domingo, 6 de dezembro de 2015

Polícia procura principal suspeito de agressão que provocou morte de Aldo Ribeiro. Crime chocou Surubim.


As Polícias Civil e Militar estão a procura do principal suspeito da agressão que levou à morte Aldo Ribeiro de Sales, de 35 anos, durante uma tentativa de assalto, na madrugada do sábado (28).

O fato foi registrado por câmeras de segurança. A partir da análise das imagens e informações repassadas por meio de telefonemas, a polícia teria identificado o principal suspeito. O acusado seria conhecido como “Dadá do Salgado”, teria cerca de 20 anos, é morador do bairro da Bela Vista e já teria sido apreendido, quando era menor, e preso outras vezes pela polícia.

A informação circula por grupos fechados de Whatssap, restritos aos policiais, com a foto do suspeito, como forma de tentar acelerar a captura dele. O perfil que aparece nas imagem batem características físicas do acusado. Duas pessoas também o teriam reconhecido.

A polícia trabalha ainda com informações repassadas por telefone, pelos moradores do bairro da Bela Vista, que teriam ouvido “comentários” sobre o envolvimento dele no caso, e observaram que ele está “caminhando mancando de uma das pernas”.

“Possivelmente a ‘contusão’ foi provocada pela violência dos chutes e pontapés que ele deferiu contra a vítima”, conta uma fonte que acompanha o caso.

“Também começaram a falar do envolvimento dele. Num lugar pequeno, essas coisas sempre vazam. Aí, os moradores da comunidade, que se comoveram muito com a morte do rapaz, contam também se sentem coagidas, porque ele aterroriza o bairro, inclusive exibe armas, ameaçando as pessoas”, relata.

O acusado também seria suspeito de envolvimento em alguns assaltos ocorridos recentemente, no Centro de Surubim, com as mesmas características, sempre praticado por dois indivíduos, utilizando uma moto. “Esse comparsa dele é de uma cidade vizinha, aqui da região e já teria passagem por homicídio”, afirma.

“Dadá do Salgado” estaria envolvido numa agressão bem semelhante, a um vigia noturno, nas proximidades do supermercado Atacadão. Chegou a ser preso foi reconhecido pela vítima. “Na verdade, ele é ‘cliente’ da polícia. Já foi preso várias vezes, mas é muito ‘escorregadio’ e acaba sendo solto. Tem inclusive um irmão que está preso”, afirma.


Aldo Ribeiro foi encontrado desacordado e gravemente ferido na rua Estácio Coimbra, no centro de Surubim. O rapaz sofria de transtornos mentais e tinha como marca o comportamento tranquilo e amigável. Aldo foi socorrido em estado gravíssimo para o Hospital da Restauração, no Recife, mas não resistiu. Faleceu na tarde da terça-feira (01) e foi sepultado em Surubim, na manhã da quinta feira(03). 

A partir de imagens de câmeras instaladas nas ruas, a Polícia começou a analisar o fato, ocorrido à 1h50 da madrugada. Dois bandidos que estavam numa moto o abordaram para tentar assaltar. Eles estavam de capacete e o da frente tinha um capacete reserva na mão. O abordam para roubar e já partem para a agressão, com o capacete e coronhadas. Quando meu irmão já está desacordado no chão, leva um tiro na cabeça. Em nenhum momento, ele reagiu", contou Arnaldo Ribeiro, irmão da vítima.

A polícia pede a quem tiver qualquer informação que possa ajudar a prender os acusados, repasse ao 22º batalhão da Polícia Militar, em Surubim, pelo fone 3624-1940. A PM assegura o sigilo da identidade da fonte. 


Nota da Redação: Inicialmente, divulgamos, por engano, a foto de Dayvson Tavares, conhecido como Dedê, que está preso em Limoeiro. O equivoco ocorreu porque a foto que circula nos grupos fechados de policiais no Whatssap, foi feita no dia prisão, traz a imagem de três acusados na ocasião, entre eles "Dadá", o suspeito dessa agressão, e "Dedê", que, não teria como ter participado. A indicação foi feita por nossa fonte. Pedimos desculpas por possíveis transtornos.