segunda-feira, 13 de junho de 2016

Humberto faz balanço de 30 dias de governo Temer: ilegítimo e antipopular

Após 30 dias de governo interino do presidente Michel Temer (PMDB), o senador Humberto Costa (PT-PE) fez um balanço da gestão do peemedebista. Segundo o senador, a gestão de Temer demonstrou ser um “completo desastre”.  “É um governo ilegítimo e com agenda extremamente antipopular”.
 

O senador destacou a ausência de representação social no primeiro escalão do governo interino.  “Desde a sua formação, a gestão de Temer é marcada pela ausência de mulheres e negros. É um governo golpista e que não respeitou o voto de 54 milhões de brasileiros. Um governo que olha para aqueles que ele representa: homens brancos e ricos”, destacou Humberto.
 
Humberto criticou ainda a “agenda conservadora” que Temer tem buscado implantar neste período. “Em 30 dias de governo, nós só vimos ações para retirar direitos de trabalhadores e do povo mais pobre. Ele fala de reforma trabalhista, reforma da previdência, do fim de grande parte dos atendimentos do Bolsa Família, da extinção de programas como o Minha Casa, Minha Vida. Até quando ele e os seus ministros vão falar de saúde, eles falam com a perspectiva de eliminar o caráter de atendimento universal que tem o SUS. Fora isso, nunca se viu tantas quedas de ministros pressionados por atos de corrupção por eles realizados”, destacou o senador.
 
Para o senador, o governo  tem caráter provisório e a mobilização popular vai garantir o retorno de Dilma Rousseff (PT) ao comando da Presidência da República. “Esse governo que está ai não se sustenta. É por isso que temos que continuar a protestar exatamente para que esse governo que balança tanto definitivamente caia e a gente possa ter o governo Dilma, que foi escolhido pela maioria dos brasileiros, de volta”, afirmou.

Fonte: Assessoria de Imprensa.