terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Fabrício Brito diz que capitão Dantas não tem moral para mandar multar ninguém


O vereador Fabrício Brito, que raramente adota o tom crítico, foi enfático ao sugerir que o secretário Reginaldo Dantas, responsável pelo trânsito da cidade, seja exonerado porque, de acordo com o parlamentar, não tem moral para mandar multar porque o carro particular dele deve mais de R$ 14 mil. 

A notícia foi destaque na coluna Ponto a Ponto, do Diário de Pernambuco, assinada pelo jornalista Aldo Vilela. O texto da nota diz o seguinte:
 

Mau exemplo
O presidente da Câmara de Surubim, vereador Fabrício Brito (PSD), afirma que o secretário municipal de Defesa Social, capitão reformado Reginaldo Dantas, deveria ser exonerado, e não tem moral para mandar multar, porque o carro particular dele tem R$ 14.335,20, em débitos, de acordo com o site do Detran.