domingo, 6 de março de 2016

Ex-prefeito Flávio Nóbrega pode dar um ninja em deputados de Surubim e disputar Prefeitura pelo PSDB

PRAGMÁTICO Flávio Nóbrega foi secretário do PFL, hoje DEM, prefeito pelo PT e agora ensaia voo em ninho tucano

O ex-prefeito de Surubim, Flávio Nóbrega (sem partido) pode disputar o terceiro mandato, dessa vez pelo PSDB. Ele foi secretário de Saúde durante a gestão do PFL (hoje DEM) e, em seguida, foi eleito duas vezes pelo PT. 


FRENTE DE CINCO PARTIDOS: PSDB, PRTB, Pros, PPS e PRP, cujo presidente, Alexandre Lima (à direita), articula candidatura 
Cinco partidos já estariam pré-coligados - PSDB, PRTB, Pros, PPS e PRP, cujo presidente Alexandre Lima, coordena a frente e articula a terceira candidatura de Flávio Nóbrega.


ATÉ QUE AS URNAS OS SEPAREM : Túlio Vieira (PT) viu Nóbrega, ex-aliado, abandonar o barco.

Embora tenha feito sucessor o vice do segundo mandato, atual prefeito Túlio Vieira (PT) - o vice da primeira gestão, professor Selênio Lemos, rompeu com o companheiro de chapa no início da administração - Nóbrega abandonou o barco petista, pela possibilidade de naufrágio do projeto do Partido dos Trabalhadores, em Surubim, que nesta eleição, tenta emplacar a quarta gestão.


CASA PROVISÓRIA ? Nóbrega com  o filho  Guilherme  e aliados,  em reunião de lideranças do PSB com os deputados Danilo Cabral e Nilton Mota 
Procurou abrigo no PSB, dos deputados licenciados e secretários de Agricultura, Nilton Mota, e de Planejamento, Danilo Cabral, e já teria inclusive assinado ficha de filiação partidária para um partido da base de apoio do governo Paulo Câmara. Como os socialistas não abrem mão da cabeça de chapa, e Nóbrega não une a oposição, caberia ao médico indicar o filho, Guilherme, como vice. 


ESTÍMULO : depois de ter contas aprovadas pelo TCE, ex-prefeito busca partido para encabeçar chapa 
A ideia de abandonar a ideia de indicar o vice socialista teria surgido recentemente quando o ex-prefeito teve contas que estavam pendentes aprovadas pelo TCE.Com poucas chances de encabeçar a chapa socialista, o ex-prefeito busca alternativa para viabilizar o próprio nome, que apareceria em primeiro lugar nas pesquisas internas dos partidos. 

As cartas do jogo da sucessão começam a ser colocas na mesa, no próximo dia 02 de abril, logo após o lendário "dia da mentira", quando termina o prazo de filiação partidária. Não será surpresa, se o ex-prefeito apareça filiado ao PSDB, como articula esta frente, ou mesmo a qualquer "partido nanico", que dificilmente negaria a legenda para o ex-prefeito disputar a eleição.

APENAS PT e PSB, teoricamente, não estariam disponíveis para o ex-prefeito. Entre os "nanicos", a maioria o acolheria. 
A articulação do ex-prefeito de Surubim foi destaque na Coluna Ponto a Ponto, assinada pelo jornalista Aldo Vilela, no Diário de Pernambuco, e no blog aldovilela.com.br :          



Troca de casa
Embora tenha um acordo para indicar o filho Guilherme para vice na chapa encabeçada pelo PSB em Surubim, o ex-prefeito Flávio Nóbrega (sem partido) estaria em conversa bem adiantada para ele mesmo disputar o terceiro mandato, em ninho tucano.
Disputa 
O ex-prefeito contaria com cinco partidos – PSDB, PRTB, Pros, PPS e PRP, cujo presidente Alexandre Lima, coordena a frente e articula a terceira candidatura de Flávio Nóbrega.
Histórico
Nóbrega foi secretário de Saúde durante gestão do PFL (hoje DEM) e, em seguida, eleito duas vezes prefeito pelo PT. Disputará contra Túlio Vieira (PT), que foi seu vice, e tenta reeleição.
http://www.aldovilela.com.br/coluna-ponto-a-ponto-73/
/