que integram seu projeto de 2018. Atualmente, o PT comanda os Estados do Ceará, Bahia, Piauí, Minas Gerais e Acre.

"O Brasil precisa de um projeto nacional de desenvolvimento, com começo, meio e fim, e que, audaciosamente, busque construir um grande entendimento entre quem produz e trabalha. Esse é o projeto que estou montando", afirmou Ciro logo após vitória de seu candidato Roberto Cláudio (PDT) à prefeitura de Fortaleza, ocorrida no domingo.

Fonte: Estadão Conteúdo.