terça-feira, 29 de novembro de 2016

Acidente com avião da Chapecoense deixa sobreviventes. Caixas pretas são encontradas


O avião que levava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, caiu na madrugada desta terça-feira (29) a poucos quilômetros da cidade colombiana.
O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com destino a Medellín com a delegação do time, jornalistas e convidados. Segundo as autoridades colombianas, a lista do voo tinha 81 nomes: 72 passageiros e 9 tripulantes.
SOBREVIVENTES : a autoridade de avião civil da Colômbia informou que há 75 mortos e seis sobreviventes. Foram resgatados com vida os seguintes passageiros:
– Alan Luciano Ruschel (lateral da Chapecoense);
– Jackson Ragnar Follmann (goleiro da Chapecoese);
– Hélio Hermito Zampier, o Neto (zagueiro da Chapecoense);
– Rafael Henzel (jornalista brasileiro da Oeste Capital, de Chapecó);
– Ximena Suarez (auxiliar de voo);
– Erwin Tumiri (técnico da aeronave).
O goleiro Danilo também tinha sido resgatado com vida, mas morreu no hospital.

O goleiro da Chapecoense Danilo, de 31 anos, que chegou a ser resgatado e socorrido após a queda do avião da Chapecoense, na Colômbia, na madrugada desta terça-feira (29), não resistiu aos ferimentos e morreu, segundo a Cruz Vermelha e a empresa de logística que estava em contato com o clube catarinense. 


Outro que estava entre os seis passageiros resgatados com vida após a queda do avião da Chapecoense em Medellín, é o goleiro Jackson Follmann, de 24 anos. Ele teve uma das pernas amputadas. A informação é da repórter Lívia Laranjeira, do SporTV. 

O zagueiro Hélio Zampier Neto também foi resgatado com vida do avião que transportava a delegação da Chapecoense. Por volta das 9h40 (horário de Brasília), a equipe médica do Hospital San Juan de Dios, em La Ceja (Colômbia), recebeu o jogador. Confira o vídeo do resgate : 


No início da tarde, o diretor médico da Clínica San Juan de Dios, Guilherme Molina Mesa disse a uma emissora de tv colombiana, sobre a situação de Neto.
"Paciente com hematoma craniano, não sabe se é fratura, e no abdômen e tórax. O estado dele é crítico, vamos esperar a evolução. No caso dele, foi encontrado vivo na madrugada, quando diziam que não havia mais sobreviventes. É um jogador com grande porte físico, aguentou o impacto, o inverno, o aguaceiro... Esperamos que com a tecnologia médica a capacidade do corpo resista ao procedimento cirúrgico", disse o médico.

Mais tarde, por volta das 14h50 (horário de Brasília), Mesa disse em entrevista à GloboNews que Neto passava por cirurgia com intervenções de neurologista, otorrinolaringologista, cirurgia geral e ortopedia.
O lateral Alan Ruschel, um dos seis sobreviventes do acidente passou por cirurgia em hospital e foi transferido para outra clínica. Ele chegou em estado de choque e perguntava pela família de acordo com informações do Bom Dia Brasil.
Segundo o Hospital de La Ceral, a lesão é na coluna (região lombar) e pode ter atingido a medula do jogador. Ele também teve múltiplas fraturas nos braços e nas pernas. Os médicos dizem que há a possibilidade de que ele fique paraplégico. 
O jornalista Rafael Henzel, outro sobrevivente, também passou por cirurgia.  Também sobreviveram os comissários de bordo Erwin Tumiri e Ximena Suarez. Não se tem informação do estado de saúde dele.

As caixas pretas da aeronave já foram localizadas.



#somostodochapecoense: 




Da Redação, com informações do G1 - O Globo - UOL / Google