terça-feira, 8 de setembro de 2015

Até que as urnas os separem...Flávio Nóbrega falta a encontro do PT e rumores sobre a saída dele aumentam

Túlio: "Temos compromisso, nós vamos em frente, quem não quiser, pode ir pra lá.”
Depois do encontro regional que o Partido dos Trabalhadores realizou, neste final de semana, um encontro regional aqui em Surubim, aumenta muito a especulação de o ex-prefeito Flávio Nóbrega está deixando o partido.   O eminente, ao que parece, ex-companheiro, eleito duas vezes pelo PT, não só não compareceu como não foi exaltado como a grande estrela petista da região, como era até recentemente. Ao contrário, a possível saída de lideranças foi alfinetada, sem citar nomes, tanto pela presidente da sigla em Pernambuco, deputada estadual Tereza Leitão, que coordenou o evento, quanto pelo prefeito de Surubim, Túlio Vieira.

Na plenária, o PT reuniu representantes de várias cidades do Agreste Setentrional e da Mata Norte, para discutir os rumos do partido para as eleições municipais. A prioridade do partido é a reeleição dos prefeitos.

“A conjuntura é avessa, mas que temos que reagir a ela. O nosso partido está sendo atacado por aquilo que fez. Nosso governo tem erros, o PT tem erros, mas não podemos ser atacados por quem não tem nem ética, nem moral para fazer isso. Nós temos que fazer nossa autocrítica, de mudanças de determinadas práticas que existem em nosso partido. Nós vamos enfrentar em 2016 uma eleição dura, uma eleição difícil para todo mundo que é do PT. Mas nem por isso podemos deixar de competir. Tem gente que quer sair do PT com medo, sendo cooptado por outros partidos”, disse a deputada.

Nos bastidores, especula-se que Flávio Nóbrega estaria se filiando ao PSB, o que seria uma baixa importante para o projeto de reeleição do PT. O prefeito de Surubim, Túlio Vieira, também destacou as dificuldades da eleição do ano que vem e chegou a mandar um recado para os que quiserem deixar o partido.

“Vai ser uma eleição difícil, mas temos que estar preparados. Criticar é muito fácil, difícil é fazer o que nós estamos fazendo. Nós temos o que mostrar a esse povo. Nós avançamos muito aqui em Surubim. Nós estamos trabalhando, e o que é que dizem aí fora? ‘O prefeito não faz nada. Não estou vendo nada’. Tem nada não, quem julga, quem aprova é o povo. Diante de todos os desafios de uma gestão temos compromisso. Algumas pessoas dizem, ‘prefeito, por que o senhor não sai do PT, mas existe uma palavra: compromisso. Como é que eu posso dá as costas a um partido, a um governo, que fez muito por essa cidade? Pode criticar, mas nós  vamos recuar, nós vamos a frente, quem não quiser, pode ir pra lá.”

Em o PT conquistou 13 prefeituras pernambucanas, mas atualmente conta com oito prefeitos filiados. Aqui na região, o partido comanda as prefeituras de Surubim e Vertente do Lério.